Sintomas da bursite: como essa doença age no organismo?

Compartilhe
sintomas da bursite
sintomas da bursite

Uma dorzinha aqui, aquele estralo dali e pronto! Os desconfortos se tornam constantes, podendo até limitar seus movimentos. Veja quais os sintomas da bursite e como eliminar o problema.

O que é bursite?

A bursite é uma doença caracterizada pela inflamação de uma bolsa sinovial (bolsa cheia de um líquido, chamado de sinóvia, localizada em um ponto no qual o músculo ou tendão encosta no osso, o que diminui o atrito entre duas áreas planas em movimento).

Além da redução do atrito, outra função das bolsas sinoviais é fazer a proteção dos ossos. As bursas se localizam perto das articulações, e qualquer processo de inflamação nessas regiões é facilmente notado pelos pacientes, por causa das dores frequentes. Muitos também acham de forma equivocada que o problema é uma artrite.

De acordo com o Hospital Israelita Albert Einstein, a bursite afeta em maior parte pessoas de 41 a mais de 60 anos, sendo um problema muito comum, já que apresenta mais de 150.000 casos por ano, no Brasil.

Causas da bursite

  • trauma;
  • infecção;
  • gota (depósito de cristais de ácido úrico na articulação);
  • LER (lesões por esforço repetitivo);
  • uso excessivo das articulações;
  • movimentos repetidos;
  • artrite (inflamação nas articulações).

“A perda severa de movimento no ombro – chamada “capsulite adesiva” ou ombro congelado – também pode resultar da imobilidade e dor associada à bursite do ombro.”

— Ortopedia BR.

Tipos de bursite

1. Bursite no ombro

Bursite no ombro
Bursite no ombro

A bursite subdeltoidea pode ser considerada como a causadora mais comum de dor nos ombros e normalmente está ligada ao impacto que a bursa recebe entre os tendões do manguito rotador e o osso acrômio.

2. Bursite no calcanhar

bursite no calcanhar
bursite no calcanhar

A tensão ou compressão sobre o tendão de Aquiles, causada por lesão, pressão constante dos sapatos ou doença pode gerar o problema. Esta doença é caracterizada pela inflamação da bursa subcutânea calcânea, que fica localizada na área que liga o tendão ao calcanhar.

3. Bursite do quadril

bursite no quadril
bursite no quadril

“A mais comum é a bursite trocantérica. É muitas vezes o resultado de lesões traumáticas na lateral do quadril, desgaste físico excessivo, anormalidades na coluna, artrite, artrose e cirurgia prévia. É mais comum em mulheres de meia-idade e idosos.”

— Ortopedia BR.

4. Bursite do cotovelo

bursite no cotovelo
bursite no cotovelo

É gerada pela inflamação da bursa do olécrano, que fica entre a pele e os ossos do cotovelo. A inflamação da bursa do olécrano pode ser gerada por alguma lesão ou pressão constante na região (como quando se inclina sobre uma superfície rígida).

5. Bursite no joelho

bursite no joelho
bursite no joelho

A bursite anserina ou popularmente conhecida como “pata de ganço” é uma das mais mais frequentes da doença, que afeta os joelhos. A bursa Anserina fica localizada entre o osso da canela e 3 tendões dos músculos isquiotibiais (pata de ganso) que se encontram na parte interna e média do joelho. Este gênero pode ser causado por falta de alongamento antes do exercício, músculos isquiotibiais “apertados”, obesidade, artrite ou joelhos pra dentro (joelhos valgo), que forçam os isquiotibiais contra a bursa. Este tipo de lesão é muito comum em atletas corredores, devido ao impacto frequente.

Sintomas da bursite

Os sintomas mais comuns da bursite são:

  • dores locais, podendo ser no braço, articulações, joelhos, cotovelos, ombros ou quadris;
  • inchaço (edema);
  • inflamação;
  • limitação de movimento.

Tratamento para bursite

Prevenção

  • não faça automedicação, analgésicos são contraindicados para mulheres grávidas e pacientes com histórico de úlcera;
  • procure descobrir as atividades que disparam o processo inflamatório e evite;
  • deixe a região atingida descansar o máximo possível;
  • faça aplicações de gelo na área;
  • faça exercícios de alongamento, fortalecimento dos músculos e dos tendões ou fisioterapia, apenas sob a orientação de um médico especialista.

reposicao-hormonal

Após o problema

“O tratamento deve ser feito sob orientação médica e inclui o uso de anti-inflamatórios, relaxantes musculares, aplicações de gelo e redução dos movimentos na área afetada. Exercícios fisioterápicos podem ajudar, desde que orientados por profissionais especializados. Casos mais graves podem exigir intervenção cirúrgica.”

— Dr. Drauzio Varella.

Sofre com os sintomas da bursite? O que usa como tratamento? Conte e ajudem pessoas que podem estar passando pelo mesmo problema. Deixe seu comentário!

Deixe um comentário
Print Friendly, PDF & Email

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui