Conheça os alimentos que aceleram o seu metabolismo

Compartilhe
alimentos-que-aceleram-o-metabolismo-lento

Vivemos procurando formas de cuidar melhor da saúde e conquistar o corpo que desejamos. Em meio a essa busca do bem-estar, muitas de nós já nos perguntamos: qual é o meu tipo de metabolismo? Será que eu tenho metabolismo lento? Quais são os alimentos que aceleram o metabolismo?

A partir desses questionamentos, vamos falar no texto de hoje mais sobre a relevância do metabolismo e como uma boa alimentação pode fazer a diferença nos nossos objetivos.

A importância do metabolismo.

Pense no corpo humano como uma máquina. Como qualquer outra máquina, ele precisa de alguma fonte de energia para funcionar. No caso do organismo, o combustível que ele precisa são os alimentos, logo cada alimento contribui na formação de uma taxa metabólica que define como a energia será produzida.

Essa energia é responsável por manter o corpo funcionando. Com isso, o metabolismo resume-se na conversão dos alimentos, envolvendo seus nutrientes e calorias, em energia utilizável pelo organismo.

A maioria dessa energia gerada é destinada ao metabolismo basal. Esse gasto de energia basal é responsável pela respiração, circulação sanguínea, manutenção da temperatura corporal, entre outras funções vitais que fazem o corpo funcionar.

Estima-se que 60% a 70% de toda energia gasta diariamente seja atribuída a esse processo. Outros 10% são gastos durante a digestão. Já o restante, que varia entre 20% e 30% é que o pode ser usado na taxa metabólica das atividades físicas, como caminhar ou praticar algum exercício.

O que é um metabolismo lento e qual a relação disso com o nosso peso.

É fundamental entender o conceito por trás do metabolismo lento.  Um metabolismo é considerado lento quando ele gasta menos calorias do que o normal, levando em conta as funções vitais do metabolismo basal.

Seguindo essa linha de raciocínio, mais calorias do que as necessárias no organismo acabam desencadeando o aumento de peso. De acordo com o médico nutrólogo Rafael Higashi, é preciso entender que todas as pessoas tem uma taxa de queima calórica ou taxa metabólica de repouso (TMR), ligada ao metabolismo basal.

As pessoas que tem esse tipo de metabolismo podem sentir mais dificuldade para emagrecer e apresentam uma tendência ao acúmulo de gorduras no corpo. Além disso sentem-se com menos energia, como se vivessem em outro ‘‘ritmo’’.

Quais fatores interferem no desenvolvimento de um metabolismo lento.

Existem vários fatores que podem influenciar no desenvolvimento de um metabolismo lento. De acordo com Tarissa Petry, endocrinologista do Centro de Obesidade e Diabetes do Hospital Alemão Oswaldo Cruz: ’’É possível acelerar o metabolismo com medidas como mudanças na alimentação e prática de atividades físicas’’. Os itens a seguir são essências para aqueles que querem mudar essa condição:

Genética: cada ser humano é de um jeito e o DNA poderá ser determinante nesse caso. Além disso, o gênero também tem seu peso, homens têm a tendência de queimar as calorias mais rápido, por possuírem normalmente mais massa magra.

Quantidade de massa magra: nosso corpo gasta mais energia para sustentar massa magra (músculos) do que o tecido adiposo (o da gordura). Por isso, quanto mais massa magra, mais calorias serão gastas.

Hipotireoidismo e outros problemas hormonais: os hormônios desempenham papéis importantes no organismo. Uma das causas mais comuns do metabolismo lento é o hipotireoidismo, que é quando a glândula da tireoide não produz hormônios suficientes.

Estilo de vida: de uma maneira geral, a forma como você leva sua vida e rotina influenciam grandemente na velocidade do seu metabolismo. Falta de exercícios físicos, insônia, estresse e depressão são alguns dos grandes vilões.

Idade: a partir dos 40 anos, o metabolismo começa a desacelerar cada vez mais, acentuando-se, normalmente, com a menopausa.

reposicao-hormonal

 

Diabetes: pessoas diabéticas costumam ter metabolismo lento, tendo mais dificuldade em perder peso do que pessoas que não possuem a doença.

Alimentação: A frequência com qual nos alimentamos e quantidade de comida influenciam esse processo. Prestar atenção naquilo que se come é essencial para manter o metabolismo acelerado e é sobre isso que iremos falar a seguir.

Conheça os alimentos que aceleram o metabolismo.

Acelerar o metabolismo significa acelerar os processos de transformação de substâncias e nutrientes em energia, aumentando assim o gasto energético e, consequentemente, a queima de calorias.

Agora, vamos focar nos alimentos que aceleram o metabolismo:

Alimentos termogênicos.

Esses alimentos que aceleram o metabolismo são capazes de aumentar a temperatura do corpo. Como gastamos energia para regularizá-la, acabamos queimando calorias nesse processo e acelerando mais o metabolismo.

Exemplos naturais e saudáveis são a canela, o gengibre, o chá verde e de hibisco, o gengibre, hortelã, curry, café, cebola, vinagre, a pimenta vermelha, frutas ácidas como a laranja e o limão, tangerina, abacaxi, etc. A canela, por exemplo, aumenta a atividade do metabolismo basal, enquanto o gengibre pode aumentar o nosso gasto calórico em até 10%. Esse número pode chegar até a 20% no caso da pimenta, que é rica em uma substância capaz de favorecer a quebra de gorduras, a capsaicina.

alimentos-que-aceleram-o-metabolismo-lento2

Alimentos de longo tempo de digestão.

Essas opções de alimentos demoram mais tempo para serem digeridas e fornecem energia por mais tempo ao seu organismo. Um exemplo são aqueles ricos em fibras, como os cereais, maçã, espinafre e brócolis, os carboidratos complexos como arroz e pães integrais, e as proteínas, como ovos, leite e carnes.

O ômega 3 é seu amigo.

Por incrível que pareça, as gorduras são fundamentais para o metabolismo. Mas entenda que as gorduras em questão são as saudáveis, conhecidas como gordura boa. Esse tipo de gordura beneficia o sistema cardiovascular como um todo, promove efeitos anti-inflamatórios e ajuda no controle dos níveis de colesterol e triglicérides.

Além de tudo disso, eles retardam a digestão dos carboidratos, aumentando assim a taxa metabólica e permitindo que a energia seja gasta de forma mais homogenia. Tal substância é encontrada nos peixes como salmão, sardinha, nos óleos vegetais como prímula, linhaça e azeite, no abacate e oleaginosas como amêndoas, castanha-do-pará e caju, nozes, pistache, gergelim etc.

Outras formas de manter um metabolismo mais acelerado.

Como observamos, existem alimentos que aceleram o metabolismo. Obviamente, existem outros hábitos que podem ajudar muito, como beber bastante água (principalmente gelada), ter uma rotina alimentar saudável sem longos intervalos sem comer, ter noites de sono tranquilas e é claro, praticar atividades físicas!

Tenha consciência que o seu tipo de metabolismo não é um veredicto final, você pode e deve cuidar da sua saúde e ser feliz com o seu próprio corpo, basta acreditar em você mesma!

Deixe um comentário
Print Friendly, PDF & Email

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui