Xô grude! Saiba como diminuir a oleosidade do cabelo

Compartilhe
como-diminuir-a-oleosidade-do-cabelo

Tem dias que ao acordar, já consegue-se observar aquele aspecto brilhoso, grudento, fino e pesado na raiz capilar. Descubra como diminuir a oleosidade do cabelo e ainda mantê-lo saudável!

Por que o cabelo fica oleoso?

Para saber a solução deste problema, primeiro é preciso entender como o cabelo fica com esse aspecto.

O bulbo capilar contém glândulas sebáceas, que produzem óleo e têm como objetivo proteger o couro cabeludo contra o sol, o vento, a poluição, etc. O que geralmente acontece é que algumas pessoas fabricam mais sebo que outras, podendo ser por fatores genéticos ou externos, como o uso de química ou o clima regional.

A concentração de moléculas de água no ambiente pode propiciar a oleosidade nos cabelos. Em regiões de ambiente frio, como a Europa por exemplo, o cabelo possui uma tendência a sofrer com o ressecamento, já em locais de mais calor e clima tropical, os fios tendem a ser mais oleosos.

“O hábito de lavagem dos fios muda de acordo com o clima. Na Europa, por exemplo, lava-se muito menos os cabelos do que no Brasil. Os índios da Amazônia têm o hábito de lavar muito os cabelos porque esta região é extremamente úmida”

— Tricologista Daniel Fernandes Melo

Hábitos que deixam o cabelo oleoso

1. Passar a mão nas madeixas toda hora

como-diminuir-a-oleosidade-do-cabelo-2
Como diminuir a oleosidade do cabelo

Quanto mais você mexer nos cabelos, mais ensebado o aspecto ficará! Isso acontece pois a nossa pele possui um manto protetor, denominado manto hidrolipídico, composto principalmente por queratina, células mortas e ceramidas. Ao passar a mão nos cabelos, boa parte destes elementos gordurosos vão para os fios.

É importante lembrar também que nossas mãos sempre vão ter algum resíduo, podendo ser de cremes, hidratantes ou filtro solar, e quando entram em contato com o cabelo, deixam-no engordurado.

2. Utilizar químicas

É muito difícil encontrar uma mulher que não tenha químicas no cabelo, como uma tintura, escova progressiva, botox capilar, etc.

O uso de progressiva por exemplo, pode fazer o cabelo ficar oleoso, já que o cabelo liso possui mais oleosidade que o cacheado ou crespo. Quando é utilizada com formol, os fios aparentam estar engordurados e as pontas quebradas, pois forma-se uma película que não permite que a oleosidade entre no fio, permanecendo na superfície capilar.

“Logo que o serviço começou a ganhar os salões, passei a atender muitas pacientes que não sabiam mais o que fazer para salvar os fios quebradiços.”

— Dermatologista Valcinir Bedin, presidente da Sociedade Brasileira do Cabelo

3. Dormir com o cabelo molhado

O atrito entre o fio molhado e o travesseiro pode desencadear quebra, fraqueza e queda dos fios, atingindo em maior parte quem possui cabelos longos. Isso ocorre porque os cabelos não conseguem “respirar”, causando ressecamento a princípio. Como nosso corpo compreende que as madeixas estão secas, ele começa a produzir mais óleo nas glândulas sebáceas, e por fim, a raiz fica oleosa e as pontas ressecadas.

4. Usar secador muito quente

como-diminuir-a-oleosidade-do-cabelo
Como diminuir a oleosidade do cabelo

O uso de secador muito quente piora a oleosidade por uma questão simples: causa danos no couro cabeludo! Isso exige uma proteção maior do corpo, que acaba produzindo mais sebo, como um tipo de escudo contra os agressores externos, no caso o calor. Isso também acontece se o couro cabeludo ficar muito tempo em exposição ao sol.

5. Ingerir carboidratos simples

A dermatologista Kalil aponta que a alimentação possui uma influência indireta na saúde capilar, baseada em estudos. A quantidade de carboidratos simples ingerida (açúcar, pães refinados, massa, arroz branco, etc.) faz com que os níveis de insulina se desequilibrem, trazendo inflamações celulares, estimulando a produção de sebo nas glândulas sebáceas.

6. Lavar o cabelo com água quente

A água em alta temperatura age no couro cabeludo de forma parecida ao shampoo antirresíduos. Isso pode trazer um efeito negativo para os cabelos, por remover alguns nutrientes importantes e também irritar a cabeça.

“Remover excessivamente os ácidos graxos presentes no cabelo provoca o que chamamos de efeito rebote, ou seja, agravamento do problema por estímulo da glândula sebácea.”

— Dermatologista Kalil

Como diminuir a oleosidade do cabelo?

como-diminuir-a-oleosidade-do-cabelo
Imagem por: Giphy

Além de evitar os hábitos citados acima, você também pode ter práticas que ajudam na saúde de seus fios, como:

  • consuma feijão, frutas e vegetais e alimentos que possuem índice glicêmico baixo no geral;
  • lave os cabelos com água morna ou fria;
  • evite o uso de finalizadores, mas se necessitar, dê preferência para os que são à base de silicone;
  • utilize shampoo para cabelos oleosos, de preferência low poo;
  • faça máscaras capilares à base de argila, aveia, vinagre de maçã, bicarbonato de sódio ou babosa (aloe vera), isso contribui muito para o controle do sebo;
  • enxague muito bem os fios ao lavar;
  • procure intercalar os dias de lavagem;
  • hidrate seu cabelo pelo menos uma vez por semana! Óleo é diferente de água, ou seja, hidratar os cabelos não vai deixá-los mais oleosos.

Seu cabelo é oleoso? Gostou das dicas sobre como diminuir a oleosidade do cabelo? Conte-nos! Deixe seu comentário aqui no Saudável e feliz.

Deixe um comentário
Print Friendly, PDF & Email

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui