Mulheres têm o olfato mais aguçado do que os homens

Compartilhe

Mulheres têm o olfato mais aguçado do que os homens

Qualquer cheiro, ainda que seja o mais imperceptível possível, nos desperta algum sentido, seja fome, repulsa, atração, nojo ou nos traz de volta lembranças e sensações. O olfato é uma forma de conhecer através de cheiros, tudo aquilo que está ao nosso redor, seja um perfume ou até mesmo um mau odor.

Um estudo realizado por brasileiros confirmou algo que já era de se desconfiar: as mulheres têm o olfato mais apurado que os homens. A explicação para essa diferença está no cérebro. O cientista Roberto Lent, da Universidade Federal do Rio de Janeiro e sua equipe usaram uma máquina chamada de fracionador isotrópico, que mede com rapidez e confiabilidade o número de células das estruturas cerebrais, como o bulbo olfativo que é a primeira região do cérebro a receber as informações passadas pelo nariz.

A pesquisa trabalhou com 11 mulheres e 9 homens que já haviam morrido, todos com média de 55 anos de idade e nenhum deles havia trabalhado com nada que comprometesse a saúde do olfato. Após analisar e calcular o número de células do bulbo olfativo dos cérebros, os pesquisadores descobriram que as mulheres tinham um número 43% maior que os homens.

E ao contarem os neurônios foi percebido que o número foi de 50% maior para as mulheres, o que reforça a tese de que as mulheres têm maior sensibilidade para detectar todos os tipos de cheiros.

Banner - C62

Deixe um comentário
Print Friendly, PDF & Email

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui