Neuralgia: sintomas e tratamentos

Compartilhe
neuralgia

Neuralgia, entenda quais são os sintomas e os tratamentos da maior dor, de todas as dores. Mas antes, tente imaginar a cena: você está tranquila executando as suas atividades, e de repente sente uma dor que lhe tira o ar a ponto de te deixar atordoada, é intenso e doloroso, como se estivessem enfiando algo perfurante em sua pele, seguido de um choque. É repentino, entretanto, causa muito desconforto e um grande incômodo.

Apavorador, não é? Todavia, não chega nem à 10% do que é realmente relatado por pessoas que sofreram do infortúnio. A nevralgia, também conhecida como neuralgia, é a denominação para algia (dor) intensa nos nervos. O fato é que por se tratar de um nervo, logo a dor pode ser desencadeada em qualquer região do corpo.

“As pessoas são capazes de relatar com detalhes o dia e as circunstâncias do momento, mesmo que o episódio doloroso tenha ocorrido muito anos antes.”

-Cláudio Fernandes Corrêa, Neurocirurgião. 

Conforme foi mencionado anteriormente, qualquer nervo pode ser acometido pela dor, entretanto, há algumas regiões que são mais impactadas. Criando com isso, tipos de nevralgias, são elas:

  • Nevralgia pós-herpética;
  • Braquialgia;
  • Costalgia;
  • Nevralgia do nervo ciático.

Ainda tem a famosa nevralgia dos trigêmeos que é abordado em um outro post, para ler a matéria é só clicar aqui. Nós do blog Saudável e Feliz, iremos realizar um aprofundamento sobre cada tipo de nevralgia, todavia, convidamos você a conhecer um pouquinho mais o nosso organismo. Vamos lá? Veja a seguir o que é um nervo:

O que é um nervo?

O nervo é uma estrutura anatômica, constituída por vários axônios, que são responsáveis pela condução de impulsos elétricos dos nervosos aferentes de todas as partes do corpo, para o sistema nervoso central, bem como é responsável também, pela condução dos impulsos elétricos dos eferentes, que saem do sistema nervoso central e caminham para diversas partes do corpo.

A bainha de mielina

A bainha de mielina é uma capa de proteção do nervo, quando ela é danificada aumenta-se o grau de vulnerabilidade. Grande parte das nevralgias ocorrem após a danificação dessa proteção. Veja algumas causas, que podem desgastar a bainha de mielina, ou propagarem um quadro infeccioso que também poderá contribuir para o desencadeamento da dor nos nervos:

neuralgia
O sistema nervoso e a bainha de mielina

Neuralgia e a idade

Existe uma correlação entre a nevralgia, e a idade em que ela ocorre, normalmente é uma disfunção nos nervos que acomete as pessoas com mais de 50 anos. Não que não possa ocorrer em outras faixas etárias, mas o grande volume de casos acontece quando se tem mais de cinco décadas de vida.

Nevralgia pós-herpética

A nevralgia pós-herpética, é a dor nos nervos após uma infecção pelo vírus pertencente à família herpesvírus. Normalmente ocorre depois da saída das bolhas (feridas) gerando muita dor. Esse tipo de algia pode ocorrer em qualquer região do corpo que tenha nervos. A nevralgia pós-herpética ocorre com maior frequência em pessoas com mais de 50.

É um processo de algia que pode ser constante, ou intermitente não há um padrão estruturado. As pessoas relatam que as dores começam durante o período noturno, ou até mesmo quando ocorrem as mudanças de temperatura (quente ou frio).

Você sabia?

Que 25 a 50% das pessoas que estão com mais de 50 anos, e estão infectados com o herpes zoster também acabam desencadeando nevralgia pós-herpética? Todavia, apenas 10% dos infectados pelo herpes zoster terão a neuralgia após a infecção. Interessante, não é?!

Tratamento

O tratamento da neuralgia após a infecção pelo herpes zoster, dependerá do nível da dor, podendo ocorrer apenas com base em medicamentos simples como um paracetamol e/ou cremes à base de capsaicina. Com tudo, para os quadros mais agudos os especialistas podem receitar:

  • Antidepressivos;
  • Anticonvulsivantes;
  • Lidocaína;
  • Opioides;
  • Injeção de toxina botulínica;
  • Injeção de corticosteroide.

É importante ressaltar que, em grande parte dos casos, a algia desaparece em média 1 a 3 meses após a infecção. Entretanto, 10% a 20% dos casos a dor persiste por mais de 1 ano, mas não ultrapassam uma década.

Braquialgia

Braquialgia é a dor nos nervos do braço, podendo afetar apenas um, ou ambos os membros superiores. Normalmente é resultante de uma disfunção na coluna cervical, que acaba se espalhando para outras regiões como pescoço, ombros e a parte superior das costas.

“Em idosos, é frequente haver uma diminuição dos espaços intervertebrais por degeneração dos discos entre as vértebras ou uma artrite de coluna, ou pela presença de osteófitos (bico de papagaio).” 

-(colocar o autor da citação).

Os sintomas

Os principais sintomas para a nevralgia dos braços são:

O tratamento

O tratamento para nevralgia nos nervos dos braços ocorrerá a partir de dois viesses. Terá uma terapêutica para o tratamento da causa (gatilho), e outra que visará sanar os sinais da neuralgia. Normalmente são preconizados os tratamentos a seguir:

  • Medicação de analgésico;
  • Anti-inflamatórios;
  • Fisioterapia;
  • Cirurgia;
  • Repouso.
neuralgia
Coluna vertebral e o nervo comprimido

Costalgia

A costalgia como o nome já sugere, é a dor nas costas. Ela normalmente está vinculada a compressão do nervo, provinda de uma anomalia, ou bloqueio que pressiona os nervos causando algia, e outras complicações.

“Se a anatomia da coluna vertebral, como um disco ou uma articulação, se deslocar ou inchar um pouco, pode resultar no estreitamento da coluna vertebral (estenose) que causa compressão do nervo e a neuralgia.”

-(colocar o autor da citação).

Sintomas para a costalgia

Os sintomas dependerão da região em que ocorreu a complicação na coluna, ou seja, conforme o local em que ocorreu a disfunção, os sinais apresentados serão distintos. Veja os sintomas de acordo com cada parte da coluna:

Coluna cervical

É importante ressaltar que esses sintomas seguem em direção do nervo que está comprimido. É um efeito cascata que começa pelos ombros, segue em direção aos braços, mãos até chegar aos dedos.

Coluna torácica

  • Sensação de alfinetadas e agulhadas;

Essas dores podem irradiar pela caixa torácica e para os rins. É muito comum as pessoas que sofrem de nevralgia das costas, confundirem os sintomas com o infarto do miocárdio.

Coluna lombar

  • Dor elétrica e ardente;
  • Formigamento;
  • Dormência;
  • Fraqueza muscular.

Também desencadeia uma irradiação que começa um palmo acima das nádegas, e desce para os quadris, pernas, pés até chegar aos dedos.

O tratamento se dá de acordo com a região que foi afetada, assim como, a terapêutica levará em consideração os gatilhos, bem como a sintomatologia de cada paciente. Outras causas que podem proporcionar uma neuralgia intercostal:

Neuralgia do nervo ciático

Se existe uma dor que as pessoas se queixam quando adentram a quinta década de vida, essa dor é a do nervo ciático. Conhecida apenas como a inflamação do nervo ciático, ela se trata de uma nevralgia de um grande nervo que está em nossas pernas. Ele é o maior nervo do corpo humano, logo também pode ser acometido por dores intensas quando não se é tomado o cuidado com a saúde dessa região.

O que causa a dor no nervo ciático?

A nevralgia ciática ocorre quando há uma inflamação, ou até mesmo um dano no nervo ciático; já mostramos uma lista com as possíveis causas que podem levar a degeneração dos nervos, todavia, em relação ao nervo ciático existem outras causas específicas veja:

  • Estenose da coluna lombar;
  • Lesões;
  • Fraturas por pressões;
  • Traumas;
  • Anomalias congênitas;
  • Hérnia de disco;
  • Osteoartrite;
  • Síndrome do músculo piriforme;

Não podemos deixar de salientar que o envelhecimento corporal é um grande fator para o desencadeamento das causas que levam a nevralgia do ciático, não apenas ela, mas todas as outras neuralgias. Isso porque, com o tempo as estruturas corporais sofrem desgastes deixando os elementos orgânicos a mercê dessas complicações.

O tratamento para sanar as dores no nervo ciático será voltada para ações que possam devolver a mobilidade, bem como para a promoção da descompressão.

sucos-para-menopausa

Você já sofreu com a dor intensa da neuralgia? Como foi o seu tratamento para se livrar do infortúnio? Nós queremos saber! Deixe o seu comentário. Participe!

Deixe um comentário
Print Friendly, PDF & Email
Compartilhe
Artigo anteriorÔmega 6 e o poder dos ácidos graxos no organismo
Próximo artigoComo ocorre a ovulação?
Saudável e Feliz
Nossa missão é gerar conteúdo de qualidade focando em problemas do dia a dia dos assuntos que você realmente quer saber. Somos apaixonados por Qualidade de Vida e queremos transformar o mundo em um lugar melhor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui