Alimentos afrodisíacos e a cultura brasileira

Compartilhe

A cultura brasileira possui uma gama extensa de alimentos afrodisíacos para quem está a fim de estimular ou aumentar o desempenho sexual.

O nosso país é completamente plural em todos os aspectos, com a nossa cultura o fator pluralidade não é diferente. Em cada região, estado ou cidade é apresentado um arsenal de costumes e práticas, digno de ser samba-enredo de qualquer escola de samba.

A sabedoria popular apresenta uma lista vasta de alimentos, preparados (garrafadas), bebidas (fusões) para aquelas pessoas que estão precisando de uma ajudinha extra na hora do “vem câ com a mãe”. Você com certeza já ouviu alguém indicar ou falar que comeu ou tomou algum alimento com o objetivo de aumentar o desejo sexual.

A ciência tem realizado diversas pesquisas para tentar comprovar ou desmistificar a fama dos alimentos afrodisíacos. Por outro lado o senso comum é ferrenho em contestar e garantir a eficiência e o resultado tão estimado. A nutróloga Liliane Oppermann coloca luz sobre essa pauta informando que:

“Esses alimentos podem exercer diversas ações no metabolismo: aumentam a circulação sanguínea, atuam diretamente no sistema nervoso central e alteram a libido. Além de aumentarem a produção dos hormônios sexuais, eles estimulam sensações de prazer favorecendo a lubrificação vaginal e prolongando a ereção.”

Liliane Oppermann, Nutróloga.

É muito comum falarem dos alimentos afrodisíacos que proporcionam uma “colaboração” para o sexo masculino. Você já percebeu isso?! E para a mulher? Ela também quer o aumento e estimular o desempenho sexual! Pensando nisso o Saudável e Feliz separou uma lista de alimentos afrodisíacos que estão vinculados com o aumento da libido feminino.

Curiosidade: O que é a libido? A palavra libido é de origem latina e significa desejo ou anseio. A libido é caracterizada como uma energia aproveitável para os instintos de vida. O exercício da sexualidade é um dos instintos de vida.

Como foi mencionada no início da matéria, a cultura brasileira é plural, portanto, serão apresentados os alimentos afrodisíacos de cada região com o objetivo de facilitar a sua leitura e garantir que você possa encontrá-los com mais facilidade e é claro confirmar ou não o efeito, caso você já tenha experimentado!

Região Norte

região-norte-brasileira
Estados da região norte.

A culinária dessa região encanta pelos sabores, aromas, cores e texturas. A tradição dos índios nativos da Amazônia e algumas pitadas dos costumes dos negros e dos brancos proporcionaram uma riqueza incomparável.

Na região norte existe uma iguaria muito apreciada pelos indígenas chamada de turu. Nada mais é que um molusco bem parecido com uma simpática minhoca. O turu vive nos manguezais (a sua casinha são os troncos do mangueiro). Pois, bem! Ele é um alimento afrodisíaco. Os moradores confirmam que além dele dar aquela “animada” ele oferta força física. Que tal? Hoje não? Calma, existem outros alimentos nessa região que também são afrodisíacos veja:

Guaraná

Essa fruta típica da Amazônia atua como estimulante sexual para as mulheres. Atenção! Não é o refrigerante. É a polpa. O guaraná também auxilia contra o estresse, fortalece o organismo e diminui o cansaço.

Jenipapo

O jenipapo é uma fruta que parece com o figo, todavia, é um pouco maior. O fruto do jenipapeiro é utilizado como matéria-prima para doces, xaropes, licores, vinho e quinino. Jenipapo em tupi-guarani que dizer “fruta que serve para pintar”. Os indígenas através do suco da fruta pintavam o corpo. Para medicina popular o seu suco é considerado afrodisíaco para o sexo feminino.

Catuaba

O pó da casca da árvore é conhecidíssimo pela sua grande capacidade de aumentar a libido e o desejo sexual. Os índios tupis foram os primeiros a reconhecer as qualidades desse alimento. Eles fabricavam um chá afrodisíaco que aumentava a libido de toda a tribo.

Região Nordeste

região-nordeste-brasileira
Estados da região nordeste.

A culinária da região nordeste é reconhecida mundialmente pela fama das refeições recheadas de temperos e especiarias quentes! A tradição da cozinha negra é bem forte nesses estados.

Ostras

A região nordeste é privilegiada, pois todos os seus estados são banhados pelo mar. E se tem água salgada tem ostras, não é mesmo? A ostra possui aminoácidos que estimulam a lubrificação feminina. Aumenta a produção de testosterona e da progesterona que aumentam a libido.

Pimenta

É encontrada em todas as regiões, entretanto, quando alguém pergunta uma região que utiliza muita pimenta nos pratos a resposta é rápida, correto? A pimenta vermelha acelera os batimentos cardíacos, aquece o corpo e melhora a circulação sanguínea. Essas sensações não são semelhantes ao que o sexo faz com o nosso corpo? Ela é um valiosíssimo alimento afrodisíaco, pois estimula a sensibilidade da vagina.

Região Centro-oeste

região-central-brasileira
Estados da região centro-oeste.

A culinária da região central do Brasil é diversa! Ela traz referências da cultura indígena, entretanto, também possui traços das outras regiões brasileiras.

Caldo de piranha

Essa comida é considera altamente afrodisíaca pelos moradores do pantanal. Ela é feita com carne de peixe batida com cebola e pimentão. O saboroso caldo é temperado com manjericão, pimenta e folhas de louro.

Manjericão

O manjericão é um alimento afrodisíaco, pois eleva o desejo sexual, colabora com a fertilidade feminina e acima de tudo proporciona uma sensação de bem-estar para a mente e para o corpo.

Região Sudeste

região-sudeste-brasileira
Estados da região sudeste.

Se existe uma região que exemplifica muito bem o quanto a nossa cultura é plural, essa região é a sudeste. São Paulo traz os aspectos e características cosmopolitas, entretanto, o estado de Minas Gerais é o mais tradicional quando o assunto é gastronomia.

Morango

Essa fruta é considerada um alimento afrodisíaco de primeira ordem. Quem nunca pensou na frutinha vermelha para dar aquela esquentada na hora H? A sua cor por si só já é associada ao amor e à paixão.

Banana

Essa é uma fruta encontrada em quase todas as regiões do nosso país, entretanto, ela é bem disseminada pelas florestas da mata atlântica, principalmente no que resta desse biossistema na região sudeste.

A banana oferta potássio e as vitaminas do complexo B fundamentais para a produção de hormônios sexuais. Além disso, a banana, a ostra e outros alimentos são considerados afrodisíacos por ação sensual (eles evocam visualmente os órgãos sexuais humanos).

Região Sul

região-sul-do-brasil
Estados da região sul.

Nessa região o consumo do churrasco, do chimarrão e do pinhão é bem marcante. A região é agraciada pelas temperaturas baixas favorecendo a criação de pratos extremamente saborosos e suculentos.

Uva roxa

A casquinha dessa frutinha maravilhosa é rica em resveratrol que eleva o nível de estrogênio, aumenta o apetite sexual e facilita a lubrificação feminina. Um estudo realizado pela Universidade Northwestern, nos EUA confirmou as propriedades afrodisíacas da uva roxa.

Pinhão

A araucária é rainha soberana nos campos da região sul. A sua semente, o pinhão é muito requisitado nos pratos típicos do outono e do inverno. Mas a sua fama ultrapassa as estações de temperaturas amenas, pois ele é considerado afrodisíaco. O pinhão é utilizado há séculos como ingrediente de poções do amor.

Não existe poção milagrosa!

Nenhum alimento afrodisíaco é fenomenal a ponto de reacender a chama do desejo nas mulheres que estão passando por um mau momento na relação conjugal.

Fatores biológicos também contribuem com a baixa no desejo e na libido. Alterações hormonais como as que ocorrem em mulheres menopausadas precisam de um cuidado especial. O médico Sérgio Iankowski é bem enfático a confirmar:

“O verdadeiro órgão sexual é o cérebro. Se ele não funciona bem, o resto falha. No sexo, não tem nada mais importante que o poder de sugestão.”

-Sérgio Iankowski, Médico.

reposicao-hormonal

Os alimentos afrodisíacos podem até não serem tão potentes como a cultura popular afirma, entretanto, é fato que eles possuem um grande poder de sugestão.

Quem nunca sentiu aquele calorzinho quando a pessoa desejada aparece com morangos com chantilly e mel?

Curiosidade: Você sabia que a palavra afrodisíaca possui correlação com o nome da Afrodite, a deusa do amor, da beleza e detentora de um grande poder de sedução?

A antropóloga Helen Fisher da Universidade Rutgers de Nova Jersey (EUA), afirmou que cada pessoa possui dentro de si três substâncias eróticas mais potentes já existentes do universo. São elas: testosterona, oxitocina e a dopamina.

A testosterona é um hormônio responsável pelo gatilho da libido. As mulheres também produzem esse hormônio, não na mesma quantidade que os homens, mas produz. A oxitocina também é um hormônio que é liberado pelo orgasmo, fornecendo aquela sensação gostosinha de “o amor está no ar”. A dopamina é uma substância química responsável pelo sentimento de apego e confiança.

A sexualidade feminina e os alimentos afrodisíacos

A sexualidade feminina ainda é pouco discutida, todavia, é evidente que para mulher a libido é despertada por inúmeros fatores bem mais complexos do que para o sexo masculino. O sexo é um grande dilema para a humanidade, a sexóloga Teresa Alcón faz uma crítica sobre os aspectos que a sexualidade tomou:

“A sexualidade se transformou em uma corrida para conseguir o maior número de ereções, orgasmos e posições, o que faz com que frequentemente não desfrutamos plenamente do momento presente que compartilhamos com a outra pessoa. Não haverá receita mágica nem substância capaz de paliar o dano que essa atitude exerce sobre nossas relações. É essencial situar a sexualidade fora dessa competitividade e percebê-la a partir do seu aspecto mais lúdico e gratuito.”

-Teresa Alcón, Sexóloga.

Enfim, os alimentos afrodisíacos podem dar aquela ajudinha para aquecer a relação, cada região possui a sua lista sem contar com aqueles alimentos que possuem a fama e são de conhecimento mundial.

O importante é você estar com vontade e segura! Faça aquele jantarzinho especial para a pessoa amada com os alimentos apresentados aqui e seja feliz.

Gostou da matéria? Em seu estado tem algum outro alimento afrodisíaco que não foi mencionado aqui? Compartilhe conosco!

Deixe um comentário
Print Friendly

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui