Como tratar a otite? Por que a dor de ouvido acontece?

Compartilhe
otite

Embora não seja um tema muito comum, a otite é um problema que acontece com muitas pessoas no dia a dia, apresentando por volta de 150.000 casos por ano, no Brasil.

Causas

Este problema pode ocorrer principalmente no verão ou no inverno. O doutor Juliano Pimentel explica que na época de praia, as pessoas mergulham muito, e essa umidade gera pode gerar a otite. Já no inverno, a frequência da doença também é grande devido ao aumento de fatores virais, fazendo com que o corpo tenha uma pré-disposição a uma maior secreção de muco (catarro), que causa uma congestão e consequentemente, a otite.

A infecção no ouvido pode ter causa viral ou bacteriana, porque as IVAS (Infecções de Vias Aéreas Superiores) são na maioria das vezes virais, que possuem uma meia vida determinada, mas os efeitos dela pode transbordar ou ultrapassar outras situações, podendo gerar a otite.

Por exemplo, a tuba auditiva interna, que possui um canal por dentro do ouvido que drena a secreção auricular, possui 3 ossos: martelo, bigorna e estribo, que funcionam em sinergia para levar os estímulos, transformando em audição, gerando o que você ouve. Quando há um congestionamento na região, isso impede o bom funcionamento.

Causas de Otite

A dor de ouvido pode começar tanto como infecção da parte de dentro ou de fora, ou simplesmente uma inflamação.

1. Otite externa

Na maior parte das vezes, a otite externa é causada por excesso de umidade e feridas, abertas por hábitos de higiene por uso de cotonetes ou introdução de objetos estranhos, os quais acabam empurrando a cera para dentro do ouvido.

Isso propicia a proliferação dos microrganismos, sendo fungos ou bactérias, responsáveis por dor e infecção. Este tipo é o que mais aparece devido ao contato com a água, em piscinas ou praias, por isso é bem comum atingir também nadadores.

Algumas causas não tão comuns de otite externa, mas que também existem, são: dermatite seborreica e acne na região da orelha.

2. Otite média

Este é o caso no qual a otite ocorre por presença de vírus ou bactérias, que entram no ouvido interno pela tuba auditiva, acumulando muco na parte mais interna do nariz, que possui conexão direta com a tuba. A nasofaringe geralmente fica congestionada quando o paciente está gripado ou resfriado.

Os microrganismos sobem pela tuba auditiva, alcançando o ouvido médio, tendo como consequência o acúmulo de pus.

Sendo assim, podemos alegar que a otite média é, em boa parte dos casos, resultado de um resfriado, faringite, rinite, sinusite ou infecção respiratória.

teste-menopausa

A otite média é muito mais frequente em crianças devido ao fato de que a tuba auditiva delas é bem menor que a de adultos, possuindo um ângulo que facilita a passagem de líquidos e secreção pelo canal.

Tipos de Otite

  • Otite aguda: tem um tempo de duração de mais ou menos 2 semanas, sendo facilmente resolvida, porém, quando acontece mais de 4 vezes por ano, pode ser denominada otite de repetição. Ela normalmente ocorre por muito líquido ou muco no ouvido, quando não consegue ser drenado naturalmente, causando a infecção;
  • otite crônica: quando o processo inflamatório dura mais de 4 semanas, é considerada a otite crônica. Nestes casos, é comum a piora da inflamação com o tempo, necessitando de atendimento médico.

Sintomas

As infecções ocorrem normalmente com febre, calor, rubor, dor de ouvido e edema no local, podendo até ter infecção que escorre pra fora, principalmente quem já teve ruptura do tímpano. Além disso, também não é incomum apresentar:

  • coceira na orelha;
  • secreções;
  • dificuldade em ouvir (som abafado);
  • perda temporária da audição (por obstrução do canal auditivo);
  • vermelhidão;
  • inchaço no local;
  • descamação em volta do canal auditivo, que causa estenose (estreitamento do mesmo);
  • falta de cera;
  • zumbido;
  • pressão.

Tratamentos

Os problemas disso são vários, porque muitas vezes a causa bacteriana demanda antibióticos, o que pode ser considerado ruim, pois o uso deste tipo de medicamento está indiretamente associado com: obesidade, disbiose e doenças autoimunes, por isso, é sempre importante tomar medicação com recomendação médica.

De acordo com o Hospital Israelita Albert Einstein, os seguintes tratamentos são utilizado para cada tipo de otite:

  • otite média – a maioria das infecções de ouvido desaparece por conta própria. Algumas exigem antibióticos.
  • otite externa – o paciente pode receber prescrição de remédios em gotas para o ouvido e orientação para mantê-lo seco.
  • labirintite – a labirintite geralmente desaparece por conta própria. Medicamentos podem ajudar a controlar os sintomas. A terapia de reabilitação vestibular pode ajudar em alguns casos.

Tratamento caseiro

otite
como tratar a otite?

Há também formas caseiras para aliviar o problema da otite, mas lembre-se de que eles não são capazes de substituir o tratamento clínico, receitado por um especialista, pois não há comprovação da eficácia e nem garantia da segurança dos métodos.

“Tratamentos que envolvem a colocação de algum objeto estranho ou líquido no ouvido não são recomendados, pois podem agravar a situação.”

— Dr. Fabiano Brandão, otorrinolaringologista.

Algumas alternativas diárias preventivas, podem ser:

  • compressas quentes no ouvido por cerca de 15 min., evitando pegar friagem;
  • usar bolinhas de algodão ou protetores auriculares na parte externa da orelha, evitando a entrada de água nos ouvidos ao tomar banho;
  • evitar retirar o cerume (cera), que é uma camada de proteção natural do ouvido;
  • evitar coçar o ouvido, mesmo com cotonetes;
  • após banhar-se ou nadar, é importante secar as orelhas apenas com o dedo enrolado em uma toalha, sem aplicar muita força na área do tímpano.

Agora você sabe mais sobre a otite! Já passou por este problema? Costuma sentir dores de ouvido? Aproveite! Deixe seu comentário e ajude pessoas que podem estar passando pelo mesmo problema.

Deixe um comentário
Print Friendly, PDF & Email

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui