Câncer de mama: causas, sintomas e prevenção!

Compartilhe
sintomas-do-cancer-de-mama
A mamografia é recomendada para todas as mulheres, principalmente as de 40 anos ou mais, para prevenção do câncer de mama.

O câncer de mama é uma neoplasia maligna, muito comum entre as mulheres, que se manifesta na forma do desenvolvimento desordenado das células mamárias, capaz de formar um ou mais nódulos na mama. Veja as principais sintomas do câncer de mama, bem como, as causas e a prevenção!

O câncer de mama pode ser classificado em diversos tipos, cada um com características e gravidade diferente. Por esse motivo, assim que um nódulo mamário é detectado ele precisa passar por uma avaliação detalhada para que seja avaliado e submetido ao tratamento correto, de maneira que minimize os riscos a paciente e também não se espalhe para outros órgãos.

Sintomas do câncer de mama

Dentre os sintomas do câncer de mama o mais comum, é o aparecimento de nódulo na região mamária indolor, duro e irregular. Porém, outros sinais precisam também ser observados na mesma parte do corpo. Edema cutâneo na região das mamas, inversão do mamilo, descamação ou ulceração dos mamilos, secreções incomuns nas mamas ou linfonodos palpáveis nas axilas são manifestações tradicionais dessa doença.

Conheça as principais causas do câncer de mama

sintomas-do-cancer-de-mama
Principais causas do câncer de mama

O câncer de mama é um tumor maligno que se origina nas células mamárias e que afeta principalmente as mulheres, mas também pode se desenvolver nos homens.

Todos os anos milhares de mulheres morrem por causa desta doença, pois na maioria dos casos a detecção do problema é feita tardiamente, os sintomas do câncer de mama foram negligenciados deixando o tratamento com pequenas chances de sucesso.

Se descoberto com até 1 cm, as chances de cura do tumor chegam a 95%, por isso é importante que as mulheres façam o auto-exame regularmente e que mulheres com mais de 40 anos realizem a mamografia todos os anos, pois com o avanço da tecnologia é possível tratar o câncer.

Como os fatores de risco e as causas do mesmo são elementos chaves para a prevenção do problema, toda mulher precisa saber as principais causas da doença.

Idade e sexo

Como mencionado acima, este tipo de câncer atinge muito mais mulheres que homens, e na maioria dos casos o risco da doença aumenta com o passar da idade, especialmente após os 50 anos.

Histórico familiar

Alguns estudos comprovam que pessoas que tiveram histórico de câncer na família têm maior chances de sofrer da doença, como também de câncer de colo de útero, ovário ou cólon.

Genética

O câncer de mama também pode se desenvolver devido a um gene defeituoso transmitido por um dos pais, geralmente os defeitos encontrados são nos genes BRCA1 e BRCA2, que são responsáveis por produzir proteínas que protegem contra o câncer.

Ciclo menstrual

Se a mulher iniciou seu período menstrual antes dos 12 anos o risco de câncer aumenta, isso também acontece quando ela chega à menopausa, depois dos 55 anos.

Consumo de bebidas alcoólicas

Segundo alguns estudos consumir de 1 a 2 copos de álcool por dia pode potencializar as chances.

Parto

Mulheres que tiveram filhos depois dos 30 anos tem maiores chances de ter câncer de mama. Outra curiosidade é que, ter mais de uma gravidez numa idade considerada “jovem” reduz os riscos de desenvolver a doença.

Terapia com hormônios

Algumas mulheres fazem terapias com hormônios, principalmente durante a menopausa, mas não conhecem o alto risco do desenvolvimento do câncer de mama.

reposicao-hormonal

Obesidade

Ainda que não tenha sido completamente comprovado, acredita-se que mulheres com obesidade produzem mais estrogênio, o que estimula o desenvolvimento da doença.

Radiação

Radiografias ou tomografias aumentam o risco da doença consideravelmente, isso depende da dose recebida e idade que a pessoa tinha na época.

Alimentação

Algumas pesquisas acreditam que o fato de manter uma má alimentação aumenta os riscos da doença, como consumir muitos alimentos refinados, embutidos, gorduras saturadas, açúcares, entre outros.

O autoexame das mama

O autoexame das mamas , ainda na fase inicial, ajuda a identificar os sintomas do câncer de mama. De acordo com dados do INCA (Instituto Nacional de Câncer), ele é o segundo tipo de câncer mais frequente no mundo, e o mais comum entre as mulheres, respondendo por 22% dos casos novos a cada ano.

Aqui no Brasil, as taxas de mortalidade desta doença continuam altas, principalmente porque ela ainda é diagnosticada em estágios mais avançados, situação que dificulta seu tratamento.

Portanto, é fundamental tirar um tempo do seu dia para se autoexaminar, para se conhecer melhor e detectar precocemente esta doença.

Diagnosticando o câncer de mama

Diante de algum sintoma observado no autoexame de mama feito pela mulher, ou por um médico, é ideal procurar um ginecologista para que ele possa realizar os exames que detectam a presença, ou não, do câncer de mama.

É fundamental relatar ao médico se você apresenta algum fator de risco – como histórico familiar e hábitos irregulares de saúde – ou demais informações pertinentes que facilitam o diagnóstico da doença.

Estratégias de prevenção da doença

Para que sejam diminuídos os riscos de manifestar esta doença, vale seguir uma antiga dica: valorizar a prevenção. Além de reduzir os riscos de formação de nódulos nocivos para a saúde, cabe ressaltar que manter hábitos regulares de alimentação, prática de atividade física e evitar o consumo de tabaco ou exagerado de álcool pode ajudar a melhorar sua saúde como um todo. Essas práticas também podem ajudar a evitar o desenvolvimento de outros tipos de tumores e demais doenças que podem atingir a saúde da mulher.

Conhecer exatamente como os sintomas do câncer de mama podem ser desenvolvidos é essencial para que você possa abraçar esta causa. Divulgue a importância do autoexame de mama e dos hábitos saudáveis de vida para outras mulheres, para que vocês também ajudem a diminuir as estatísticas crescentes de mulheres que contraem essa doença anualmente.

Vale a pena tratar desse assunto com carinho com quem você ama. Lembre-se que a informação é sempre o melhor caminho para cuidar da sua saúde!

Qual é a sua opinião sobre o diagnóstico e o tratamento do câncer de mama? Compartilhe suas experiências com a gente!

Deixe um comentário
Print Friendly, PDF & Email

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui