Falta de apetite na menopausa: a ação dos hormônios na fome!

Compartilhe
falta-de-apetite-na-menopausa
falta de apetite na menopausa

O climatério é um período caracterizado pela queda hormonal gradual. Normalmente, falamos da perda do estrogênio e da progesterona, que são os hormônios que causam os sintomas mais comuns, como calorão e tontura, mas, você sabia que outros hormônios também são reduzidos, causando a falta de apetite na menopausa? Descubra quais são eles!

Hormônios da menopausa e do apetite

Alguns hormônios são responsáveis  ou interferem de alguma forma na fome, sendo eles: grelina, leptina, adiponectina e insulina.

A grelina vem do seu estômago e aumenta a sensação de fome, retardando a queima das adiposidades e o metabolismo. Já a leptina é produzida pelas células de gordura enquanto você dorme. Elas se ligam a receptores em seu cérebro, sinalizando quando você está satisfeito. Este hormônio tem a capacidade de interromper o apetite e aumentar sua capacidade de queimar calorias.

Normalmente o que pode acontecer com algumas mulheres é uma queda na grelina e um aumento na leptina, causando a perda da vontade de comer, mas que pode vir acompanhada ou não de emagrecimento, já que na menopausa é comum o acúmulo de gordura na região abdominal.

É importante lembrar que o contrário também pode ocorrer, tendo os níveis de grelina elevados, aumentando a fome e o peso.

Mais um motivo para falta de apetite na menopausa

Existem muitas mulheres que alegam sentir indigestão e flatulência no período da menopausa, tendo aquela sensação de estar estufada.

O inchaço gastrointestinal é muito comum nesta fase, sendo caracterizado pelo momento em que o ar enche o estômago, dando sensação de satisfação. Mesmo que o estômago esteja do mesmo tamanho, as vestimentas começam a parecer mais apertadas e o desconforto é inevitável.

reposicao-hormonal

O excesso de gás é produzido no intestino. O açúcar encontrado em alimentos como frutas, legumes e comidas de fast food pode contribuir para este problema, tendo até mesmo bactérias, que propiciam ainda mais a situação.

O estrogênio também pode estar envolvido!

A falta de estrogênio pode interferir no processo digestivo. A falta lactase (enzima que ajuda o corpo a digerir lactose, dentre outros elementos) também pode contribuir para este sintoma.

A dificuldade na digestão pode fazer com a pessoa não esteja confortável para comer, já que a mesma vai começar a sentir um peso na barriga.

Como diminuir esse problema?

falta-de-apetite-na-menopausa
falta de apetite na menopausa

 

Sua dieta desempenha um papel importante neste momento. Ao consumir muita proteína, isso pode aumentar o inchaço associado à menopausa, pois seu corpo não consegue digerir tudo. Pode-se obter alívio adicionando produtos de soja no seu cardápio, como tofu por exemplo, além é claro de ter um equilíbrio, comendo frutas, legumes e gorduras boas, como ômega 3 e ômega 6.

“Alguns fatores de risco e sintomas associados ao envelhecimento, e à menopausa não podem ser alterados. Mas uma boa nutrição pode ajudar a prevenir ou aliviar certas condições, que podem se desenvolver durante e após a menopausa.”

— Dr. Juliano Pimentel

O uso de suplementos naturais, ou seja, suplementos à base de vegetais, plantas e ácidos graxos também pode ajudar muito na redução da falta de apetite na menopausa, além é claro, de diminuir os outros sintomas decorrentes do período.

Gostou de saber mais sobre a falta de apetite na menopausa? Também passa por este problema? Como ele se apresenta? Conte-nos! Deixe seu comentário aqui no Saudável e Feliz e compartilhe com outras mulheres como se sente!

Deixe um comentário
Print Friendly, PDF & Email

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui