Utiliza salto ou sapatilha? Descubra o que o uso destes calçados causa nos pés!

Compartilhe
salto-ou-sapatilha

Eles estão no armário de quase todas as mulheres, sendo itens necessários para o cotidiano, só para se deslocar ou para abrilhantar o visual. Descubra o que o salto ou sapatilha podem fazer com os seus pés.

A caminhada normal

De acordo com o ortopedista Túlio Diniz, uma pisada natural e saudável se inicia pelo calcanhar (que recebe a maior parte do peso dos pés), passa para as bordas laterais, depois desloca a carga para o meio e para a frente e por último faz com que o dedão “empurre” o chão.

O que acontece com o pé ao usar salto?

salto-ou-sapatilha
Pé normal – pé com salto

Ao utilizar sapato alto, o peso corporal é jogado para frente, numa tentativa de se equilibrar, já que a base é menor do que o salto em si.

Em saltos menores de 3 cm, 50% do peso fica na parte frontal e 50% na parte posterior. Isso implica em que esta é a altura máxima considerada inofensiva à saúde dos pés, já que a carga fica bem distribuída.

Já em saltos maiores de 6 cm, 90% do peso fica na parte frontal e apenas 10% na região posterior. Esta má distribuição propicia o desenvolvimento de joanete, que é como um calo, decorrente do desvio dos ossos, aparecendo principalmente por sapatos de bico fino.

Uma curiosidade é que, em um concurso de miss, a média de altura dos saltos é de 11 cm.

Problemas comuns provocados pelo uso de salto

salto-ou-sapatilha
Salto ou sapatilha

Além do joanete citado acima, o uso de salto pode causar várias outras deformações, não só nos pés, mas na coluna, na panturrilha e nos joelhos, sendo algumas delas:

  • dedos em forma de garra;
  • dores na planta do pé, pela pressão nos metatarsos;
  • calos;
  • problemas nas unhas, devido à pressão;
  • tendinite;
  • bursite;
  • fratura óssea por fadiga;
  • varizes;
  • trombose;
  • dor na panturrilha quando não usar salto (devido à contração que causa encurtamento da mesma).

Estudos feitos pelos britânicos na College of Podiatry demonstraram esses resultados sobre as usuárias de salto do Reino Unido, que reclamam com frequência dos seguintes sintomas:

salto-ou-sapatilha
Salto ou sapatilha

E o uso da sapatilha?

Não é novidade que o uso frequente de salto pode ser prejudicial aos pés, mas e as sapatilhas? Esses pequenos sapatos são uma opção confortável e clássica, sendo muito utilizados hoje em dia pelas mulheres.

Mesmo sendo uma opção mais adequada por equilibrar o peso do pé igualmente, a escolha do modelo errado de sapatilha também pode influenciar na sua pisada, e, segundo o ortopedista Adriano Zahdi, o calçado baixo de má qualidade pode causar até mesmo lesões e doenças musculoesqueléticas.

O que mais influencia na má escolha de sapatilhas é a proporção dela ao seu pé, já que este membro possui uma determinada largura e o calçado (principalmente de bico fino) pode ter um tamanho menor.

Para melhor entendimento, observe esta imagem:

salto-ou-sapatilha

Imagine que o pé da imagem é seu, e que este triângulo representa a sapatilha de bico fino. Como você pode observar, o triângulo não comporta o tamanho todo do pé. Se realmente fosse uma sapatilha, os dedos ficariam espremidos dentro dela, propiciando deformações, principalmente o joanete. Acredite, isso acontece com muita frequência! Por isso é importante escolher bem seus sapatos.

Como escolher o calçado correto?

Para evitar futuras dores e problemas, é importante fazer uma boa escolha de salto ou sapatilha, priorizando ao máximo o bem-estar de seus pés. Observe estas dicas:

  • use calçados confortáveis;
  • sapatos que não apertem os dedos;
  • sandálias com tiras largas (para não forçar o joanete);
  • tênis esportivos para longas caminhadas;
  • se for usar o salto, prefira no modelo plataforma ou com a estrutura mais larga.

Sinta que o sapato abriga bem os seus pés e permite certa movimentação dentro dele, uma boa escolha de calçado reflete no seu caminhar, na sua postura e até mesmo na sua qualidade de vida.

idade-da-menopausa

O mundo além do salto ou sapatilha

A Sociedade de Podologia do Reino Unido também estudou o envolvimento das pessoas com o calçado. A pesquisa mostrou que 1 em cada 4 mulheres já tirou os sapatos e dançou descalça na balada ou no bar em que estava, por não aguentar a dor do calçado.

Notou-se também que, as mulheres possuem em média dezessete pares de sapato, enquanto o público masculino tem apenas oito, sendo que só 12% deles assumiu passar dor por causa de sapatos elegantes, porém desconfortáveis.

Utiliza muito sapato de salto ou sapatilha? Sente dores nos calcanhares, joelhos ou coluna? Conte-nos mais sobre seu dia a dia, aqui no Saudável e Feliz!

Deixe um comentário
Print Friendly, PDF & Email

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui