Fadiga na menopausa pode se tornar um sintoma frequente

Compartilhe
fadiga-na-menopausa

Que a mulher na menopausa é acometida por vários sintomas todos já sabem, mas por que o cansaço é um deles? Você também sente a fadiga na menopausa? Descubra mais sobre ela!

O que é a fadiga?

A fadiga é uma sensação fraqueza, que é descrita como uma falta de capacidade do corpo de continuar funcionando ao nível normal, pelo sentimento de excesso de esforço. Ela é mais comum ao fazer exercícios pesados, que exigem muita energia do organismo, mas, também pode aparecer por diversos outros motivos.

De acordo com o Dr. Drauzio Varella, o cansaço é uma das 5 reclamações mais comuns quando os pacientes procuram aos clínicos gerais.

Motivos para o surgimento da fadiga

Hábitos

  • Consumo em excesso de bebidas com álcool;
  • exagero na ingestão de cafeína;
  • abuso de remédios psicoativos;
  • muita atividade física;
  • falta de atividade (sedentarismo);
  • insônia no geral;
  • uso de xaropes ou anti-histamínicos;
  • dieta não balanceada.

Alterações psicológicas

Doenças

  • Disfunções no fígado;
  • câncer;
  • anemia;
  • encefalomielite miálgica;
  • doença renal;
  • DPOC;
  • enfisema;
  • doença do coração;
  • hipotireoidismo;
  • hipertireoidismo;
  • obesidade;
  • doença de Willis-Ekbom;
  • diabetes tipo I e II;
  • insuficiência adrenal primária;
  • anorexia;
  • bulimia;
  • artrite;
  • doenças autoimunes;
  • insuficiência cardíaca;
  • narcolepsia;
  • desnutrição;
  • doenças nos rins;
  • doenças hepáticas.

Por que a fadiga se torna frequente na menopausa?

A fadiga é um sintoma muito comum em mulheres que atingem a fase da menopausa, devido aos hormônios, mais precisamente, à queda deles. Ela aparece pois é uma consequência de outro problema encontrado no climatério: a insônia, ou seja, quando não se dorme direito, a sensação de cansaço durante o dia se torna muito mais frequente.

hormonios
fadiga na menopausa

A melatonina é um hormônio fabricado de forma natural em nosso organismo, tendo maior concentração na pele. Este elemento é responsável pela vontade de dormir, pois está ligado ao ritmo circadiano (ciclo biológico dos seres humanos de 24h, influenciado principalmente pela variação de luz e temperatura).

Com a chegada da menopausa, a produção de melatonina é reduzida, assim como de outros hormônios corporais, causando os distúrbios de sono, que geram a fadiga.

Dicas para evitar e tratar a fadiga na menopausa

1. Enxergar

Quando a fadiga aparece, é preciso observar primeiramente seu estilo de vida. Seu trabalho e o lazer estão em equilíbrio? Se sente sobrecarregado física ou mentalmente? Está dando conta de fazer tudo? Se a resposta for não, tente dividir melhor suas tarefas, para que seu corpo não sinta as consequências.

2. Exercícios físicos

Praticar atividades físicas regularmente pode melhorar sua resistência física. Aconselha-se fazer ao menos 30 min. de exercícios físicos diariamente. Também é indicado pela medicina trabalhar o sistema cardiovascular, exercitando pelo menos 2 vezes por semana, por 1h e 30min.

3. Dormir em horários regrados

Estabelecer horários fixos para dormir pode auxiliar a regular o sono (mesmo aos fins de semana), pois o próprio corpo se acostuma com isso. Dormir demais também pode deixar o corpo mais cansado, tente despertar cedo!

4. Livro chato

Ler faz bem, tanto para o corpo como para a mente, e ainda ajuda a diminuir a insônia. É preciso saber se não é o livro que tem afastado seu sono, pois seu livro de cabeceira pode ter um assunto que chame muito a sua atenção.

5. Chá morno

Os chás que não são a base de cafeína ajudam a relaxar e por isso são boas opções para induzir o sono, mas é importante verificar a temperatura da bebida. Chás de camomila ou erva-doce, por exemplo, em altas temperaturas, podem causar ao invés de sono, insônia. Prefira o chá em temperatura ambiente ou morno antes de dormir.

6. Música

É claro que para dormir a dica é colocar uma música calma, que te faça relaxar e não algo agitado para você sair dançando e acabar despertando ainda mais do sono.

7. Massagem

Ajuda a dormir melhor, pois relaxa os músculos e a mente. Afinal, um dos maiores causadores da insônia, hoje em dia, é o estresse e as tensões acumuladas do dia a dia.

8. Alimentação balanceada

É importante ter uma alimentação saudável, baseada em alimentos nutritivos, com baixo consumo de calorias, gordura e sal. Isso evita a sobrecarga do corpo, que tem de trabalhar mais para eliminar os excedentes.

9. Beber muito líquido

O ideal é beber 1,5 a 2 litros de água ou suco natural por dia. A água ajuda a hidratar as células do organismo, o que lhes permite ter um desenvolvimento melhor, e também auxilia na eliminação de toxinas.

reposicao-hormonal

10. Evitar o fumo

Fumar causa diversos problemas ao corpo, um deles é o aumento da fadiga, pois pode prejudicar seu sistema respiratório, fazendo com que a resistência à exercícios fique baixa.

Sente muita fadiga na menopausa? Qual atitude você toma para espantar a sensação de cansaço? Conte mais sobre você, aqui no Saudável e Feliz!

Deixe um comentário
Print Friendly

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui