Os 3 erros mais comuns no tratamento para menopausa

Compartilhe
erros-no-tratamento-para-menopausa
A meia-idade é uma fase cheia de mudanças, porém muitas mulheres cometem erros no tratamento para a menopausa. Conheça esses erros e evite problemas futuros

A menopausa é uma fase muito importante para a vida de uma mulher e, também, muito cercada de mistérios. Poucas delas sabem realmente como agir quando essa etapa da vida chega. A cabeça fica recheada de mitos e informações contraditórias – difundidas especialmente na hora de balancear os possíveis erros no tratamento para menopausa.

Nesse cenário, muitos erros acabam sendo cometidos e as consequências podem ser bastante desagradáveis. Para ajudar a iluminar um pouco a confusão desse período, selecionamos os erros mais comuns relacionados a menopausa. Que tal ficar alerta para não cair nessas armadilhas?

Não procurar a opinião de um médico é um dos erros no tratamento para menopausa

erros-no-tratamento-para-menopausa

Todo mundo conhece aquela amiga ou vizinha que é “especialista” em tudo que existe. Só de descrevê-la assim, você já deve ter pensado que conhece alguém assim. Normalmente não há muito problema em trocar esse tipo de informação e ouvir conselhos de – digamos – gente comum. Mas isso não é uma atitude negativa se você souber filtrar os conselhos antes de simplesmente sair fazendo tudo o que te sugerem.

Quando uma amiga diz que “É só passar óleo de mexerica na perna esquerda três vezes por dia que passa o “fogacho”, nós devemos ter atenção. Qual seria o embasamento cientifico para essa sugestão? Será que isso é verdade mesmo?

Confiar mais nessas pessoas do que num médico é um erro muito grave e, infelizmente, comum cometido por muitas mulheres – especialmente na menopausa. O nosso exemplo pode até parecer um pouco absurdo, mas acontece com alguma frequência. Só que, ao invés de “óleo de mexerica”, as amigas costumam recomendar o mesmo tratamento hormonal que utilizam.

reposicao-hormonal

O problema é que o tratamento hormonal não é a solução para os sintomas da menopausa em todas as mulheres, sendo assim um dos principais erros no tratamento para menopausa, considerar que a reposição hormonal artificial  é a única forma de amenizar os sintomas da menopausa. Tomar o remédio da amiga sem prescrição ou orientação médica pode ser muito perigoso. É por isso que as mulheres devem procurar um ginecologista de confiança, para obter a melhor solução para iniciar seu tratamento para menopausa.

Confundir o período de início da menopausa

Muitas mulheres acham, assim que chegam numa idade próxima dos 50 anos e o seu ciclo menstrual começa a ficar instável, que já estão na menopausa. Na verdade, não é assim que o seu organismo funciona.

Para a mulher receber o diagnóstico de menopausa, ela precisa ter ficado pelo menos 12 meses sem menstruar. Antes disso, pode ser apenas uma instabilidade do período pré-menopausa, que costuma “atrapalhar” todo o ciclo mesmo – uma manifestação que é tradicional do período de climatério.

Assim, muitas mulheres acreditam que, por já estarem na menopausa, podem parar de utilizar os métodos contraceptivos que usavam anteriormente. O resultado aqui não é nenhuma surpresa, não é? Uma possível gravidez de risco num estágio pré-menopausa.

Desprezar o tratamento natural para menopausa

erros-no-tratamento-para-menopausa

Assim como muita gente acredita em qualquer tratamento apresentado por uma amiga, muitas mulheres já vêm com a predisposição de que “tudo que é natural não funciona” ou atua no organismo como placebo. Essa postura é, claramente, fruto da desinformação. Por não conhecerem alternativas naturais para o tratamento para menopausa, essas mulheres acreditam que qualquer opção que não seja sintética não é considerada válida.

O que elas não sabem é que o tratamento natural para a menopausa é pesquisado e desenvolvido por especialistas em saúde da mulher da mesma forma que as soluções sintéticas. E existem muitos ginecologistas que prescrevem tratamento natural para a menopausa para suas mulheres, por não ter contraindicação e não resultar em efeitos colaterais.

Um bom exemplo é o tratamento natural AWplus veja abaixo a composição de sua fórmula:

Óleo de linhaça

Trata-se da fonte mais rica de lignina, um composto fito-químico que pode atuar na prevenção do câncer de mama e, por sua estrutura similar ao estrógeno, pode ajudar na prevenção dos sintomas da menopausa e TPM.

Óleo de prímula

O segredo deste óleo está nos ácidos graxos poli-insaturados, presentes na sua composição, que não são produzidos naturalmente pelo organismo e precisam ser obtidos na dieta, principalmente por serem substâncias que ajudam no equilíbrio hormonal, diminuindo os impactos dos sintomas da tensão pré-menstrual e menopausa.

Gérmen de soja

É o único vegetal que contém proteínas iguais em quantidade as dos animais (encontrado em carnes, leite e ovos). Segundo estudos, as mulheres que fizerem uso do gérmen de soja apresentaram melhora completa nos fogachos e da secura vaginal.

Ômega 3

O ômega 3 é um tipo de gordura considerada essencial e saudável para a saúde. Como ele não é produzido por nosso organismo, deve fazer parte da dieta diária de qualquer pessoa. Segundo estudos realizados sobre esse óleo, ele apresenta atividades anti-inflamatórias, ajuda a controlar os níveis de colesterol e triglicérides, além de reduzir a pressão arterial, fazendo com que a mulher possa enfrentar a menopausa com mais tranquilidade.

Ômega 6

O ômega 6, assim como o ômega 3, é outro tipo de gordura considerada essencial e saudável para a saúde, já que também não é produzido por nosso organismo. Segundo estudos, esse óleo também é capaz de atuar no bom funcionamento do sistema cardiovascular e na redução de atividades inflamatórias em diferentes regiões do corpo.

Você percebeu que os ingredientes são todos naturais e que não irão impactar na sua saúde? Esse é o maior benefício do tratamento natural, ele proporciona a melhora do organismo sem agredi-lo, ao contrário do tratamentos sintéticos que podem acarretar em efeitos colaterais indesejáveis para as mulheres.

No fundo, para não cometer erros no tratamento para menopausa, o que você precisa ter é muita cautela e paciência para buscar orientação profissional e não se antecipar. Tratar a menopausa de maneira correta pode garantir a minimização de todos os sintomas e um ganho de qualidade de vida nesse período.

Depois de ler sobre os três erros, você está na dúvida se está ou não na menopausa? Não fique ansiosa! Faça o teste e só clicar na imagem abaixo.

em-qual-fase-da-menopausa-voce-esta

E você? Já cometeu alguns desses erros no tratamento para menopausa? Conte-nos sua experiência nos comentários abaixo!

Deixe um comentário
Print Friendly, PDF & Email