Existe Tratamento Natural para Menopausa?

Compartilhe
Sofrendo com os incômodos sintomas da menopausa? É possível contar com um tratamento natural para menopausa nessa fase da vida, saiba mais!

Quando a mulher passa dos 40 anos e vai se aproximando dos 50, chega aquela fase difícil em que ela se irrita com facilidade e torna-se até mais vulnerável fisicamente: a menopausa. Mas não se preocupe se você está nesta etapa da vida. Já é possível aderir a um tratamento natural para menopausa e minimizar seus efeitos desagradáveis, garantindo qualidade de vida para a mulher.

Não se exponha aos riscos do tratamento com reposição hormonal artificial! É possível controlar os sintomas dessa fase da vida com tratamentos naturais para menopausa. Descubra mais sobre o assunto neste artigo!

Quais são os sintomas da menopausa?

O climatério e menopausa são responsáveis por sintomas diversos no organismo feminino, que são caracterizados por problemas de ordem emocional até complicações cardiovasculares e ósseas (osteoporose), perda de memória e desequilibro do colesterol sérico. Tudo isso acontece por causa da baixa da produção de estrogênio.

Quais os tratamentos alternativos para a menopausa?

Hoje, felizmente, a sociedade não depende totalmente de substâncias químicas para tratamento dos problemas de saúde. A medicina alternativa ganha cada vez mais espaço e comprova a sua eficácia. Até mesmo médicos tradicionais dedicam-se a estudar os vegetais e plantas para compreender melhor seus efeitos no organismo humano. São publicados inúmeros livros sobre o assunto.

Uma das principais vantagens de aderir a um tratamento natural para menopausa é que eles não oferecem muitos riscos à nossa saúde.

Existe remédio natural para menopausa?

A resposta para essa pergunta sim, existe uma forma natural de controlar os sintomas da menopausa sem sentir tantos efeitos colaterais. Aliás, as substâncias para o tratamento desse tipo são retiradas da nossa própria alimentação. Além da nutrição, existem outras mudanças no estilo de vida que devem ser realizadas para amenizar os desconfortos da menopausa como a prática de atividades físicas e terapias como a acupuntura que já se mostrou eficaz.

Porém, é preciso ter a consciência de que o tratamento natural para menopausa apresenta resultados gradativamente. Portanto, é necessário ter um pouco mais de paciência e tomar certos cuidados com a saúde.

Quais são os melhores produtos naturais para a menopausa?

Existem diversas formas naturais para aliviar os sintomas da menopausa e livrar as mulheres de alguns efeitos colaterais que os hormônios sintéticos provocam. Um dos efeitos mais prejudiciais e que já existem vários estudos a esse respeito é a ligação direta entre a reposição hormonal sintética e o câncer de mama.

tratamento-natural-para-menopausa

Veja agora quais são os produtos naturais que ajudam a controlar os desconfortos nesse período da vida da mulher.

Vitamina C

Ela está presente em diversas frutas, especialmente as cítricas como a laranja e o limão e as de cor vermelha como a acerola e a goiaba. Essa substância é essencial para que a glândula adrenal (também conhecida como suprarrenal) produza certos hormônios como a aldosterona, o cortisol, adrenalina, noradrenalina e alguns hormônios sexuais. Além das próprias frutas e sucos, há vários suplementos de vitamina C que você pode consumir com orientação médica.

Maca Peruana

Essa raiz, muito utilizada por povos antigos do Peru, oferece benefícios para o nosso sistema endócrino, o responsável pela síntese e liberação de diversos hormônios. É uma forma de ajudar o nosso organismo a lidar com as diversas alterações hormonais que ocorrem durante o período da menopausa.

Óleo Essencial de sálvia

Ele ajuda no equilíbrio hormonal e também auxilia na redução das terríveis ondas de calor que acometem a mulher nesse período. Esse óleo pode ser utilizado de maneira mais eficaz através da inalação ou também diluindo-o com um óleo de massagem para aplicar no corpo.

Cohosh preto

Os nativos norte-americanos já utilizam essa erva há muitos anos para tratar cólicas menstruais, desequilíbrios hormonais e diversos sintomas da menopausa. Várias lojas que vendem ervas já possuem nas prateleiras o Cohosh Preto que pode ser uma ótima solução para as ondas de calor, insônia e algumas alterações do humor.

Ginseng

Um outro estimulante das glândulas suprarrenais e que também ajuda na redução de alguns desconfortos causados pela menopausa. Você pode encontrá-lo em diversas lojas na forma de chá ou de cápsulas ou mesmo na sua forma natural de raiz em feira livre. Veja algumas das propriedades que o ginseng possui:

  • Afrodisíaco;
  • Antidepressivo;
  • Diurético;
  • Antioxidante;
  • Bioestimulante;
  • Anti-inflamatório;
  • Revitalizante e fortalecedor;

Isoflavonas

São compostos orgânicos pouco encontrados na natureza, mas que existe em grande quantidade nos grãos de soja. Por possuírem uma semelhança na sua estrutura muito parecida com o estrogênio, elas conseguem exercer funções muito parecidas com as desse hormônio.

Trevo vermelho

É uma planta excelente para levar para longe os efeitos indesejados da menopausa por conter as tais isoflavonas das quais acabamos de falar. Com uso dessa planta, que pode ser realizado em forma de chá, os níveis de estrogênio crescem e conseguem equilibrar os níveis hormonais.

Semente de linhaça

Ela possui alguns componentes muito parecidos com o estrogênio e, por conta disso, ajudam a evitar que as ondas de calor apareçam. É possível encontrar na linhaça diversas substâncias benéficas para a saúde como o ômega-3, fibras e outros tipos de óleos que são essenciais para a formação de diversos hormônios.

Para facilitar o consumo dessa semente você pode já comprá-la moída, na forma de pó ou moer você mesma, em casa, com a ajuda do liquidificador. Ela pode ser adicionada aos sucos, às vitaminas, às saladas e às outras refeições.

tratamento-natural-para-menopausa

Inhame

Enquanto outros alimentos conseguem aumentar as taxas de estrogênio, o inhame está relacionamento com a elevação da progesterona. Esse hormônio está diretamente ligado ao aumento da densidade óssea e como a osteoporose é uma das possíveis consequências da menopausa, vale a pena inserir as propriedades desse alimento no seu cardápio.

O inhame também tem propriedades diuréticas, excelente para as mulheres que passam por uma retenção de líquidos nesse período, deixando-as inchadas.

Amora negra

As folhas da amoreira são excelentes para reduzir ou até eliminar o sintomas da menopausa. Elas conseguem controlar, principalmente, as ondas de calor já que possuem uma substância chamada de fitoestrogênio, que reduz o desequilíbrio hormonal durante esse período.

Para usá-la basta fazer um chá com 500 ml de água e 10 gramas da folha seca, que pode ser encontrada em lojas de produtos naturais. Ferva a água e depois da panela desligada, jogue as folhas e abafe por 5 minutos. Depois disso, basta tomar.

Como funciona a reposição hormonal feminina?

O ponto principal da terapia de reposição hormonal é tentar equilibrar os níveis de estrogênio e de progesterona que, na mulher com menopausa, estão em baixa. Essa terapia deve começar na época do climatério, ou seja, durante o período imediatamente anterior ao fim da vida reprodutiva feminina.

A reposição hormonal pode ser realizada com hormônios sintéticos ou bioidênticos (hormônios que possuem a forma estrutural e molecular semelhantes àquelas produzidas pelo corpo humano).

Durante esse período, o estrogênio cai cerca de 30% aos 50 anos e a progesterona, hormônio responsável por manter a gestação e também de proteger o corpo da mulher contra o câncer de endométrio, tecido que reveste o útero, miomas e pólipos.

Como há uma queda drástica na quantidade de hormônios, a terapia de reposição hormonal tenta repor o estrogênio e a progesterona perdidos, entretanto, este é um tratamento arriscado, pois o corpo estava acostumado com uma determinada quantidade deles, sendo assim, ao “repor” mais hormônios do que o corpo produzia, pode-se desencadear sérios problemas de saúde como: câncer de endométrio, câncer de mama, acúmulo de gordura corporal, retenção de líquido, doença cardíaca, pressão alta, etc.

A reposição também ajuda a evitar certas doenças como a hipertensão arterial, já que o tecido adiposo da região abdominal aumenta, e também a osteoporose.

Porém, é preciso saber que nem todas as mulheres precisam fazer a terapia. Em algumas, os sintomas são mais fracos e apenas uma mudança de hábitos, como a prática de exercícios e alimentação saudável, podem ajudar a reverter os sintomas.

Qual a diferença entre o tratamento natural para menopausa e o tratamento químico?

O tratamento químico para menopausa baseia-se na reposição hormonal artificial feita com o uso de certos medicamentos, como Climene e Femoston, que ajudam a repor os níveis de estrogênio e minimizar os sintomas característicos dessa fase.

Esse tratamento, entretanto, não é indicado para todas as mulheres – por exemplo, mulheres que sofreram AVC ou infarto não podem se submeter a ele; nem aquelas que sofrem de lúpus ou câncer de mama. Além disso, os remédios podem provocar efeitos colaterais e nem todas as mulheres – mesmo aquelas sem contraindicação clínica – querem se expor a esses riscos.

O tratamento natural para menopausa, por sua vez, está livre desses riscos. Baseado no estudo das propriedades medicinais das plantas, suplementos alimentares a base de vegetais ajudam a minimizar os sintomas da menopausa permitindo que muitas mulheres convivam melhor com essa fase da vida.

tratamento-natural-para-menopausa-2

Qual o hormônio natural feminino?

A versão natural mais importância dos hormônios femininos é o fitoestrogênio combinado com a isoflavona. Essas substâncias são encontradas no grão de soja amarelo e se comporta de uma forma muito similar ao nosso estrogênio natural. Em alguns países como a Coreia, a soja é a base da alimentação da população e as mulheres apresentam menores índices do câncer de mama. São apenas 3 casos para cada 100 mil mulheres.

Achar soja em supermercados e suplementos à base desse alimento é muito fácil e não custa caro. Se você está querendo uma alternativa mais natural para lidar com os sintomas da menopausa, ingerir suplementos à base de soja é uma boa opção.

Remédio natural para menopausa funciona?

Os remédios naturais funcionam como um tratamento natural para menopausa e servem para aliviar os sintomas da menopausa e têm muitos benefícios quando comparados ao tratamento com hormônios sintéticos. Eles possuem menos efeitos colaterais já que estão presentes em alimentos que podem ser consumidos sem maiores riscos. Além disso, esses alimentos possuem outros benefícios que vão além, contribuindo para a saúde do corpo como um todo. Mas, afinal de contas, o remédio natural funciona mesmo?

Já que certos alimentos, como os mencionados mais acima, possuem substâncias que conseguem aumentar os estrogênio e até mesmo ter o funcionamento muito parecido como desse hormônio, logo o uso de algum tratamento natural para menopausa podem funcionar sim. Aliás, o ideal é que você tente primeiro um tratamento que não abuse de medicamentos sintéticos. Obtendo os resultados desejados, você pode continuar com esse tipo de reposição e livre dos efeitos colaterais.

Como o tratamento natural para menopausa pode ajudar as mulheres?

O tratamento natural para menopausa pode usar compostos específicos para combater os sintomas dessa etapa da vida. Um bom exemplo é a reunião de óleo de prímula, óleo de linhaça e gérmen de soja nas devidas concentrações para uso oral, concentrados em cápsulas.

Óleo de prímula

O óleo de prímula possui ácidos graxos poli-insaturados (como o ácido gama linolênico), que não são produzidos pelo organismo, consumidos apenas na dieta diária. O ácido gama linolênico, ou GLA, compõe a estrutura das membranas celulares e produz a prostaglandina E1, substância que contribui para o equilíbrio dos hormônios femininos.

Óleo de linhaça

O óleo de linhaça é rico em ácidos graxos, proteínas, sais minerais, vitaminas, Ômega 3 e aminoácidos. Possui lignina, um composto com propriedades anticancerígenas, que se assemelha quimicamente ao estrogênio.

Gérmen de soja

A soja é utilizada até mesmo individualmente para combater os sintomas dessa etapa da vida da mulher, servindo como um tratamento natural para menopausa. O uso de isoflavona de soja reduz a intensidade e a frequência dos fogachos em 50% das mulheres nessa etapa da vida e também evita a secura vaginal. Ela ainda é útil na prevenção e tratamento da osteoporose.

reposicao-hormonal

Por que as mudanças são necessárias?

Além de adicionar todos esses alimentos citados nesse post à sua refeição diária, você também precisará modificar alguns hábitos de vida. Praticar exercícios diariamente, além de liberar substâncias que ajudam a modular o humor, também auxiliam na questão da hipertensão arterial, reduzindo o acúmulo de gordura localizada na região abdominal.

Outro ponto importante é cuidar também da aparência. Vá ao salão, arrume os cabelos, pinte as unhas. Se precisar, compre algumas roupas novas, principalmente se você tiver ganhado peso durante a menopausa. Além de tudo isso, sair com os amigos e com a família também é muito importante para continuar tendo uma vida saudável e não se desfazer da sua rotina só por conta desses sintomas.

Uma das grandes vantagens de apostar em remédios naturais é o fato de que você pode usá-los por um período indefinido. Não podemos dizer o mesmo da terapia hormonal convencional que está intimamente relacionada com o desenvolvimento do câncer de mama quando é administrada por mais de 5 anos.

Já realizou algum tratamento natural para a menopausa? Conte pra gente como foi a sua experiência e se você conseguiu ou não alcançar os resultados desejados por meio desse método.

 

Deixe um comentário
Print Friendly