Seios doloridos na menopausa, por que isso acontece?

Compartilhe
seios doloridos na menopausa
seios doloridos na menopausa

Não é incomum aparecer dor na região mamária durante a vida da mulher, desde a puberdade em diante, mas existe uma fase em específico em que esse incômodo pode se tornar mais frequente ou intenso. Descubra o porquê dos seios doloridos na menopausa.

Qual o motivo dos seios doloridos na menopausa?

As alterações hormonais decorrentes da vida feminina costumam causar as dores nos seios, e na menopausa não seria diferente.

O climatério é um período que envolve grande queda de hormônios, principalmente de estrogênio e progesterona. Isso é claro, também pode interferir na sensibilidade das mamas de várias formas, já que além da dor, também causa sensibilidade, ressecamento da pele e retenção de líquido (que gera inchaço).

Outros problemas podem causar dos nos seios, como:

  • cistos;
  • nódulos;
  • inflamação mamária (mastite);
  • tabagismo;
  • uso de anticoncepcionais.

O tratamento de reposição hormonal, muito utilizado na menopausa, também pode ser um dos causadores de dor nos seios, por isso vale a pena se aprofundar no assunto.

Foi comprovada a ligação da reposição hormonal com o câncer de mama, através de estudos feitos pela Kaiser Permanente Center for Health Research em Portland, Oregon.

Os pesquisadores descobriram que a frequência deste tipo cancerígeno cresceu de acordo com o uso de hormônios, no início da década de 90 em diante, tendo um avanço de 15% dos casos de câncer de mama.

“Em geral, o primeiro sinal da doença costuma ser a presença de um nódulo único, não doloroso e endurecido na mama. Outros sintomas, porém, devem ser considerados, como a deformidade e/ou aumento da mama, a retração da pele ou do mamilo, os gânglios axilares aumentados, vermelhidão, edema, dor e a presença de líquido nos mamilos.”

— Dr. Drauzio Varella

No ano de 2001, esses valores se inverteram. As mulheres começarem a fazer menos reposição hormonal, por causa de uma campanha da Women’s Healt Initiative, a qual mostrava os riscos do estrogênio e da progesterona sintéticos. Assim, os casos de câncer de mama caíram consideravelmente.

Remédios que causam dor na mama

Estudos feitos no National Breast Cancer Foundation, nos EUA, apontaram que remédios digitálicos (para insuficiência cardíaca), hipertensivos (epironolactona) e a metildopa (aldomet), anabolizantes e clorpromazina (antipsicótico), também podem ser causadores de dor nos seios, devido a efeitos colaterais ao seu uso.

Como diminuir a dor nos seios?

Mesmo que haja pouca pesquisa para mostrar a eficácia desses remédios de autocuidado, alguns podem valer a tentativa:

  • use compressas quentes ou frias em seus seios;
  • use sutiã de suporte firme, montado por um profissional, se possível;
  • utilize sutiã esportivo durante o exercício, especialmente quando os seios estiverem mais sensíveis;
  • experimente terapia de relaxamento, que pode ajudar a controlar os altos níveis de ansiedade, associados à dor intensa nas mamas;
  • limitar ou eliminar a cafeína;
  • siga uma dieta com baixo teor de gordura e coma carboidratos mais complexos (esta foi uma estratégia que ajudou algumas mulheres com dor nas mamas em estudos observacionais).

Medicina alternativa

seios doloridos na menopausa
seios doloridos na menopausa

Vitaminas e suplementos dietéticos podem diminuir os sintomas de dor no peito e a gravidade de algumas mulheres. Consulte seu médico em caso de dúvidas a respeito da ação destes componentes:

  • óleo de prímula – este suplemento pode aumentar o equilíbrio de ácidos graxos em suas células, o que pode reduzir a dor na mama (mastalgia);
  • vitamina E – estudos iniciais mostraram um possível efeito benéfico da vitamina E na dor da mama, em mulheres pré-menopáusicas. Em um estudo, 200 UI (unidade internacional) de vitamina E, tomadas duas vezes ao dia durante dois meses, melhoraram os sintomas em mulheres com dor mamária. Além disso, para mulheres grávidas e mulheres que amamentam, a dose máxima de vitamina E é de 1g diário (ou 1.500 UI).

Lembre-se, consultar um médico é sempre importante para descobrir o melhor tratamento para as dores, além de ser a melhor forma de identificar possíveis problemas maiores e soluciona-los corretamente.

Agora você sabe mais sobre os seios doloridos na menopausa. Sofre com esse problema? O que costuma fazer? Deixe seu comentário e ajude outras mulheres que podem estar passando pela mesma situação.

reposicao-hormonal

Deixe um comentário
Print Friendly, PDF & Email

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui