Hiperventilação – Causas, sintomas e o tratamento

Compartilhe
hiperventilação

A hiperventilação é um estado psíquico e físico, onde a pessoa aumenta excessivamente, e sem controle a quantidade de ar que é inspirado e expirado, o que acarreta em diversos sintomas físicos, cognitivos e mentais. A ventilação é um mecanismo fisiológico de suma importância para o nosso organismo, pois garante a renovação de ar.

“hiperventilação é a condição que se estabelece quando a ventilação pulmonar é maior que a necessária para a eliminação de CO2. Em outros termos, é um acréscimo anormal da quantidade de ar que ventila os pulmões, seja pelo aumento da frequência ou da intensidade da respiração.”

– Autor desconhecido.

Em consequência dessa condição, a pessoa começa a respirar mais depressa e superficialmente, o que resulta em muitas vezes no desencadeamento de mais medo e pavor.

reposicao-hormonal

“A consequência metabólica da hiperventilação é a hipocapnia, isto é: a diminuição do teor de dióxido de carbono dissolvido no sangue. Como o dióxido de carbono é transportado no sangue como ácido carbônico, a hiperventilação aumenta o pH sanguíneo, fenômeno conhecido como alcalose respiratória.”

– Autor desconhecido.

Mas, o que desencadeia uma hiperventilação? Normalmente o que promove esse distúrbio, é o transtorno de ansiedade e/ou o estresse. Esses são os fatores que mais colaboram para que alguém seja impactado por essa mazela. Todavia, outras possíveis causas podem estar por trás, veja:

Hiperventilação e a ansiedade

Vivemos em uma sociedade, em que o futuro nunca nos atormentou tanto como agora. Ficamos extremamente ansiosos e aflitos por questões banais, o que desencadeia crises e mais crises ansiosas. Ao lado do estresse e da depressão, a ansiedade forma o trio das maiores mazelas do século.

A ansiedade está estritamente vinculada com a hiperventilação, principalmente quando ela está em um estágio avançado denominado de crise de pânico. Um corpo ansioso dispara inúmeros gatilhos mentais e físicos, um deles é a condição de aumentar drasticamente a ventilação pulmonar. O problema é que esse mesmo gatilho (hiperventilação), irá disparar (ou desencadear sintomas) outros gatilhos.

É um verdadeiro efeito cascata, e quase sempre o nosso serviço de saúde não é capaz de chegar a causa raiz, ou quando chega não possui recursos terapêuticos necessários para ajudar o indivíduo obter mais qualidade de vida, bem como condições de combater por si só os fatores que abrem as portas para a ansiedade em nossas mentes.

Sintomas

A hiperventilação pode desencadear inúmeros sinais físicos e mentais. Podendo até mesmo serem atrelados com outras doenças, portanto, é importante realizar uma investigação minuciosa, e bem apurada antes de conceder um diagnóstico. Os sintomas da hiperventilação são:

Diagnóstico da hiperventilação

O diagnóstico terá a característica de exclusão, ou seja, serão feitos exames para descartar as outras suspeitas, e caso não detecte qualquer outra doença, o médico deverá partir para uma investigação de uma possível ventilação excessiva. Os exames que podem servir como base para o diagnóstico são:

  • Oximetria de pulso;
  • Radiografia de tórax;
  • ECG.

O tratamento

Após o médico descartar a presença de outras doenças, o correto é encaminhar a pessoa para realizar terapia com um psicólogo, para que sejam realizadas estratégias a fim de amenizar o sofrimento psicológico. O fortalecimento do EU também se faz necessário, para que ele possa analisar e elaborar com mais discernimento os seus gatilhos.

Existem técnicas também que são de grande valia para diminuir as crises de hiperventilação. Ter a disposição elementos que possam colaborar com a diminuição do quadro é de suma importância. A técnica de expirar e inspirar dentro de um saco de papel é muito eficiente. A meditação, e as técnicas de relaxamento também colaboram com a melhoria da condição.

sucos-para-menopausa

Você conhecia os sintomas da hiperventilação? São muitos não? É muito comum vermos pessoas que sofrem dessa condição com sacos de papel. Você sabia dessa prática? Nós queremos saber! Deixe o seu comentário. Participe!

Deixe um comentário
Print Friendly, PDF & Email

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui