Aromaterapia: Saiba tudo sobre os óleos essenciais. Confira receitas!

Compartilhe

Sinta o bem-estar através do cheiro

 A aromaterapia é uma terapia, que busca obter de forma integrada o equilíbrio físico, mental e emocional através do uso de óleos essenciais. Não podemos confundir óleos essenciais com aromas sintéticos com base nas “essências de flores”, pois são compostos bem distintos. Os aromas sintéticos apenas têm por objetivo proporcionar aos ambientes uma atmosfera agradável e de aconchego, já os óleos essenciais possuem fatores terapêuticos.

A palavra “aromaterapia” vem de dois termos gregos:  “aroma”= odor agradável + “therapeia” = tratamento, ou seja, tratamento com odores agradáveis.

A indicação da aromaterapia é destinada para inúmeros tratamentos sejam eles tratamentos convencionais ou alternativos.

A história da Aromaterapia

Desde as antigas civilizações dos povos egípcios, chineses, indianos, gregos, romanos, dentre muitos outros povos, e até mesmo os ameríndios do Brasil já se beneficiavam com as ervas aromáticas. O consumo dessas ervas era principalmente destinado para fins religiosos, estéticos ou curativos.

As ervas aromáticas já eram “queridinhas” quando o assunto era beleza e bem-estar, pois as mulheres já recorriam aos seus benefícios. Um bom exemplo é a Cleópatra que se esbaldava hidratando a sua pele com inúmeros banhos aromáticos.

O termo “Aromaterapia” foi utilizado inicialmente pelo químico francês René Maurice Gattefossé. A sua família possuía uma indústria de perfumes. Um belo dia, enquanto o perfumista Gattefossé trabalhava em seus experimentos ele acabou queimando a mão acidentalmente e mergulhou-a num recipiente contendo óleo essencial de lavanda. Graças a sua ideia a queimadura curou-se rapidamente, não infeccionou, não produziu bolhas e cicatrizou.  O perfumista ficou encantando com os resultados obtidos e passou a estudar mais sobre a qualidade terapêuticas dos óleos essenciais.

Aromaterapia e Óleos Essenciais

Os óleos podem ser extraídos de raízes, troncos, galhos, resinas, folhas e flores através de métodos como a destilação, expressão à frio ou enfloragem. Eles apresentam as características: concentração 100% natural, consistência líquida e altamente voláteis. Os efeitos terapêuticos variam conforme as partes das plantas, podendo ser:

  • Relaxante;
  • Estimulante;
  • Equilibrante.

O grau da volatilidade também interfere. Veja a baixo:

  • Óleos essências altamente voláteis: auxiliam na estimulação da mente;
  • Óleos essenciais de baixa volatilidade: São mais calmantes;
  • Óleos essenciais de média volatilidade: Concentram os seus feitos balanceadores no sistema físico.

Um nariz poderoso!

aromaterapia-olfato

Você sabia que o nosso olfato é capaz de identificar mais de 10 mil diferentes tipos de aromas através da mucosa e dos folículos encontrados no nariz?  É muito cheiro! Não é não?! Quando o sentido olfativo identifica algum aroma, determinados neurônios em nosso cérebro podem ser ativados, e por consequência, atingem algumas glândulas relacionadas. Essas glândulas iniciam o processo de produção química que deverá agir de acordo com a necessidade do nosso organismo, atuando diretamente no problema.

O sentido do olfato é o sentido mais antigo dos seres vivos. Mas como o nosso olfato diferencia o odor entre um óleo de rosa e outro de Jasmim? Estudos apontam que um determinado odor seria reconhecido no cérebro pela combinação dos tipos de receptores que estimulariam. O nosso nariz pode reconhecer um número absurdo de odores.  Vale ressaltar que cada óleo essencial em específico é capaz de ativar os tipos de neurônios necessários para que haja melhora em cada inalação.

Tratamento com a aromaterapia

 Cuidado!  Para se obter o tratamento correto e prestigiar os benefícios da aromaterapia, é recomendável que se recorra a um atendimento especializado, pois alguns tipos de plantas podem ser prejudiciais à saúde. Elas podem ser capazes de alterar os batimentos cardíacos, causar sonolência e até dores de cabeça ou náuseas, portanto, é interessante sempre fazer o uso desta técnica com o devido conhecimento prévio e com respaldo técnico. Para cada mal-estar ou indisposição você encontrará um óleo essencial capaz de propor inúmeras melhorias para a sua saúde e bem-estar.

Benefícios da aromaterapia

 A aromaterapia atua no relaxamento, no combate à depressão, pânico, estresse, problemas hormonais como a menopausa, TPM, enxaqueca, ansiedade, indisposição, distúrbios de sono, falta de ânimo, resfriados entre outros. As suas propriedades curativas são inúmeras, veja:

  • Antiinflamatória;
  • Analgésica;
  • Expectorante;
  • Anticéptica;
  • Vermífuga;
  • Cicatrizante;
  • Germicida.

O óleo escolhido para o tratamento depende da condição física, mental ou emocional do paciente e pode ser usado para diversos fins, seus benefícios são inúmeros e por serem naturais com certeza você encontrará o óleo certo para a sua necessidade. Os tratamentos com óleos essenciais não se delimitam apenas a aromaterapia, hoje em dia existem inúmeros produtos naturais que buscam nos óleos vegetais componentes que auxiliam no combate ou a amenização de diversas enfermidades.

reposicao-hormonal

Aprenda a fazer você mesmo, dois óleos essenciais rápidos e práticos que irão trazer inúmeros benefícios para a sua saúde.

Óleo essencial de Laranja

 A receita é bem simples, você irá precisar de:

  • Laranjas;
  • Vodka;
  • Frasco de vidro com tampa.

Descasque as laranjas para extrair sua casca. Atenção! Verifique se não há restos da pele da laranja na casca branca. Para obter um melhor resultado você pode raspar para eliminá-la totalmente. Quanto mais cascas de laranja você usar, mais intenso será o óleo essencial.

No frasco de vidro coloque as cascas de laranja e adicione vodka. Sim, isso mesmo vodka! O álcool é muito utilizado para realizar a maceração dos óleos essenciais da aromaterapia. Você deve adicionar a vodka até que esta chegue a cobrir as cascas por completo. Tampe bem o recipiente de vidro e agite-o com força durante alguns segundos.

Coloque o frasco de vidro em um local escuro e fresco. Esse processo irá fazer com que as cascas de laranja macerem na vodka. Deixe o frasco durante uma semana no mínimo.

Durante esse período, agite o frasco por alguns segundos com o intuito de obter o maior conteúdo possível de óleo essencial de laranja.

Após o período de uma semana, você deverá coar a mistura. Você pode pegar um recipiente, coloque um filtro de café em cima, verta a mistura do frasco e vá retirando as cascas de laranja. Coloque o recipiente com o líquido alaranjado em um espaço com boa ventilação para que o álcool evapore.

Em poucos dias o líquido não cheirará mais a álcool, será apenas o óleo essencial de laranja. O óleo deve ser envasado em um frasco de vidro escuro para conseguir conservar todas as propriedades.

O óleo essencial de laranja possuí um aroma doce muito agradável e é excelente para favorecer o relaxamento, além de ser um valiosíssimo antisséptico e anti-inflamatório natural. Com certeza é um ótimo óleo para realizar uma aromaterapia.

Óleo essencial de Jasmim

Você vai precisar de:

  • 100 gramas de flores de jasmim;
  • Óleo de amêndoas;
  • Vasilha de vidro com fechamento hermético.

Com o auxílio de um moedor esmague as flores de jasmim. Quando elas estiverem bem cortadas, pegue uma vasilha de vidro com fechamento hermético. Coloque as flores esmagadas no frasco e cubra-os por completo com o óleo de amêndoas.

Feche a vasilha e deixe-a macerar durante um mês em um local escuro e sem umidade. Durante esse período agite a vasilha todos os dias;

Após um mês, você deverá coar o óleo, introduzir o líquido em outro frasco com fechamento hermético e incorpore mais 100 gramas de flores de jasmim novas e esmagadas. Deixe repousar o óleo de jasmim por mais três semanas.

Após três semanas repita novamente a introdução de flores esmagadas novas, não se esqueça de filtrar o óleo. Depois deste tempo, você terá seu óleo de jasmim caseiro!

Vale ressaltar que o óleo essencial de jasmim não deve ser ingerido. O óleo essencial de Jasmim é ótimo para prevenir o frizz dos cabelos.

Você gostou? Já fez o uso da aromaterapia? Compartilhe conosco como foi a sua experiência. Deixe o seu comentário!

Deixe um comentário
Print Friendly

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui