Veja como melhorar a sua vida sexual após os 40

Compartilhe
melhorar a vida sexual após os 40 anos
melhorar a vida sexual após os 40 anos

A partir de uma certa idade, é comum que o desejo sexual feminino diminua, especialmente se a mulher estiver entrando ou no período da menopausa. Nessa fase comum a todas, a vagina fica menos lubrificada, o revestimento interno perde espessura e isso faz com que a penetração seja dolorosa e desconfortável. Aprenda como melhorar a vida sexual após os 40.

A redução ou perda da libido também se justifica por causa do declínio nos níveis de estrogênio, ou seja, as mudanças hormonais típicas dos 40 anos impactam diretamente o apetite sexual feminino. A boa notícia é que existem formas eficazes de ter uma sexualidade saudável nessa fase da vida. Veja a seguir como melhorar a vida sexual após os 40 anos, mesmo estando na menopausa.

Peça orientação ao seu ginecologista

Converse abertamente com seu ginecologista e busque alternativas na medicina para solucionar o problema da falta de desejo sexual após os 40 anos. Normalmente eles indicam cremes à base de estrogênio, que melhoram a lubrificação vaginal e elevam o fluxo sanguíneo. Em casos mais severos de queda de libido, alguns médicos prescrevem pequenas doses de testosterona para aumentar o apetite sexual da mulher durante a menopausa.

Peça ajuda e compreensão ao seu companheiro

Não há relacionamento que resista à falta de apetite sexual, mas também não há problema que não seja solucionada quando existe carinho e cumplicidade entre o casal. É importante conversar com o parceiro e, se for necessário, explore a situação pedindo para que ele seja paciente – até porque esta fase e a falta de libido é transitória.

Outra atitude indispensável é que ambos invistam na relação, valorizem as preliminares e procurem tirar a união da rotina. Aposte em viagens, um lingerie diferenciada, jantares românticos, uma ida ao sex shop juntos ou atividades que vão de encontro ao seu perfil e de seu parceiro.

Relaxe, relaxe, relaxe!

vida-sexual-aos-40

O cansaço físico, o estresse, o desgaste emocional e o desânimo  rotineiro também podem afetar de forma danosa o apetite sexual. Por essas e outras, é importante relaxar, ter pausas na agenda, dedicar um tempo para o lazer, além de investir na prática de exercícios. As atividades físicas durante a menopausa aumentam a sensação de bem-estar e viabilizam melhores noites de sono – e de sexo.

Alimente-se corretamente

Adotar uma dieta equilibrada também é crucial para manter a vida sexual ativa depois dos 40 anos. Uma má alimentação provoca problemas como baixa produção de neurotransmissores responsáveis pelo prazer e bem-estar, interferindo significativamente no desempenho sexual feminino.

O zinco presente no fígado bovino e nas ostras, por exemplo, ajuda na fertilidade e no desejo sexual, sendo indicado não apenas para as mulheres, como também para os seus parceiros. Os alimentos afrodisíacos também não podem faltar no seu prato. Boas opções, nesse sentido, são a canela e a pimenta, pois eles ativam a circulação sanguínea. Já os ovos, as nozes, as castanhas e também o leite  aumentam a produção de noradrenalina  e dopamina, o que também melhora o rendimento sexual.

Invista na suplementação natural para amenizar os sintomas da menopausa

A suplementação natural é bastante bem-vinda, principalmente se o produto tiver ácidos graxos, óleo de linhaça, gérmen de soja e outros componentes poderosos para revigorar a saúde feminina. Além de auxiliar no combate à baixa libido, estes suplementos também ajudam a amenizar outros sintomas comuns às mulheres após os 40 anos decorrentes da menopausa.

reposicao-hormonal

E aí, você gostou das nossas dicas? Aproveite e conte para a gente o que você fez para melhorar a sua vida sexual após os 40 anos!

Deixe um comentário
Print Friendly, PDF & Email