O corpo pede para dormir mais no inverno?

Compartilhe
O-corpo-pede-para-dormir-mais-no-inverno
Quais são os motivos que fazem o corpo querer dormir mais no inverno.

É só chegar aqueles dias mais frios, e o nosso corpo já começa a dar sinais do tão famoso sono. A estação mais fria desponta e passamos a dormir mais no inverno. Qual será o motivo?

O frio aumenta, e o sono também! É um desejo insaciável de permanecer na cama, como se não houvesse um amanhã! Será que somos um bando de preguiçosos? Que só queremos ver a banda passar de baixo dos cobertores e, se possível com portas e janelas fechadas?

Uma coisa é fato! As comidas ficam mais deliciosas e fumegantes é um verdadeiro convite (tentação) para se esbaldar nos sabores e cheiros escaldantes e intensos? Será, que é o tanto de comida digerida, que faz dormir mais no inverno? O estômago está tão cheio que pede uma hora extra para dar conta do trabalho?

Calma, iremos desmitificar os motivos que faz a gente querer dormir mais no inverno.

A produção da melatonina

Na estação mais fria do ano dormimos mais, porque o nosso sono está ligado com a produção de um hormônio chamado: melatonina. A melatonina é produzida no cérebro e, o controle desta produção é feito pelos estímulos de claridade e escuridão presentes na diferença entre dia e noite.

reposicao-hormonal

De junho até as duas primeiras semanas de setembro, é sabido que os dias são mais curtos do que as noites, portanto, produzimos mais melatonina do que no restante da nossa volta em torno do sol e, com isso, passamos a dormir mais no inverno.

A melatonina é de suma importância para o nosso organismo, sua falta pode acarretar no envelhecimento, bem como, alguns profissionais afirmam que pode ocasionar depressão.

Além de estar intrínseca ao sono, a melatonina também está envolvida em quadros de depressão. A quantidade de melatonina, e também de serotonina, outro hormônio produzido no cérebro, influencia o nosso humor e a produção dos dois está  relacionado com quantidade de sol a que está exposta a pessoa.

dormir-mais-no inverno
Será que o nosso metabolismo fica mais lento no inverno?

O metabolismo mais lento faz dormir mais no inverno

O nosso corpo como já foi explicado no tópico da melatonina, sofre uma adaptação ao clima. No inverno, o nosso metabolismo fica mais vagaroso e, ainda tem a claridade que está baixa nessa época, fatores que somados proporcionam o cenário ideal pra se dormir mais no inverno. Vale ressaltar que a necessidade de sono e vigília continuam os mesmos.

A comida mais gordurosa deve colaborar com o sono

Para o nosso corpo produzir calor, ele precisa de muita fonte de energia. Para se aumentar a quantidade de energia disponível é bem simples! Nós comemos! Isso não é muito bom?! Como no inverno perdemos muito calor para o ambiente, para que o organismo tenha a sua quantidade de calorias obtidas através da alimentação em taxas seguras, ele é estimulado através da fome a comer mais.

O resultado é bem simples! Quanto mais alimento chegar ao estômago, mais ele demandará de energia para trabalhar e, com isso, o cérebro é acionado para refazer a administração da energia do nosso corpo. E sabe o que ele faz? Manda você ir dormir, para gastar menos energia e deixar o sobrecarregado estômago lidar com a demanda excessiva que você ocasionou!

Portanto, a regra é clara: dias frios, somado a comida mais gordurosa é igual a dormir mais no inverno! Mas não pense você que é só no inverno que essa tarefa emergencial ocorre! Você já comeu aquela feijoada na quarta-feira no almoço? E qual foi a sensação pós-refeição? De sono?!

Por que é importante dormir?

O tempo que um adulto jovem dorme pode variar de 5 a 10 horas, embora haja uma média de 8 horas para a maioria. É evidente que a quantidade de horas está muito atrelada a particularidade de cada pessoa. Essa quantidade de sono vai diminuindo com o avanço da idade. Isso é muito normal!

Os recém-nascidos, por exemplo, necessitam de no mínimo de 16 horas de sono (que coisa boa!), todavia, eles precisam dessas horas, pois estão em fase de desenvolvimento. O nosso corpo durante o sono passa por um processo de restauração e reconstituição. Como os pimpolhos estão crescendo a cada abrir de boca, eles precisam de mais tempo para aumentar e reconstituir as células, além do mais no soninho eles repassam todos os mecanismos que foram aprendidos durante a vigília.

Dormir mais no inverno é normal, todavia, o importante é a qualidade e não a quantidade do sono. Mas aqui para nós, é muito gostoso ficar na cama naqueles dias bem cinzentos e frios!

Gostou? Compartilhe! Comente qual é a sua estratégia para não ficar de baixo dos cobertores e ir para luta cotidiana?

 

Deixe um comentário
Print Friendly, PDF & Email

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui