Tontura na menopausa: por que acontece e como lidar

Compartilhe
A tontura na menopausa é uma das sensações mais incômodas e atrapalha muito o cotidiano feminino. Saiba o que fazer quando isso acontece.
A tontura na menopausa é uma das sensações mais incômodas e atrapalha muito o cotidiano feminino. Saiba o que fazer quando isso acontece.

A menopausa é uma etapa natural na vida de mulher, mas que chega provocando uma verdadeira revolução. A fase chega por volta dos quarenta anos de idade e seus sintomas podem ser bem incômodos durante a transição da fase fértil para a fase não fértil da mulher — período que chamamos de climatério e que pode durar aproximadamente um ano, antes que a menopausa chegue de vez.

Durante essa fase, acontecem muitas flutuações hormonais que desequilibram o organismo feminino e causam um grande desconforto, provocando, por exemplo, ondas de calor excessivas, ansiedade, depressão e tontura na menopausa. Esse último sintoma, apesar de ser muito comum, é pouquíssimo abordado.

Por isso, estamos aqui para que você compreenda mais sobre a tontura na menopausa e entenda porque ela acontece. Além disto, você irá se informar sobre como lidar com esse sintoma e também com os outros sintomas do climatério, tornando essa fase o mais agradável possível e realizando uma transição tranquila até a menopausa.

como-saber-se-estou-na-menopausa

Principais causas da tontura na menopausa

A tontura aparece na forma de desequilíbrio, desorientação e sensação de cabeça leve, surgindo, principalmente, quando a pessoa se levanta ou se abaixa de forma mais brusca.

Embora seja uma sensação que normalmente é passageira – durando apenas alguns segundos – a tontura não deixa de ser um sintoma bem incômodo podendo afetar a qualidade do cotidiano da pessoa que convive com isso.

Aquela sensação de falta de equilíbrio pode ocorrer por diversos motivos, por exemplo: ser causada por órgãos como olhos, ouvidos e os nervos sensoriais que não estão em pleno funcionamento e não mandam ao cérebro todas as informações necessárias para manter um bom equilíbrio, assim como também podem ocorrer devido às alterações hormonais inerentes ao climatério.

Além disso, outros fatores também podem causar tonturas, tais como uma alimentação insuficiente, desidratação, quedas na pressão arterial, hipoglicemia e até mesmo a constipação. Frente a isso, traremos algumas dicas para que você encare esse problema da melhor maneira possível.

Como lidar com a tontura na menopausa

A primeira coisa que você deve fazer para lidar com as tonturas e aliviá-las é descobrir o que causa o seu aparecimento.

Você costuma se sentir tonta ao se levantar ou sentar, quando fica muito tempo sem se alimentar direito, quando se sente estressada ou ansiosa ou quando aquelas ondas de calor começam a aparecer? Tente identificar o que desencadeia seus episódios de tonturas, pois é dessa maneira que você poderá trabalhar no sentido de conseguir amenizá-las.

Aqui, trouxemos algumas dicas para que você aprenda a lidar com as tonturas típicas desse período da vida da mulher. Confira!

1. Evite movimentos bruscos

Se você costuma sentir tontura sempre ao se levantar, procure fazer isso de maneira mais devagar. Se for se levantar da cama, por exemplo, levante-se lentamente, sente-se e permaneça alguns minutos sentada antes de ficar de pé, evitando movimentos muito bruscos.

O mesmo vale sempre que for se deitar ou se sentar: evite movimentos que sejam muito repentinos e/ou súbitos.

2. Alimente-se a cada 3 horas

Se a sua tontura costuma surgir quando você já está há algum tempo sem se alimentar ou vem acompanhada de fadiga, procure regrar melhor sua alimentação, evitando ficar mais de três horas sem comer.

Isso, além de prevenir aquela sensação de corpo leve e tontura, previne o aparecimento da hipoglicemia, momento em que a glicose está em baixos níveis no sangue e que pode causar a tontura.

É comum que quando atingimos uma certa idade, a sintetização de glicose, que é a principal fonte de energia do nosso corpo, já não seja mais tão eficiente como era antes. Com isso, nosso corpo passa a dar sinais em forma de tonturas e vertigens avisando que é hora de se alimentar.

3. Beba bastante água

É muito importante também prestar mais atenção ao seu consumo de água durante o climatério e a menopausa. Afinal, nessa fase surgem aqueles calorões excessivos que fazem você suar excessivamente.

Se você eliminar líquidos no suor e não repô-los logo em seguida, seu corpo pode começar a dar sinais de desidratação, como a tontura. Por isso, passe a ingerir mais água! Além disso, a água ajuda a regular a temperatura do nosso organismo, podendo ajudar a amenizar as ondas de calor que aparecem na menopausa.

4. Procure formas de aliviar o estresse

tontura-na-menopausa

No caso de as tonturas costumarem aparecer durante os momentos de estresse e ansiedade, o segredo é buscar alternativas para conseguir se manter mais calma e relaxada.

Busque formas de se sentir mais suavizada: pratique a ioga e a meditação, tire um tempo pra cuidar de você, alimente-se de forma saudável e inclua a prática de atividades físicas em sua rotina.

5. Pratique atividades físicas

Por falar na prática de atividades físicas, elas podem ter um excelente efeito durante a menopausa, pois além de fazerem bem para a saúde, elas também são relaxantes e contribuem muito para o corpo. Isso porque, durante a atividade física, produzimos um hormônio chamado serotonina que é conhecido como o hormônio do bem-estar.

A atividade física ainda ajuda a fortalecer o tônus muscular. Esse, por sua vez, contribui para a prevenção de doenças como a osteoporose, além de melhorar a coordenação motora e, consequentemente, o equilíbrio.

6. Alimente-se de forma saudável

Além de se alimentar a cada 3 horas para não deixar o nível de glicose cair, é preciso também prestar atenção ao que se come.

Prefira ingerir alimentos que realmente tenham valor nutricional e dispense aqueles lanches gordurosos ou lanchinhos industrializados ricos em sódio ou gorduras. Ao invés disso, inclua em seu cardápio diário frutas, verduras, legumes, alimentos ricos em cálcio e fibras.

Além disso, outra dica é abusar dos alimentos e sucos a base de soja, a qual é rica em uma substância chamada isoflavona, que tem a função de substituir os hormônios que diminuem na menopausa, controlando as flutuações hormonais.

A boa hidratação, a prática de atividades físicas e uma alimentação de qualidade são um trio que, além de ajudar a lidar com as tonturas, podem ajudar a amenizar todos os outros sintomas da menopausa.

Basta incluir bons hábitos na sua rotina que você poderá passar pelo climatério bem mais tranquilamente até entrar de vez na menopausa. Se mesmo assim os sintomas persistirem, procure ajuda de um médico especialista que poderá investigar melhor as causas e tratá-las.

E você, sofre com a tontura na menopausa? Como vem lidando com os sintomas dessa fase? Deixe o seu comentário contando tudo aqui para a gente!

reposicao-hormonal

Deixe um comentário
Print Friendly