Fluxo menstrual intenso, não pode ser normal!

Compartilhe
fluxo-menstrual-intenso
O uso de compressa quente, pode auxiliar na intensidade do seu fluxo!

Você tem se preocupado mais que o normal com possíveis vazamentos durante o dia? Seu ciclo está ultrapassando uma semana? As visitas à toalete estão mais constantes por conta da troca de absorvente? Seu coletor menstrual enche mais vezes que o normal? Essas são as principais causas que te levam a um fluxo menstrual intenso, muitas vezes chamado de menorragia. Ela aparece quando o seu fluxo menstrual se torna acima do normal, e surgem coágulos do tamanho de moedas. Diferente da metrorragia.

“Em mulheres jovens, o fluxo intenso costuma estar relacionado a ciclos irregulares ou muito prolongados, de mais de 35 dias. Isso também ocorre no período entre a idade fértil e a menopausa, na transição menopausal. Já em mulheres de 35 a 40 anos, pode ser sinal de algum problema no útero, como miomas ou adenomiose”

– Patrícia de Rossi, ginecologista e obstetra.

Conheça o seu ciclo menstrual!

O ideal é que você conheça o seu ciclo, saiba quantos dias em média ele dura, de quanto tempo é o período entre uma menstruação e outra, a média de absorventes que você usa, ou quantas vezes enche o coletor menstrual e atente-se ao seu volume. Os médicos afirmam que o ideal é que o volume seja de 80 ml por ciclo, baseie-se na quantidade de absorventes que você utiliza.

Quais são as principais causas de um ciclo menstrual intenso?

Se você está com um dos sintomas acima, é hora de saber o que ocasionou essa mudança. O ideal é que você visite o seu médico ginecologista, e o informe das mudanças. Mas antes dê uma olhada nas possíveis causas:

DIU e medicamentos

O uso de um dispositivo intrauterino também pode ocasionar aumento no seu fluxo menstrual, principalmente o DIU de cobre que é um modelo sem hormônio. Alguns medicamentos anti-inflamatórios e anticoagulantes também podem causar alteração no fluxo.

medicamentos-fluxo-menstrual
Além do DIU, alguns medicamentos podem causar irregularidade no seu fluxo menstrual!

Inicio de menstruação

Se sua primeira menstruação chegou a pouco tempo, e você notou que a intensidade do seu fluxo varia muito, e os períodos entre os ciclos são maiores que 21 dias, saiba que é mais normal que imagina. Leva tempo até o seu corpo controlar o seu fluxo.

Aborto

Se você passou por um aborto espontâneo recentemente, é normal que o seu ciclo dure bem mais que uma semana, pois seu corpo está expulsando toda sujeira de dentro do seu útero. O ideal é que você procure um ginecologista ou obstetra para que ele possa te conduzir nesse processo, para que você evite futuras infecções.

Menopausa

Mulheres entre 45 e 50 anos quando estão próximas da menopausa, o fluxo menstrual também pode ser mais intenso.

Problemas ginecológicos

Pólipos, miomas, endometriose, são problemas ginecológicos que podem afetar a intensidade do seu fluxo menstrual. É indispensável que os exames estejam em dia, pois problemas como esse não apresentam sintomas.

Síndrome do ovário policístico

Essa síndrome é caracterizada por um distúrbio que causa um aumento no tamanho dos ovários, levando á formação de cistos. A mulher tem períodos de 2 a 3 meses entre um ciclo e outro, chegando a ter 3 menstruações irregulares por ano.

A anemia pode ser um fator de risco!

A anemia é caracterizada pela falta de ferro no nosso organismo, sendo ele um nutriente essencial no nosso organismo, pois ele produz as células vermelhas no sangue, e transporta oxigênio para o restante das células do nosso corpo. Durante qualquer sangramento, inclusive a menstruação nós perdemos esse mineral. A falta de ferro é caracterizada pela quantidade desse mineral que é utilizada, e a quantidade disponível. Por issoalimentos como, carne vermelha, peixes, beterraba, gema de ovo, cereais, grãos, brócolis, espinafre, couve, e outros, são importantes na sua dieta diária.

viver-sem-colica

Como reduzir o fluxo menstrual intenso?

O ideal é que você procure um ginecologista para descobrir o que causou o aumento em seu fluxo menstrual. Dessa forma, ele poderá te indicar medicações, e precauções que devem ser tomadas. Confira abaixo algumas dicas que podem te ajudar a equilibrar seu fluxo menstrual intenso, e evitar futuras doenças:

  • Esteja sempre hidratada, beba muita água, 2 litros por dia, no mínimo;
  • Em caso de cólicas e dores fortes, toma os remédios prescritos pelo seu médico;
  • Sempre pratique exercícios físicos e aeróbicos, eles auxiliam no desenvolvimento do seu corpo, e na circulação sanguínea;
  • Contraceptivos orais ajudam na regulação do seu ciclo. Mas lembre-se use aquele que foi recomendado pelo seu ginecologista;
  • Evite o consumo excessivo de cafeína;
  • Use absorventes noturnos, ou coletores;
  • Faça compressas quentes na região abdominal;
  • A utilização do DIU hormonal pode reduzir a quantidade de sangramento, e pode amenizar as cólicas.

O post foi útil pra você? Comente aqui em baixo, dê sua opinião, ela é importante.

Deixe um comentário
Print Friendly, PDF & Email

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui