7 dicas para reduzir os suores noturnos e dormir melhor na menopausa

Compartilhe
suores-noturnos

A menopausa é um período delicado para a mulher. Com ela vêm diversos sintomas que podem acabar causando profundo desconforto. Um dos mais conhecidos é o “fogacho”, ou as ondas de calor, que podem ser bem desagradáveis, principalmente os suores noturnos.

Se você está começando a apresentar esses sintomas, veja sete dicas para reduzir suores noturnos durante a menopausa:

Consuma produtos a base de soja

A soja, por conter isoflavona concentrada, é uma importante aliada para reduzir as sensações de suores noturnos. Essa substância atua no equilíbrio dos níveis hormonais femininos de forma natural. Desta forma, a maioria dos sintomas da menopausa, entre eles o fogacho, acabam diminuindo de acordo com o consumo de produtos a base de soja.

Beba água com gelo

água

Durante as ondas de calor, você pode amenizá-las bebendo algo refrescante – principalmente porque é importantíssimo se manter hidratada nessa fase da vida. A melhor opção é beber água com gelo, pois a bebida gelada irá amenizar a sensação de calor interno imediatamente, sem trazer outras sensações de ressecamento (no caso de bebidas cítricas, por exemplo). Por isto, deixe sempre gelo preparado para colocar no seu copo de água quando as crises de suores noturnos começarem.

Evite estimulantes

Estimulantes como chocolate, café, pimenta, gengibre e outros tipos de alimento dão sensação de calor e elevação de temperatura interna ao serem ingeridos. Se consumidos principalmente a noite, causam sensação de calor interno que pode contribuir para aumentar o fogacho e também ocasionarem dificuldades no sono e insônia. Por isso evite comer estes alimentos, principalmente próximo ao horário de dormir, para evitar os suores noturnos.

Cuidado com atividades físicas

As atividades físicas são recomendadas para amenizar todos os sintomas da menopausa. Porém, se você sente suores noturnos, o ideal é que você se exercite até, no máximo, três horas antes de você ir descansar. Isto porque ao praticar estas atividades, você aumenta a ação do seu metabolismo, o que faz com que ele produza mais calor. Mas não deixe de fazer exercícios! Apenas faça-os preferencialmente mais cedo, ou então evite-os próximo do horário de dormir.

Use roupas de algodão

Roupas de algodão permitem uma maior circulação de ar na sua pele, o que causa uma sensação de frescor. Roupas de tecido sintético dificultam a transpiração, aumentando a retenção de calor no tecido cutâneo. Se possível, na hora de dormir, deite-se com o mínimo de roupa possível, de preferência com tecidos leves e que não apertem o corpo, para tentar minimizar os suores noturnos.

Deixe uma esponja ao seu lado

esponja

Para aliviar rapidamente os sintomas dos suores noturnos, principalmente enquanto estiver dormindo, deixe uma esponja com água fresca ao seu lado. Assim que as ondas de calor começarem, molhe a esponja e bata levemente em sua testa, colo e nuca. A água ajudará a refrescar a pele, diminuindo o desconforto.

Mantenha a calma, suores noturnos tem tratamento

Durante as crises de ondas de calor, muitas mulheres acabam se estressando com as sensações incômodas e incontroláveis do “fogacho”. Afinal, ser acordada com ondas de calor passageiras que vão e voltam não é uma situação nada agradável. Porém, quanto mais estressada você ficar, piores serão as sensações de calor. Isto porque, ao elevar o nível de estresse, o seu corpo se agita e acaba aumentando também sua temperatura corporal.

Por isso, a dica para ajudar a controlar os suores noturnos é manter a calma. Dessa maneira o desconforto irá passar.

Como você faz para reduzir os suores noturnos durante a menopausa? Compartilhe suas experiências com a gente!

reposicao-hormonal

Deixe um comentário
Print Friendly, PDF & Email