Câncer de próstata é o tipo de carcinoma que mais atinge os homens

Compartilhe
cancer-de-prostata
De acordo com dados do Governo do Brasil, o câncer de próstata é um tipo de câncer da 3ª idade e deve ser diagnosticado e tratado o mais rápido possível, para diminuir riscos de morte.

O que é o câncer de próstata?

Também chamado de carcinoma de próstata, este câncer como o próprio nome já diz, acontece na região da próstata, apresentando um aumento incontrolável de células anormais no organismo.

“Os sintomas incluem dificuldade em urinar, mas, às vezes, não há sintomas.”
— Hospital Israelita Albert Einstein

Dados sobre o câncer de próstata

O câncer de próstata é o 6º tipo mais comum em todo o mundo e o que mais atinge os homens. As taxas de aparição da doença são por volta de seis vezes maiores em países desenvolvidos, quando em comparação a países que estão em desenvolvimento.

Cerca de ¾ dos casos no mundo acontecem em homens com aproximadamente 65 anos ou mais. Quando detectado e tratado desde os primórdios, tem os riscos de mortalidade bruscamente reduzidos.

No Brasil, o câncer de próstata é a 4ª causa de óbito por carcinoma, atingindo por ano mais ou menos 50.000 homens, e correspondendo a 6% do total de mortes por este grupo.

Mais sobre a próstata

A próstata é característica de pessoas do sexo masculino, localizada na parte inferior do abdômen. Esta glândula tem um formato de maçã e se encontra logo abaixo da região da bexiga, à frente do reto, englobando a parte inicial da uretra, tubo que serve para eliminar a urina armazenada na bexiga.

Recomendações para prevenir o câncer de próstata

Uma alimentação baseada em frutas, legumes, cereais, verduras, grãos e cereais, com menos gordura de origem animal, reduz significativamente os riscos de câncer de próstata. Médicos indicam ao menos 30 minutos diários de exercícios físicos, mantendo o peso em adequação à altura. Também recomenda-se a diminuição do consumo de álcool e evitar o fumo.

Exames preventivos

“Homens a partir dos 50 anos devem procurar um posto de saúde para realizar exames de rotina. Os sintomas mais comuns do tumor são a dificuldade de urinar, frequência urinária alterada ou diminuição da força do jato da urina, dentre outros. Quem tem histórico familiar da doença deve avisar o médico, que indicará os exames necessários.”

— Portal Brasil, governo federal

O exame de toque é o mais conhecido e utilizado, mesmo tendo alguns limitantes, pois só a porção de cima e do lado da próstata é palpável. Devido a isso, recomenda-se também o exame de antígeno prostático específico, conhecido como PSA, capaz de detectar o aumento de uma proteína produzida pela próstata, que é um indício do câncer.

Para um diagnóstico eficaz, é necessário verificar parte do tecido da glândula, adquirido pela biópsia da próstata.

O temido exame de toque

cancer-de-prostata
exame de toque

De acordo com pesquisas feitas pelo Datafolha para o Instituto Oncoguia e a Bayer, notou-se que 76% dos brasileiros acreditam que o exame de toque é importante para prevenção do câncer de próstata, mas 21% deles alegam que “não é coisa de homem“. Esta visão distorcida faz com que muitos deles não façam este importante exame, ficando sujeitos à este câncer maligno.

“A pesquisa mostra que cerca de 48% dos entrevistados afirmam acreditar que o machismo é o principal motivo pelo qual os homens não fazem o exame de toque. Já outros 12% apontam a vergonha e o constrangimento como impeditivos.”

— Archimedes Nardozza, presidente da Sociedade Brasileira de Urologia.

E se o homem já estiver com câncer de próstata?

Em caso de comprovação da doença, o doutor pode recomendar tratamento hormonal, cirurgia, radioterapia ou quimioterapia. Nos casos de doença metastática (quando o tumor espalhou-se para outras regiões do corpo), o tratamento selecionado normalmente é a terapia hormonal.

“A escolha do tratamento mais adequado deve ser individualizada e definida após médico e paciente discutirem os riscos e benefícios de cada um.”

— Ministério da Saúde

Tratamento na rede pública

A Política Nacional de Atenção Oncológica tem como função garantir atendimento integral a todos diagnosticados com a doença do câncer, por meio das Unacon — Unidades de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia — e dos Cacon — Centros de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia.

De acordo com o INCA, todos os estados do Brasil possuem pelo menos um hospital habilitado em oncologia, onde o paciente de câncer poderá fazer exames e até cirurgias mais complexas.

tinos-hair

Para ter atendimento do setor público nestes casos, é necessário ter uma comprovação da doença através de diagnóstico, por meio de punção ou laudo de biópsia.

Conhece pessoas que já sofreram com o câncer de próstata ou já sofreu com ele? Conte-nos aqui no Saudável e Feliz!

Deixe um comentário
Print Friendly, PDF & Email

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui