Sexualidade após os 50: como ter uma vida sexual saudável

Compartilhe
falta-de-libido

Há quem acredite que homens e mulheres nesta fase da vida não precisam ter uma vida sexual… um grande equívoco! Nessa fase, o casal já tem um conhecimento maior sobre o corpo de cada um, isso ajuda na hora de estimular o parceiro. É importante lembrar que a sexualidade não é só sexo, mas também está relacionado com a busca daquilo que nos dá prazer. Sensações estimuladas pelo toque, beijo, carinho, atração. Ficou curioso? Estão continue lendo o nosso texto sobre sexualidade após os 50 e descubra todas as nossas dicas!

Transformações físicas e psicológicas

Nessa fase da vida, mulheres e homens passam pelas seguintes fases, respectivamente: menopausa e andropausa. Ambas as fases tem relação aos níveis hormonais como o estrogênio (hormônio feminino) e testosterona (hormônios masculinos). A produção desses hormônios diminui em ambas as fases, porém cada etapa traz sintomas típicos.

Na menopausa, o principal sintoma que causa consequências na relação é a falta de libido, ou seja, a falta de apetite sexual. Além disso, incômodos ligados a irritabilidade, secura vaginal, ganho de peso e insônia podem surgir, agravando ainda mais em possíveis problemas.

cta-persona-racional

Já na andropausa, efeitos como a diminuição da massa muscular e o aumento de gordura corporal aparecem também, podendo assim afetar o desempenho sexual.

Logo, o esfriamento da vida sexual em relações mais longas é relativamente comum, justamente por conta dessas alterações físicas e emocionais. Porém, isso não significa que esquentar a relação é algo impossível, pelo contrário, existem várias formas de lidar com essas transformações e ter uma vida sexual saudável! Conheça algumas delas.

Atividades saudáveis que trazem benefícios na hora do sexo

Boa alimentação

Uma dieta rica em frutas frescas como banana, morango e melancia e legumes como o inhame, soja e semente de abóbora são ricos em antioxidantes e vitaminas, o que aumenta o fluxo sanguíneo, inclusive nos órgãos genitais. Além disso, grãos integrais, peixes, vinho tinto, ostras e azeite de oliva podem fazer a diferença.

Que tal fazer um jantar com algumas dessas delícias? Ou então sair para jantar e escolher pratos que tenham algum desses alimentos na receita? Reservar momentos ao lado de quem você gosta ajuda a renovar a admiração um pelo outro.

Atividades físicas

Exercícios físicos são ótimos em qualquer idade, mas aos 50 anos são fundamentais. Em meio a problemas de dores articulares, estresse, depressão, pressão alta e afins, praticar atividades físicas podem ajudar no combate a doenças e promovem a sensação de bem-estar. Caminhadas, aulas de dança, hidroginástica, existem várias opções. E se vocês fizerem exercícios juntos? Isso irá aumentar a conexão entre o casal e consequentemente, a harmonia sexual.

Tenha um diálogo aberto com o parceiro

O casal deve compartilhar os seus sentimentos. Busque diálogos sinceros, essa abertura é fundamental, debater sobre as suas incertezas, preocupações e dificuldades ajuda muito. Quando a gente divide um problema com alguém, ele não fica mais tão pesado assim, a cumplicidade vai trazer resultados significativos na sexualidade após os 50.

Em alguns casos mais delicados, uma conversa com terapeutas da área da sexualidade pode ajudar.

Cuidados com a saúde

Manter os exames de rotina em dia fazem parte de cuidados em prol da vida sexual. Exames de sangue, tireóide, podem ser reveladores. Até hábitos como fumar e beber podem ser repensados.

Vamos falar de sexo!

Masturbação

Esses momentos de autoconhecimento ajudam a conhecer e estimular o próprio corpo. Essa prática alivia o estresse, diminui a incontinência urinária, ajuda na prevenção de infecções ginecológicas, na manutenção da vitalidade dos tecidos vaginais e aumenta a libido. Muitos benefícios, não é?

Pompoarismo

Essa ginástica íntima se resume na prática de exercícios de concentração e relaxamento dos músculos da vagina. Tal técnica potencializa o prazer de ambos durante a relação e promove um maior controle sobre os músculos vaginais.

Preliminares

Uma preliminar caprichada pode fazer que ambos fiquem mais felizes, satisfeitos e relaxados. Não precisa ter vergonha, a busca do desejo e prazer são fundamentais para uma vida sexual mais ativa.

Lubrificação

Lubrificantes íntimos ajudam na relação, ainda mais naquelas que sofrem secura vaginal. Dê preferência para aqueles à base de água.

Sexualidade após os 50 faz bem para a sua saúde!

Ao longo do texto, falamos sobre formas de aprimorar a sexualidade após os 50. É importante entender que o poder de sedução sempre estará em você, não permita que o ”peso” da idade deixe a relação cair na rotina, especialmente nessa fase em que há mais tempo livre e as preocupações com o trabalho e família costumam não ser menores.

É possível ter uma vida plena de prazer, siga as nossas dicas e você terá bons resultados.

Deixe um comentário
Print Friendly, PDF & Email

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui