Menopausa engorda: mito ou verdade?

Compartilhe
Um dos dilemas da menopausa é justamente esse: a menopausa engorda ou não? Entenda o que muda no corpo da mulher e sua relação com a balança
Um dos dilemas da menopausa é justamente esse: a menopausa engorda ou não? Entenda o que muda no corpo da mulher e sua relação com a balança

Você que já está na faixa dos 40 anos e é uma mulher preocupada com sua saúde e bem-estar, já deve estar cheia de dúvidas sobre o que é mito ou verdade em relação à menopausa, não é mesmo? Dúvidas como: menopausa engorda? É possível engravidar na menopausa? Quais são os sintomas da menopausa? Você e suas amigas da mesma faixa etária, provavelmente, já se fizeram algumas dessas perguntas e querem entender melhor essa fase.

Quando o assunto é engordar, temos que pensar nisso de forma responsável. Afinal, o ganho de peso não é só uma questão de estética. Além dos efeitos na aparência física, o aumento de peso também pode aumentar a pressão sanguínea, os níveis de gordura no sangue e a resistência à insulina.

Assim, além de afetar sua autoestima, o ganho de peso envolve riscos para sua saúde e precisa ser controlado. Por isso é importante que você entenda melhor por que a menopausa pode levar ao ganho de peso e, principalmente, como evitar que isso ocorra.

Mito ou verdade: menopausa engorda ou não?

As alterações no corpo feminino ocasionadas pela menopausa podem favorecer o ganho de peso, mas isso não significa que a menopausa engorda. Tanto é que, observando suas amigas e conhecidas na menopausa, você verá que algumas engordaram e outras não.

Vamos entender melhor: na medida em que a mulher envelhece, seus níveis do hormônio chamado estrogênio diminuem. Isso pode ocasionar aumento de apetite e metabolismo mais lento, o que favorece a retenção de líquidos e prejudica a queima de gorduras pelo organismo.

As alterações hormonais na menopausa facilitam o acúmulo de gordura no abdômen, mas não podem ser apontadas como únicas responsáveis pelo ganho de peso nessa fase de sua vida. Outros fatores têm influência em seu corpo, como a herança genética, a perda de massa muscular provocada pela idade, o metabolismo que fica mais lento com a idade, o sedentarismo, alimentação inadequada e menos horas de sono.

Então, como você já deve ter concluído, é um erro pensar que a menopausa engorda, já que é perfeitamente possível evitar o ganho de peso durante esse período. Converse com seu médico e ouça as recomendações, que, certamente, vão incluir os cuidados que abordaremos abaixo:

Fuja do sedentarismo

Não é por estar madura que você vai ficar mais acomodada. Se já pratica esportes ou qualquer atividade física, você  está no caminho certo. Não pare de praticar exercícios, mesmo que tenha de optar por atividades mais leves.

E se você é sedentária, a menopausa é mais um motivo para começar a se exercitar agora mesmo! Saia para caminhar ao sol da manhã, faça aulas de dança, ande de bicicleta, faça pilates ou yoga. O importante é mexer o corpo em uma atividade prazerosa, caso contrário você acabará desanimando e desistindo.

Para evitar os quilinhos a mais, o ideal é conciliar atividades aeróbicas com exercícios para aumento de força muscular. Troque ideias com seu médico e com um bom profissional de educação física para encontrar a melhor atividade e determinar a frequência semanal  indicada para você. E não se esqueça de fazer uma série de alongamentos ao iniciar e terminar seus exercícios!Banner Ebook2 (Bem Estar na Menopausa)

Prefira alimentos saudáveis

Agora que você já não está mais na faixa dos 30, você vai precisar ingerir menos calorias do que antes, já que seu metabolismo está desacelerando. E para reduzir calorias sem prejudicar sua nutrição, você precisa adequar sua dieta e prestar mais atenção ao que coloca na boca.

Aumente a quantidade de frutas, legumes, verduras e grãos integrais em sua alimentação diária. As oleaginosas, como nozes, castanhas e amêndoas, os feijões, peixes e carnes são importantes fontes de proteínas. Os ovos, leite e derivados são fontes de cálcio e fundamentais para a saúde de seus ossos, prevenindo a osteoporose.

Suplementos alimentares podem ser úteis também, eles estimular a produção de estrogênio e podem amenizar os incômodos sintomas da menopausa.

Saiba que alimentos evitar

Tão importante quanto adotar alimentos mais saudáveis é cortar certos alimentos que são prejudiciais à sua saúde. Muitos deles já estão há anos incorporados à sua dieta e pode não ser tão fácil se livrar do hábito. Mas, com um pouco de perseverança, você vai treinar seu paladar e se acostumar com novos sabores.

Veja o que é melhor evitar: sal e açúcar industrializado, margarinas ricas em gordura trans, a farinha branca presente em pães e bolos, as frituras, os enlatados e os embutidos, como salsicha, salame, mortadela e presunto.

E para beber, o que vai ser?

É altamente recomendável reduzir a ingestão de bebidas alcoólicas, principalmente as fermentadas. Já reparou naquela barriguinha saliente que os bebedores de cerveja costumam exibir? Pois é.

Se a menopausa já favorece o acúmulo de gordura no abdômen, fica mais difícil manter a boa forma se você não moderar na cerveja. É bom cortar também os refrigerantes e os sucos artificiais. Prefira o chá-verde, os sucos naturais de frutas  (não acrescente açúcar!) e água, muita água!

E ainda temos uma boa notícia: você não precisa abrir mão de todas as bebidas alcoólicas. Tomar uma taça de vinho tinto por dia, além de permitido, é até aconselhável e benéfico para a saúde, de acordo com os médicos. Então, o que está esperando para trocar a cerveja pelo vinho?

A reposição hormonal na menopausa engorda?reposicao-hormonal-engorda

Algumas mulheres em terapia de reposição hormonal podem apresentar ganho de peso, mas cada caso é um caso, não é possível saber com antecedência como seu organismo vai reagir.

Quando há ganho de peso, suspeita-se do efeito da progesterona, um dos hormônios repostos artificialmente, que pode provocar acúmulo de sal e retenção de água no organismo.

Seu médico saberá analisar seu caso e aconselhar sobre o que será mais benéfico para você, com base na gravidade de seus sintomas. A decisão de fazer ou não fazer reposição hormonal precisa ser muito bem pensada, pois envolve riscos e benefícios. Só seu médico poderá te orientar nessa decisão.

Mas fique tranquila: hoje em dia, você conta com tratamentos naturais que não envolvem riscos e que, aliados a um estilo de vida saudável, vão permitir que você viva a menopausa com qualidade de vida, sem engordar e com muita disposição e alegria.

E então, já tá mais tranquila com as verdades sobre a história de que menopausa engorda? Aproveite e veja  nossas dicas incríveis para reduzir os sintomas da menopausa!

Baixe o nosso material exclusivo sobre Saúde e Bem-Estar na Menopausa! Clique na imagem abaixo e saiba mais!

reposicao-hormonal

 

Deixe um comentário
Print Friendly, PDF & Email