Irritabilidade na menopausa

Compartilhe
irritabilidade-na-menopausa

Você sofre com a irritabilidade na menopausa? Sim? Então não deixe de ler essa matéria. Como combater esse estado emocional e voltar a ter uma vida recheada de coisas boas e positivas? Descubra aqui no blog do Saudável e Feliz.

É sabido que, a pré-menopausa e a pós-menopausa desencadeiam inúmeros sintomas físicos e emocionais no corpo da mulher e, a irritabilidade pode também ser um desses sinais de desequilíbrio ou de baixa ação hormonal.

A irritabilidade na menopausa pode ser um sintoma de caráter primário, ou apenas um sinal de ordem secundária. O fato é que ela gera bastante incômodo para as mulheres que estão nesse período. Inúmeras menopausadas sofrem com esse estado emocional, causando atribulações em seus relacionamentos, impactando em suas rotinas e desgastando os laços dos vínculos até então estabilizados.

A irritabilidade na menopausa pode mitigar o bem-estar afetivo-social da mulher. Colaborando para que ela entre em uma melancolia profunda, e em um afastamento social tóxico, pois quanto mais ela fica afastada de outras pessoas, mais melancólica fica, e quando aumenta-se o nível de melancolia maior será a irritabilidade. É um ciclo vicioso!

O por quê da irritabilidade na menopausa?

Lembra quando foi mencionado que a irritabilidade na menopausa pode ser de duas ordens? Ela pode ser de caráter primário ou apenas um sinal secundário. Veja a seguir:

Irritabilidade de ordem primária

Quando falamos que ela pode ser de ordem primária, estamos nos referindo ao desencadeamento sintomático direto, ou seja, quando ocorre uma ação no corpo (alteração hormonal) que gera um sinal (irritabilidade).

“[…] a diminuição de estrogênio que ocorre durante a menopausa provoca níveis mais baixos de serotonina, assim como os sintomas associados com os níveis de serotonina. Níveis de tireoide no corpo também estão intimamente associados com estrogênio e pode ser diminuída durante a menopausa. Quando os níveis de tireoide são reduzidos, os níveis de serotonina podem cair, causando os sintomas (irritabilidade).”   

-Informação em saúde.

Com a queda do estrógeno (hormônio feminino fundamental para a mulher), outros hormônios também sofrem uma baixa de seus índices no corpo, pois o estrógeno está intrínseco ao processo de fabricação deles, em particular existem dois hormônios que quando estão com o reservatório “em volume morto” no corpo, acabam desencadeando a irritabilidade. São elas a serotonina e a tireoide.

“A serotonina é um neurotransmissor que transmite impulsos nervosos do cérebro para o corpo. Baixos níveis de seretonina pode causar depressão, baixo consumo de energia, a falta de libido e distúrbios do sono. Porque altos níveis de serotonina cria a sensação de prazer, bem como, a falta de dela pode criar uma falta de prazer.”   

-Informação em saúde.

irritabilidade-na-menopausa
Infográfico do processo de desencadeamento da irritação.

Irritabilidade de ordem secundária

Denominamos uma irritabilidade de ordem secundária, quando ocorre uma ação corporal (alteração hormonal)  que gera um sinal (ressecamento vaginal) que desencadeia um sinal de ordem secundária (irritabilidade), ou seja, o fato da mulher sofrer com o ressecamento vaginal na menopausa, pode deixá-la irritada pela situação.

Alguns estudiosos do desenvolvimento da mulher acreditam que a irritabilidade é muito mais um sintoma desencadeado de um sinal primário, portanto, uma resposta secundária, do que propriamente uma resposta primária (sintoma direto).

“Irritabilidade é frequentemente a queixa principal das mulheres na perimenopausa e na pós-menopausa, estudos específicos que pesquisam sobre a irritabilidade são nessas mulheres são escassos.”

-News Medical Life Sciences.

Direção pulsional da irritabilidade menopáusica

A irritação na menopausa é estratificada em duas direções pulsionais. Pulsão é um termo psicanalista que significa impulso energético, portanto, quando nos referimos a direção da pulsão da irritabilidade, queremos identificar qual é a direção que essa energia (irritação) está apontando como alvo. Ela pode ser voltada para fora, ou conduzida em seu próprio EU, ou seja, você pode se irritar com uma pessoa, objetos e/ou situações externas, ou você pode se irritar com você mesma e com o seu estado interno.

Irritação voltada para fora

Quando a mulher que está na menopausa fica irritada com o seu marido, filhos, trabalho, trânsito ou qualquer fator externo a ela, é denominado como irritabilidade menopáusica voltada para fora. Essa irritação pode propagar discussões e conflitos nos relacionamentos.

irritabilidade-na-menopausa
Infográfico de irritabilidade voltada para fora.

Irritação direcionado para o seu próprio EU

Esse tipo de irritação menopáusica é quando a mulher sente irritabilidade de si mesma. Exemplo: por ter esquecido algum objeto ou fato importante, por estar sofrendo com a menopausa, por não ter tomado determinada atitude e etc. Essa irritação pode desencadear um rebaixamento drástico do humor e resultar em uma ansiedade e/ou depressão.

Tratando a irritabilidade na menopausa

A irritabilidade não precisa ser uma sina na vida das mulheres, é possível passar pelas fases da menopausa sem sofrer com as mazelas desse estado de humor. Separamos para você algumas atitudes que podem reverter o seu quadro de humor e fazer você dizer adeus para a irritação.

Exercícios físicos

Pode até parecer “um jogo de cartas marcadas”, mas acredite, não é! A prática de atividade física é fundamental se o seu objetivo é se livrar da irritabilidade, isso porque, ela aumenta a secreção da seretonina no corpo e, o resultado é uma explosão de bem-estar e prazer.

Está explicado o motivo pelo qual os loucos por atividades físicas não param de se exercitar?!  Procure um exercício que seja compatível com a sua rotina e com a sua personalidade.

“A atividade física é fundamental. Além de prevenir a osteoporose, está provado que melhora o humor e a memória. O exercício físico não só aumenta a secreção de endorfinas, opióides endógenos que funcionam como analgésicos naturais, mas também aumenta a secreção de seretonina, um hormônio neurotransmissor que interfere positivamente no estado afetivo da mulher.”  

-Blog Viva 50.

Uma alimentação adequada

Os seus hábitos alimentares pode refletir no seu estado emocional. Existem alimentos que ajudam o nosso corpo a se sentir melhor e mais equilibrado. Nós separamos para você uma lista de alimentos funcionais para você combater a irritabilidade na menopausa:

reposicao-hormonal

Durma bem!

A qualidade do sono reflete no estado de humor. Isso é fato! Portanto, é de suma importância que quem sofre de irritabilidade na menopausa evite consumir café, chás e qualquer outro alimento que seja rico em cafeína. É de suma importância também realizar alguns exercícios de relaxamento antes de dormir, não precisa ser extenso, basta trabalhar a soltura na musculatura, bem como, a respiração.

Você pode finalizar as suas noites com um banho reconfortante com essências que proporcionam o relaxamento físico e mental. Experimente!

Remédios naturais

Através da homeopatia e da fitoterapia é possível também reduzir a irritação. Procure em lojas especializadas plantas e ervas que melhoram o estado emocional, bem como, as dores provenientes da alteração hormonal.

Reposição hormonal

A reposição hormonal irá devolver para o corpo o estrogênio que está faltante. E com isso, muitos dos sintomas relacionados a queda dessa hormona serão mitigados. Níveis adequados do estrogênio melhora o ressecamento vaginal, melhora o sistema cardiovascular, melhora a textura da pele, unhas e cabelos, bem como, equilibra a produção de tecidos ósseos. Se você sofre de irritabilidade menopáusica de ordem secundária você sentirá a melhora do humor.

Todavia, a reposição hormonal também é eficiente no combate da irritabilidade menopáusica de ordem primária, pois com os índices adequados de estrogênio, o organismo voltará a produzir as doses recomendadas de serotonina e de tireoide.

Entretanto, alertamos sobre os riscos de uma reposição hormonal sintética, pois ela pode desencadear inúmeros problemas para a sua saúde. Busque uma reposição hormonal natural, pois são sem restrições médicas e o seu corpo irá se sentir bem mais confortável com o tratamento.

Você sofre com a irritabilidade na menopausa? Conte-nos o que você faz para driblar essa situação. Participe!

Deixe um comentário
Print Friendly, PDF & Email

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui