Seis dicas para prevenir a osteoporose

Compartilhe
prevenir-a-osteoporose
A osteoporose é um diagnóstico comum em mulheres na menopausa. Saiba como se prevenir e evitar esse problema acessando o nosso artigo!

Aprenda seis dicas para prevenir a osteoporose. Os nossos ossos são estruturas rígidas que sustentam, juntamente com os músculos e os tendões, todo o nosso corpo. Porém, apesar de serem duros, com aspecto pétreo, eles são porosos e cheios de células que se renovam a todo o tempo. Isso permite o crescimento e o desenvolvimento para acompanhar os demais órgãos e tecidos do corpo.

estou-na-menopausa

Essas inúmeras transformações durante toda a vida acabam por desgastar o tecido ósseo ao longo do tempo. Especialmente durante o período da menopausa nas mulheres. Isso porque os hormônios femininos são protetores naturais dos ossos, mas quando existe uma baixa hormonal em decorrência da menopausa, os cuidados precisam ser redobrados para não sofrer com a temida osteoporose.

A osteoporose é causada quando o corpo não consegue mais repor a massa óssea perdida das transformações celulares e os ossos acabam ficando mais frágeis e porosos. Com isso, ficam também mais sujeitos a fraturas. 

1. Pratique atividades físicas 

A prática de atividades físicas previne a osteoporose (perda da massa óssea), e ainda fortalece toda a estrutura corporal, proporcionando maior estabilidade para o corpo e também para os ossos. A professora Patrícia Horta Andrade Finotti informa que: 

“Os ossos requerem estresses mecânicos para crescerem e se fortalecerem; assim, a atividade física é um componente importante no desenvolvimento e manutenção da integridade e força esquelética. O tecido ósseo necessita de estímulos diários de força de compreensão para manter-se saudável. Dessa maneira, assim como os músculos, os ossos permanecem fortes com a prática de exercícios regulares. A manutenção da massa ou a hipertrofia óssea está relacionada não só à  contração muscular, mas também à ação da gravidade e ao estresse mecânico a que o osso é submetido.” 

-Profa. Patrícia Horta Andrade Finotti, Coordenadora do Curso de Fisioterapia do Centro Universitário São Camilo. 

prevenir-osteoporose

Vale acrescentar que a atividade física, é relevante tanto para a prevenção, quanto para o tratamento da osteoporose, isso porque, a contração muscular e a descarga de peso do corpo, proporcionam a eliciação do crescimento, formação, bem como, a manutenção do tecido dos ossos, com isso, fica evidente que a exercitar o corpo é um forte aliado para prevenir a osteoporose.

2. Alimentos ricos em cálcio 

Existem alimentos que ofertam uma grande quantidade de cálcio, são eles: o leite e seu derivados, os vegetais escuros, a sardinha, o salmão, tofu e a semente de gergelim. Todavia, não se esqueça de consumir a vitamina D, pois essa vitamina é fundamental para que o organismo possa se beneficiar do cálcio.

“Mulheres na fase da menopausa também precisam muito de cálcio, a recomendação da Organização Mundial de Saúde é que a ingestão diária alcance os 100 mg por dia para o adulto saudável. A necessidade diária desse mineral varia conforme a idade, chegando a 1.200 miligramas por dia após os 50 anos.”

-Dr. Victor Sorrentino.   

3. Exponha-se ao sol para prevenir a osteoporose

O sol ainda é a melhor forma de sintetizar a vitamina D, que ajuda na absorção do cálcio pelo nosso organismo. Portanto, durante as primeiras horas da manhã (entre 7h e 9h da manhã) ou ao entardecer (entre 17h e 18h) é fundamental tomar um pouco de sol.

Todavia, não se esqueça de passar o protetor solar, para prevenir contra o câncer de pele. A doutora Cintia é enfática em afirma que: 

“A sociedade dermatológica em geral é categórica em reafirmar a importância de se manter o uso do filtro solar diariamente em todas as áreas expostas ao sol mesmo em pacientes com insuficiência  de vitamina D. Isso porque há estudos mostrando que é possível apresentar níveis ótimos dessa vitamina no organismo apenas melhorando alimentação e/ou realizando suplementação oral. Um exemplo disso é a Noruega, um país cuja latitude repercute numa péssima condição para produção de vitamina D pelo organismo, e no entanto, sua população apresenta níveis ótimos quando no sangue, o que é explicado pela alimentação rica em peixes.” 

-Dra. Cintia Cunha, Dermatologista. 

4. Diminua o consumo de álcool

O excesso de álcool também prejudica a absorção do cálcio. Portanto, é ideal diminuir o consumo para uma vida mais saudável e equilibrada.

Relativo ao consumo de álcool, parece haver um efeito direto sobre os osteoblastos, determinando diminuição nos níveis de osteocalcina nos estágios inicias, além de mudanças histomorfométricas em etapas posteriores. Há também relatos não somente da diminuição da formação óssea, bem como aumento de reabsorção. Em alcoólatras crônicas, os níveis séricos de vitamina D e seus metabólitos diminuem, independentemente da presença de qualquer hepatopatia. O consumo de bebidas alcoólicas que excede a 200 ml por semana pode interferir nos níveis estrogênicos e isso estaria associado com o aparecimento da osteoporose.” 

-Nívea Dulce Tedeschi Conforti Froes, Mestre e Doutora em Genética pela Universidade Estadual Paulista. 

sucos-para-menopausa

5. Abandone o cigarro

Além de todos os males que já conhecemos causados pelo cigarro, que são inúmeros, ele ainda é extremamente nocivo para os ossos. Portanto, abandone de vez este vício, viva com mais saúde e previna a osteoporose. Estudos comprovaram que quando a mulher para de fumar, no período de 10 anos o risco de sofrer com a osteoporose, bem como, com faturas torna-se parecidos com uma mulher que nunca havia fumado! Portanto, prevenir a osteoporose perpassa no abandono do hábito de fumar. 

“Mulheres que fumam entre os 40-48 anos de idade têm maior probabilidade de apresentarem osteoporose aos 65 anos de idade. Quanto maior a quantidade de cigarros fumada ao dia, maior a chance de vir a ter osteoporose.”

-Dra. Cristina Ellert Salomão. 

6. Evite quedas e acidentes domésticos

É fundamental que você evite as quedas e os acidentes domésticos a fim prevenir a osteoporose. Para isso você precisa começar a mudança dentro de casa. É preciso retirar os tapetes escorregadios, colocar algum apoio no box do banheiro e demais recursos para evitar acidentes que podem causar fraturas. Também, fique atento aos solados de seus calçados. Eles devem ser firmes e bem estruturados para evitar as quedas e torções dos pés e tornozelos.

Gostou? Deixe o seu comentário. Participe!

Deixe um comentário
Print Friendly, PDF & Email

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui