Vacina: veja os benefícios para os maiores de 60 anos!

Compartilhe

Saiba o quanto é importante a vacina para os maiores de 60 anos.

Faltam poucos dias para o inverno! Como você está se preparando? Já colocou os agasalhos para arejar? Renovou o estoque de chás e sopas? Adquiriu um novo cachecol? São cuidados básicos não é mesmo? Todavia, são de enorme importância para começar com o pé direito a estação mais fria do ano.

O inverno também aumenta o nosso extinto de proteção com aquelas pessoas que amamos. Ir ao quarto do ente querido para cobri-lo com mais um cobertor, ou pediu para alguém colocar mais um agasalho para se proteger do frio?

Bem, já que estamos falando de pessoas tão estimadas, precisamos falar em especial com os maiores de 60 anos. Sim, os nossos tão queridos e especiais idosos.

Com a chegada do inverno aumentam as incidências de doenças respiratórias. E as pessoas com mais de 60 anos fazem parte dos grupos de vulnerabilidade. O grupo de vulneráveis é composto por:

  • Gestantes;
  • Mulheres até 45 dias do pós-parto;
  • Crianças de 6 meses até 5 anos;
  • Indígenas;
  • Trabalhadores da área da saúde;
  • Funcionários do sistema prisional;
  • Portadores de doenças crônicas.

Melhor idade X Doenças infectocontagiosas

Os maiores de 60 anos são os mais suscetíveis ao contagio de  doenças respiratórias, pois sofreram ao longo da maturidade corporal muitas alterações imunológicas. Essas doenças infectocontagiosas, em destaque as do aparelho respiratórios hospitalizam muitos deles, e com isso, eles acabam consumindo uma maior quantidade de recursos hospitalares, representando maior taxa de permanência quando comparado a outros grupos etários e o pior aumentado o risco de morte.

Mas é possível protegê-los? Sim, podemos demonstrar o nosso afeto imunizando-os contra inúmeras doenças através do método de vacinação.

A vacinação em idosos está amplamente associada à redução das internações devido às doenças cardíacas, cerebrovasculares, pneumonia, influenza ou gripes, no entanto, muitos são os idosos que não tomam as vacinas por receio dos efeitos colaterais, resistência a adesão das campanhas ou pela falta de informação.

Precisamos esclarecer primeiramente que a vacinação é um método completamente efetivo no combate contra as epidemias, e que por mais que ela possa desencadear efeitos adversos é a melhor prevenção contra doenças.

O que é Vacina?

vacina-maiores-de-60-anos

Vacina é o mecanismo usado para controlar algumas doenças infectocontagiosas. Consiste na inoculação de um antígeno na corrente sanguínea de uma pessoa, visando à produção de anticorpos, com isso, se torna imune aquela pessoa que possui anticorpos protetores específicos contra determinado agente infeccioso.

Vale ressaltar, que a imunidade pode ser adquirida naturalmente quando você contrai alguma determinada doença ou artificialmente, quando a imunização é adquirida por consequência da vacinação.

A imunidade é a capacidade de o sistema imunológico reconhecer substâncias estranhas e promover uma resposta contra elas (micro-organismo responsável por uma doença infecciosa específica ou sobre suas toxinas).

Conheça as principais vacinas:

  • Influenza (gripe): Os maiores de 60 anos fazem parte do grupo de risco aumentado para as complicações e óbitos por influenza. Procure sempre a vacina influenza 4V, pois a cobertura das cepas circulantes é maior, mas na impossibilidade de uso da 4V é indicado a vacina 3V. O importante é não ficar sem a vacinação!;
  • Tríplice bacteriana acelular do tipo adulto (difteria, tétano e coqueluche) – dTpa ou dTpa-VIP: Essa vacina é recomendada mesmo para aqueles que tiveram a coqueluche, já que a proteção conferida pela infecção não é permanente. Atenção! Para idosos que pretendem viajar para países nos quais a poliomielite é endêmica é recomendável a vacinação com a dTpa combinada à pólio inativada (dTpa-VIP);
  • Tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola): Nos idosos com mais de 60 anos é incomum encontrar indivíduos suscetíveis ao sarampo, caxumba e rubéola. Para esse grupo, portanto, a vacinação não é rotineira. Todavia, o médico pode recomendar em alguns casos específicos.
  • Trivalente: Essa vacina protege contra três subtipos do vírus da gripe (A/H1N1, A/H3N2 e influenza B).

Veja abaixo o calendário de vacinação do SBIm (Sistema Brasileiro de Imunizações), nele é possível obter mais informações sobre as vacinas direcionadas para os maiores de 60 anos. É possível identificar quais são as vacinas concedidas gratuitamente pelas UBS (Unidade Básica de Saúde) e outras vacinas disponibilizadas por clínicas privadas.

calendário-vacinação
Clique aqui para abrir o arquivo em PDF

Vale ressaltar que o calendário básico de vacinação brasileiro é definido pelo programa nacional de imunizações (PNI), e corresponde ao conjunto de vacinas consideradas de interesse primordial à saúde pública do país.

O PNI tem por objetivo a preconização da vacinação para os grupos vulneráveis do nosso país.

Embora sejamos um dos países que mais investem dinheiro público na cobertura de vacinas para pessoas da melhor idade, ainda é observado uma grande resistência na população.

Você sabia que depois da inserção da vacinação contra a gripe no calendário do Ministério da Saúde, observou-se uma relevante modificação no perfil de morbimortalidade e na utilização dos serviços de saúde pela população com mais de 60 anos?

Ou seja, a vacinação evita que os idosos frequentem os serviços públicos de saúde em maior volume durante o ano, com isso, diminui-se os riscos de contrair algum tipo de infecção hospitalar ou alguma outra doença.

Economiza-se nos recursos e equipamentos públicos dos serviços de saúde. E acima de tudo, com a vacinação os maiores de 60 anos correram menos ricos de ficarem doentes.

Em uma pesquisa realizada pela Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo em parceria com o Instituto de Infectologia Emílio Ribas, foi constatado que, desde o ano de 1999, as internações de pessoas com mais de 60 anos em hospitais públicos de São Paulo decorrentes de complicações de gripe diminuíram cerca de 62%.

O mesmo estudo identificou a diminuição de 43,4% nas mortes de indivíduos a partir de 60 anos causadas por doenças respiratórias relacionadas à gripe.

Envelhecimento não é significado de doença!

A cada dia que passa estamos garantindo uma maior expectativa de vida.

O nosso país nos últimos anos tem desenvolvido um processo de envelhecimento populacional exponencial, decorrente a diminuição da taxa de natalidade e dos baixos índices de mortalidade ocasionando a evolução da transição demográfica.

Estamos vivendo mais! Isso não é ótimo? Sim, é! Todavia, podemos envelhecer de forma saudável e natural, convivendo bem com o passar dos anos e mantendo-se ativo em todas as fases da vida.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, até 2020 o número de pessoas com mais de 60 anos vai superar o de crianças menores de 5 anos pela primeira vez na história.

Muito além de ser um ato de cuidado pessoal a vacinação é um ato de respeito e cuidados coletivos, pois a vacinação não protege apenas aqueles que foram vacinados, mas também ajuda a comunidade como um todo!

reposicao-hormonal

Quanto mais pessoas de uma comunidade ficarem protegidas, menor é a chance de qualquer uma delas imunizadas ou não de ficarem doentes.

Vacine-se!

 

Deixe um comentário
Print Friendly

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui