Síndrome do intestino irritável – como tratar?

Compartilhe
sindrome-do-intestino-irritavel

A síndrome do intestino irritável é muito recorrente na população feminina, a estatística informa que para cada homem acometido pela síndrome, há no mínimo duas mulheres padecendo do mesmo mal. Um outro dado importante é que ela é muito comum nos países da América do Sul.

Mas, o que acarreta essa disfunção? O que é a síndrome do intestino irritável? Calma, vamos elucidar todas as suas dúvidas, para começar veja o que a Federação Brasileira de Gastroenterologia fala sobre ela:

“Síndrome do intestino irritável é um problema gastrointestinal muito comum, atingindo cerca de 10% a 20% da população adulta, predominantemente em mulheres. O principal sintoma é a dor abdominal, associada à alteração do hábito intestinal (diarreia e/ou constipação) e inchaço abdominal.”

Federação Brasileira de Gastroenterologia.

reposicao-hormonal

Provavelmente muitas pessoas vão ao pronto-socorro se queixar de algum mal-estar estomacal, quando na verdade estão sofrendo com a síndrome do intestino irritável. Até porque, não é fácil obter o diagnóstico da moléstia, muito se vale ao fato de que, os sinais apresentados, são exatamente iguais aos de outras doenças. O que complica muito a conclusão dos especialistas. Portanto, o diagnóstico se dá através do descarte de outras hipóteses.

Quais são os sintomas?

Conforme foi mencionado agora pouco, os sinais da síndrome do intestino irritável podem ser associados com muitas outras doenças. Portanto, não é possível apenas através da presença dos sintomas a seguir dizer que se trata da mazela. Veja abaixo os sinais mais comuns:

“Os sintomas podem se apresentar por vários meses consecutivos. Cerca de 30% das pessoas tem sintomas leves, 50% tem sintomas moderados e 20% tem sintomas acentuados, com grande impacto na qualidade de vida.”

Federação Brasileira de Gastroenterologia.

A síndrome do intestino irritável e as disfunções mentais

Foram encontradas correlações entre a síndrome do intestino irritável e as disfunções mentais. O estresse, a ansiedade e até mesmo a depressão podem se tornar gatilhos para o aparecimento do problema intestinal. Há relatos de pessoas que estavam passando dilemas psicomentais, e acabaram somatizando no físico. Isso é muito comum nas disfunções da mente.

Portanto, antes de conceder um diagnóstico, ou até mesmo iniciar um tratamento, é de extrema importância que a investigação da saúde leve em consideração o corpo inteiro, ou seja, o físico e a mente. Tratar apenas da síndrome do intestino irritável, e esquecer que ela está sendo reverberada por uma disfunção mental – é garantir que o infortúnio intestinal volte, assim que os efeitos medicamentosos passarem.

sindrome-do-intestino-irritavel

Tratamento

Se o seu médico descartou as outras moléstias que acometem o intestino, bem como para os casos em que já estão sendo administrados os devidos cuidados para os casos em que a síndrome esteja atrelada com disfunções psicomentais.

“Pacientes com SII (síndrome do intestino irritável) são geralmente ansiosos, tensos, deprimidos e às vezes repletos de fobias. Um bom relacionamento médico-paciente é fundamental para o êxito do tratamento. É importante que o diagnóstico seja explicado, tanto o caráter funcional e recorrente da doença quanto a sua não evolução para o câncer. O ponto central da abordagem psicológica é fazer com que o paciente reconheça a sua disfunção, os fatores que a desencadeiam, e aprenda a lidar com eles.”

Adérson OMC Damião, Doutor em Gastroenterologia.

É dado o momento de tratar da mazela. O tratamento irá buscar amenizar os sintomas mais importunos, pois não há um remédio 100% direcionado para essa causa, ou seja, para os casos de constipação poderão ser administrados fármacos, bem como para os casos graves de diarreia. Do de mais, o tratamento se pautará em uma dieta alimentar. Para os casos de constipação a dieta buscará introduzir mais fibras na alimentação, e para os casos que a diarreia está presente, a terapêutica buscará a hidratação do corpo do indivíduo. Veja a seguir uma dieta para quem sofre com a síndrome do intestino irritável.

Dieta de um dia para a síndrome do intestino irritável

Essa dieta é destinada para quem está com uma crise, e quer amenizar os efeitos colaterais provindos de uma refeição rica em alimentos que fornecem carboidratos de difícil absorção. Veja a seguir como manter o intestino tranquilo, e longe da irritabilidade.

Café da manhã

Lanche da manhã

Almoço

  • Divida o seu prato ao meio, de um lado dele você colocará cenoura, alface e tomate. No outro lado uma porção de arroz integral e um filé de frango grelhado;

Lanche da tarde

Jantar

  • Você pode repetir o cardápio do almoço, ou trocar a proteína (carne), por um file de peixe grelhado;

Ceia

como-reduzir-colicas-menstruais

Gostou de saber um pouquinho mais sobre a síndrome do intestino irritável? Então deixe o seu comentário. Participe.

Deixe um comentário
Print Friendly, PDF & Email

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui