Conheça as 11 principais causas da queda de cabelo nas mulheres

Compartilhe
queda-de-cabelo-nas-mulheres

Enquanto muitas mulheres sonham em ter um cabelo lindo e sedoso, quando alguém se depara com a queda dos fios, é normal ficar extremamente incomodada e espantada. Esse problema, porém, é comum entre as mulheres, principalmente depois dos 30 anos, e tem causas diversas. Confira, a seguir, as 11 principais causas de queda de cabelo nas mulheres e descubra como tratá-la e preveni-la.

Alteração hormonal

Qualquer alteração hormonal pode gerar queda de cabelo nas mulheres. Alguns dos problemas mais comuns ocorrem com as glândulas endócrinas como tireoide, hipófise e suprarrenal, que desregulam e não permitem que os nutrientes cheguem aos folículos capilares.

Alopecia por tração

Quem usa o cabelo preso diariamente pode sofrer com danos causados pela alopecia por tração. Ao pentear e esticar os fios para prendê-los, a pressão exercida pode enfraquecer o cabelo e causar queda de cabelo nas mulheres.

Excesso de produtos químicos

Alisamentos, tinturas e outros tipos de procedimentos que utilizam química podem danificar e enfraquecer os fios, causando quedas bruscas. Para evitar resultados negativos, antes do uso, é preciso testar o produto em uma pequena área. Além disso, é aconselhável não combinar o uso de diversos tratamentos ao mesmo tempo. O intervalo entre uma aplicação de químicos e outra deve ser considerável, pois o excesso desses tipos de tratamento é um grande problema.

Obesidade

O peso tem relação com a queda de cabelo nas mulheres. Se manter acima do peso influencia na maior produção de hormônio masculino, gerado pela grande conversão de gordura. A base do problema é antiandrógena e pode ser minimizada com a reeducação alimentar e a prática de exercícios físicos para controle do peso.

Envelhecimento

Com o avanço da idade, o couro cabeludo fica mais espesso e prejudica a circulação sanguínea na região e, consequentemente, o funcionamento das glândulas sebáceas e sudoríparas. O couro cabeludo recebe menos nutrientes e os fios afinam e caem. Os sintomas surgem a partir dos 50 anos.

Genética

Apesar de ser mais comum em homens, as mulheres também podem apresentar predisposição genética para a calvície. A hereditariedade do gene da calvície por parte de pai ou mãe pode determinar a doença, percebida com mais intensidade após os 30 anos.

queda-de-cabelo-nas-mulheres

Banho com água quente

A temperatura ideal da água é de 20 graus Celsius, pois altas temperaturas ressecam os fios e eliminam o sebo que protege o couro cabeludo. Além disso, o banho quente pode proporcionar o surgimento de caspas e seborreia, agravando a queda do cabelo.

Falta de vitamina

As vitaminas do complexo B são responsáveis pela saúde e pela beleza dos fios de cabelo. Por isso, quando há falta dela, a queda pode ser provocada. Sendo assim, para manter a cabeleira sempre linda é necessário ter uma alimentação balanceada e rica em alimentos que apresentam as vitaminas do complexo B, como ovos, carne, leite, verduras verde-escuras e vegetais.

Estresse

O estresse é um grande inimigo do cabelo bonito e saudável, já que ele faz com que o corpo utilize mais energia do que o normal, o que afeta a produção dos fios. Além disso, ele estimula o organismo a produzir mais cortisol, um hormônio que desacelera a divisão celular na raiz. Dessa forma, uma pessoa estressada pode perder metade ou três quartos do total de seus fios.

Quem faz tratamento para combater o estresse também pode sofrer com os efeitos colaterais dos antidepressivos, que interrompem o ciclo de vida do cabelo, enfraquece os fios e torna-os mais predispostos à queda.

Pós-parto

Durante a gestação, a mulher sofre muitas alterações hormonais. Já nos meses que sucedem o parto, os hormônios masculinos voltam a ser produzidos em quantidades normais pelo corpo da mulher — o que faz com que os fios caiam.

Tabagismo

Além de todos os males que o cigarro pode causar ao corpo, ele também é responsável por diminuir a irrigação sanguínea do couro cabeludo e, consequentemente, a oferta de nutrientes que o organismo destina aos fios de cabelo.

Tratamento para queda de cabelo nas mulheres

Uma das formas mais eficientes para combater a queda dos fios é usar um tônico capilar. O Tino’s Hair  é um dos mais eficientes do mercado, pois tem a função de auxiliar o fortalecimento do couro cabeludo e da estrutura capilar, acabar com a queda de cabelo e, ainda, promover o crescimento de novos fios.

Independentemente do motivo que esteja provocando a queda, o tônico age diretamente na raiz e o resultado pode ser notado a partir da primeira semana de uso.

Outro aspecto que faz do Tino’s Hair uma escolha segura e assertiva é que sua produção e sua armazenagem são feitas dentro dos maiores padrões de qualidade, inibindo o processo de deterioração dos componentes da fórmula. Além disso, o produto é devidamente testado pelo Ministério da Saúde.

O Baicapil

O princípio ativo do produto, BAICAPIL™, foi premiado em razão da sua capacidade de inovação no tratamento contra calvície e queda de cabelo. Com o prêmio Innovation Prize de “Melhor Ativo do Mundo” em 2014, sua eficácia foi afirmada.

Pesquisas comprovam

Uma avaliação realizada com clientes do Tino’s Hair destacou que 93,3% dos avaliados apresentaram crescimento de novos fios, 67,5% tiveram aumento na densidade do cabelo em 45 dias e 87,7% perceberam a estagnação da queda de cabelo em 21 dias.

Também afirmam que os cabelos ficaram mais fortes, grossos e densos e voltaram à cor original, além de notarem que a caspa e a seborreia desapareceram. Quando perguntaram se comprariam o produto, 80% dos clientes responderam que sim.

Agora que você já conhece as possíveis causas da queda de cabelo em mulheres e sabe como tratá-la, fique tranquila! Caso apresente algum desses sintomas, busque ajuda de um especialista e comece o tratamento, sempre com o auxílio do tônico Tino’s Hair.

Gostou do artigo? Então faça o download do e-book Alimentação saudável: guia de nutrição para envelhecer bem! Com ele, você descobrirá como funciona a Pirâmide Alimentar, entenderá os riscos das Dietas Restritivas e aprenderá como evitar exageros na alimentação, além de conhecer muitas outras dicas para manter a saúde sempre em dia.

Deixe um comentário
Print Friendly

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui