Colonoscopia: o que é, para que serve, o exame dói?

Compartilhe
colonoscopia

O câncer colorretal ou câncer de intestino apresenta mais de 150.000 casos por ano no Brasil. Para identificar esta doença, é necessário um exame um pouco invasivo, porém necessário: a colonoscopia.

Recomendações pré-exame

Antes de iniciar o exame, alguns procedimentos são solicitados, para possibilitar a visualização e a detecção de qualquer anomalia.

O cólon deve estar totalmente limpo para fazer a passagem da sonda, logo, o médico costuma pedir que o paciente tome um laxante líquido e adote uma dieta totalmente sem fibras por volta de 2 ou 3 dias antes de fazer o exame. Se o cólon não estiver completamente livre, o especialista pode remarcar o exame para outro dia.

Como é feito o exame?

A colonoscopia é um exame de imagem baseado na visualização do cólon, com a reprodução de imagens coloridas, que podem ser gravadas. Ela é feita através de uma sonda, chamada de colonoscópio, inserida pelo canal anal, ajudando a analisar a possível existência de lesões nas paredes do intestino.

O tempo médio da duração do exame é de 30 min. Durante o procedimento, o paciente fica deitado lateralmente sobre uma mesa operatória, com as pernas levemente dobradas. Após o posicionamento correto, é inserido o colonoscópio (tubo flexível de 1cm com uma microcâmera e uma fonte de luz) na cavidade anal.

Também se faz uma insuflação de ar, para descolar as paredes do cólon. O vídeo é transmitido em tempo real para uma tela e todo o intestino grosso é visualizado, onde o doutor busca possíveis anormalidades e irregularidades na parede do cólon. Caso haja suspeitas, o doutor pode retirar algumas amostragens de tecido ou muco para análise, através de biópsia.

colonoscopia
Procedimento dos exames de Colonoscopia e Enema de Bário

Colonoscopia virtual

Uma variação do exame é a colonoscopia virtual, normalmente usada quando existem dificuldades no procedimento mais comum. Este exame é como um enema de bário, que usa uma tomografia computadorizada, gerando mais informações.

Este tipo de colonoscopia é menos invasivo, onde o tubo que passaria por todo o intestino, trafega apenas no final do mesmo, injetando o ar para garantir a visualização.

Quando o médico costuma solicitar a colonoscopia?

  • Dores no abdômen sem motivo aparente;
  • sangramento do intestino;
  • constipação crônica;
  • diarreia;
  • constipação crônica;
  • sangue nas fezes;
  • suspeita de anemia por deficiência de ferro;
  • suspeita de câncer do cólon;
  • resultados anormais em exames não invasivos (tomografia, radiografia e ultrassom);
  • acompanhamento de pessoas que tiveram pólipos já removidos.

A colonoscopia dói?

Como é um exame efetuado enquanto o paciente está sob efeito de sedativos, não é comum que o mesmo sinta dor. Mesmo assim, é bom relembrar que como há uma liberação de gás carbônico no intestino, a pessoa pode sentir cólicas e liberar estes gases, através de flatulências (pum), algum tempo depois do exame.

É verdade que a colonoscopia é contraindicada para grávidas?

Sim! Mesmo que o exame seja no intestino, pode trazer riscos para o bebê, então não é indicada, principalmente no último mês de gestação.

Nos últimos meses de gravidez, o exame pode ser prejudicado devido à compressão do cólon, desencadeada pelo aumento do útero. Fazer a colonoscopia durante a gravidez pode causar complicações como perfuração do intestino ou traumas uterinos. Além destes indícios, não se sabe se o medicamento para limpar o cólon e o anestésico são seguros para o feto.

O que fazer se eu estiver grávida e precisar analisar o cólon?

Para gestantes com necessidade de verificação intestinal urgente, pode-se fazer um exame de retossigmoidoscopia, o qual não tem histórico de problemas de malformação ou prematuridade do bebê.

reposicao-hormonal

Contraindicações

Além da gravidez, não é recomendável que a colonoscopia seja feita caso o paciente tenha os seguintes casos:

  • suspeita de dor abdominal aguda;
  • suspeita de diverticulite;
  • suspeita de alargamento do intestino grosso (megacólon tóxico).

Também existem casos os quais ficam sob responsabilidade do médico decidir se o paciente pode ou não fazer a colonoscopia, através de minuciosas análises, sendo eles:

  • ataque cardíaco;
  • tromboembolismo pulmonar (TEP);
  • neutropenia;
  • aneurisma da aorta abdominal (AAA);
  • aumento do baço (Esplenomegalia).

Se o paciente estiver utilizando anticoagulantes, também é necessário que o exame seja adiado.

Já teve de fazer o exame de colonoscopia? Foi incômodo ou nem notou? Se ainda vai fazer, tem receio? Deixe seu comentário aqui!

Deixe um comentário
Print Friendly, PDF & Email

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui