Como enfrentar a angústia?

Compartilhe
angustia
Como enfrentar a angústia a seguir com as nossas escolhas?

Como enfrentar a angústia? É muito recorrente relatarmos uma sensação que temos, onde a voz fica presa na garganta, sentimos um peso no peito, entretanto, não sabemos identificar a causa, muito menos nomear esse estado emocional. Algumas pessoas falam que essa dor é muito aflitiva, e que às vezes até mesmo sentem falta de ar, mas que, no entanto, não conseguem compreender o que as levaram para essa condição.

Esse tormento que assola, deixando as pessoas desestabilizadas, tem nome, se chama angústia, e ao contrário do que se imagina é muito frequente esse sofrimento psicológico em nossa humanidade. Para se ter uma ideia, ela está junto com a depressão e a ansiedade, no conjunto das disfunções que impactam milhões de cidadãos no planeta. Mas se é algo tão comum, por qual motivo há momentos que não sabemos como enfrentar a angústia? Esse é o convite que fazemos à você nesse exato momento,vamos descobrir juntos como enfrentar a angústia?

reposicao-hormonal

A diferença entre a angústia e a ansiedade

Uma das sensações mais primitivas do homem é o medo, foi graças a essa sensação, que sobrevivemos a muitas ameaças externas, não só o ser humano, mas todos os animais existentes na terra necessitam do medo para viver. O fato é que com o tempo, o medo humano evoluiu ao lado dos novos dilemas da sociedade.

“Angústia e ansiedade não estão desconectadas da vida social, pois são sensações momentâneas que têm diferenças e fazem parte do cotidiano do ser humano, atingindo ricos e pobres, jovens, idosos e crianças. Não temos como prever os acontecimentos que geram medo, mas podemos controlar e entender as nossas emoções.”

-Jackson César Buonocore.

O que é ansiedade?

Ansiedade é o medo frente ao futuro, ficamos ansiosos sobre como se dará o desenrolar de determinada situação. Criamos uma expectativa sobre algo e, se não conseguirmos trabalhar e lidar com essa carga emocional, pode vir a desencadear uma disfunção que causará inúmeros impactos em nossas vidas.

O que é angústia?

Se a ansiedade possui ligações estreitas com o futuro, a angústia nos diz muito sobre o presente. Todavia, é mais complexo compreender o gatilho que está por trás da elação dessa emoção. O fato de termos liberdade em nossas escolhas pode colaborar muito com o quadro emotivo.

“Jean-Paul Sartre, filósofo francês contemporâneo, representante maior da corrente existencialista, defendeu que a angústia surge no exato momento em que o homem percebe a sua condenação irrevogável à liberdade, isto é, o homem está condenado a ser livre, posto que sempre haverá uma opção de escolha: mesmo diante de A, pode optar por escolher não A. Ao perceber tal condenação, ele se sente angustiado em saber que é senhor de seu destino.”

-Autor desconhecido.

A angústia pode desencadear sintomas físicos nas pessoas, podendo até mesmo ser confundida com um infarto no miocárdio. Na psicologia esse ligação é chamada de sintomas psicossomáticos.

angustia

Sintomas no físico

Conforme foi mencionado, é comum o relato de sintomas físicos, por mais que seja um sofrimento psíquico, os sinais também são experienciados no corpo. Veja a seguir os sinais da mazela:

É importante esclarecer que alguns pacientes que dão entrada nos prontos-socorros relatando que estão sentindo os sintomas de um infarto, podem na verdade revelar após uma análise, que estão sofrendo de uma crise de angústia. Portanto, os especialistas precisam descartar a presença de uma doença cardíaca, e caso não seja detectado nenhuma mal no coração, é recomendado direcioná-lo para um acolhimento psicológico para lidar com o sofrimento da mente.

Sintomas na mente

  • Cansaço mental;
  • Medo;
  • Incertezas;
  • Insegurança;
  • Dúvidas;
  • Falta de humor.

Tomada de decisões

Nunca foi tão difícil tomar decisões, a escolha nos gera angústia, e com essa realidade que a todo o momento nos força a não errar, se torna ainda mais dramático esse processo de ter que optar. O fato é que o não optar, também é uma decisão, e acabamos em um ciclo vicioso, por não ter escolhido A, em vez de B, ou de ter escolhido qualquer outra opção.

Não queremos perder nada, queremos tirar o proveito de tudo, queremos estar em todos os lugares, queremos todas as opções possíveis, todavia, somos unos em nossa essência, e em algum momento da vida, seremos direcionados a tomar uma decisão. Com isso, qual sentido tomar?

Que sentido seguir?

Se até mesmo quando está seguro de si a angústia pode aparecer de repente, imagina quando não sabemos quem somos, para onde vamos e o que faremos? Sim, é a tão famosa angústia existencial, que persegue a humanidade já faz um bom tempo, e tudo isso, pois carregamos a liberdade de escolha.

Essa que nunca esteve tão enraizada em nossas vidas, como está nessa era, muito até mesmo, graças à tecnologia que permite uma gigantesca possibilidade de escolhas, e isso é ruim? Não, é ótimo! Entretanto, implica em decisões, e é aí é que está o problema, não queremos ter que lidar com a perda, o luto tende a ser evitado a qualquer circunstância. Todavia, precisamos assumir as nossas escolhas e atos, e não é uma tarefa nada fácil, e muito menos confortável. Entretanto é extremamente necessário!

Como enfrentar a angústia?

O enfrentamento da angústia, parte do pressuposto de uma alto-compreensão, quando nos auto-conhecemos começamos a discernir dentre os caminhos a seguir, e se errarmos, iremos nos redimir e buscaremos outras perspectivas a partir dos ensinamentos obtidos.

Existem alguns medicamentos que colaboram para com a amenização dos sofrimentos físicos e mentais, porém é de suma importância, caso não consiga redimensionar os aspectos psicológicos, que procure o amparo e o acolhimento terapêutico.

Lembre-se: não há mal nenhum em sofrer com a angústia uma vez ou outra, é inerente a nossa existência, entretanto, precisamos nos atentar quando esse quadro emocional se torna muito recorrente e acaba impactando drasticamente em nosso cotidiano.

doenca-cardiaca-menopausa

Gostou de saber como enfrentar a angústia? Você já teve uma crise de angústia em algum momento de sua vida? Como reagiu? Deixe o seu comentário. Participe!

Deixe um comentário
Print Friendly, PDF & Email

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui