Trabalho em família: problema ou solução?

Compartilhe
trabalho-em-familia
Trabalho em família é um problema ou é a solução para se obter prosperidade nos negócios?

Um belo dia você decide abrir o seu próprio negócio. Você tem na sua conta uma boa quantia em dinheiro e resolveu que nunca mais irá receber ordens de nenhum patrão! Você olha para o céu azul, plácido e límpido e pensa: Eu serei um (a)  grande empreendedor (a)! terei um trabalho em família.

Totalmente otimista, você chega à sua casa e grita para a sua família: gente eu vou abrir um negócio. Todos ficam eufóricos e animados, pois irão trabalhar juntos! Adeus jornadas exaustivas de trabalho, mau humor alheio, condução lotada, controle de pontos e tudo que há de mais chato quando se trabalha em uma empresa de terceiros. Todo o martírio acabou! Cada membro da família começa determinar por si só qual será o cargo que irá exercer na empresa familiar.

Os dias se passaram e você nota que o seu primo que deveria cuidar do estoque ainda não chegou! Os seus filhos que deveriam atender os clientes estão completamente desaminados e demonstrando nitidamente um desconforto em ter que lidar com o público. Cada colaborador/familiar está fazendo como quer e quando quer! É o verdadeiro Deus nos acuda! E por isso, você começa a repensar o trabalho em família. Será que realmente foi uma boa ideia colocá-los para trabalharem na empresa?

Trabalho em família: é um problema!

Há empreendedoras e empreendedores que são categóricos em dizer: trabalho em família é só dor de cabeça e falta de alinhamento! Os relatos sobre a falta de subordinação, os comportamentos indisciplinados e o abuso de autoridade para com os outros colaboradores (que não pertencem a família) é plural! Existe um fator que é muito complicado em uma empresa em que ocorre o trabalho em família: os grandes atritos de relacionamento familiar.

As discussões excessivas, a falta de cuidado em manter uma delimitação entre os assuntos empresariais e pessoais (as famosas lavagens de roupas sujas), aqui se incluem também os xingamentos, as discórdias e a falta de profissionalismo entre familiares são citados por aqueles que acham que o trabalho em família é um grande problema.

Trabalho em família: é a solução!

trabalho-em-familia
O trabalho em família pode ser a solução para os inúmeros problemas pertinentes aos negócios.

Entretanto, como toda história possui dos lados, há quem é incisivo em afirmar que o grande diferencial em seu empreendimento é justamente o trabalho em família! A cumplicidade, o espírito de união, a doação pelo negócio e a liberdade são alguns dos benefícios citados por empreendedoras e empreendedores que possuem em seu quadro de colaboradores apenas os seus familiares.

É relatado que o ambiente fica mais leve, descontraído e que por ser um negócio familiar todos colocam a mesma garra e empenho nas atividades. É uma energia holística que consome todos os membros no mesmo objetivo: O sucesso do negócio!

reposicao-hormonal

Há uma comoção entre empresários e as empresárias em relatar que é difícil injetar gás e motivação (a verdadeira paixão pelo negócio) em pessoas que normalmente não são do seio familiar. O trabalho em família permite que a motivação e o desejo pelo sucesso sejam no mesmo nível e medida entre todos os envolvidos.

Como fazer do trabalho em família um sucesso!

Não existe uma receita mágica como muitas pessoas que lidam com negócios gostam de projetar. Não há os dez passos para o sucesso do seu negócio familiar, todavia, há algumas diretrizes de gestão que podem colaborar para que as coisas ocorram na melhor maneira possível na sua empresa:

Delimitando as atribuições

É importante deixar bem esclarecido as funções, tarefas e responsabilidades de cada membro da família.

Direitos iguais para todos

Caso a empresa possua outros colaboradores que não são da família, é importante resguardá-los e determinar para quem eles deverão se submeter.

Ainda abordando sobre os colaboradores que não são da família, é pertinente deixar claro que por mais que seja uma empresa familiar, todos receberão os mesmos cuidados.

Determinação de horários

Deixe bem claro o horário de entrada e saída de cada familiar/colaborador; caso ocorra um desvio de comportamento, garanta que esse receberá as medidas cabíveis acordadas antecipadamente.

Discernimento situacional

Delimite os assuntos que serão discutidos no ambiente empresarial e quais serão abordados entre as quatro paredes do lar.

Nem só de negócios vive a família

Programe atividades entre os familiares. Tome o cuidado de programar algo que não tenham relação com o negócio! Que tal um cinema para descontrair e desviar um pouco o foco?

Diga não à exploração familiar!

Lembre-se não é porque a pessoa que trabalha com você é um parente seu, que ele obrigatoriamente deve estar sujeito a qualquer condição imposta por você!

Quem é o verdadeiro dono do negócio?

Garanta que todos os seus parentes/familiares se sintam realmente parte do negócio, entretanto, não permita que eles desenvolvam o sentimento: o negócio é meu! Portanto, eu mando! (não é bem assim, correto?!).

O clima do trabalho em família faz toda a diferença!

Garanta que o ambiente seja sempre leve e descontraído! Não se esqueça de que é um trabalho em família, portanto, o afeto deve reger a energia entre todos.

Os três princípios básicos no trabalho em família

A seriedade, o respeito e o compromisso devem ser premissas básicas para qualquer colaborador. O sucesso do trabalho em família perpassa por um bom relacionamento familiar garantindo que os negócios sejam prósperos e longevos.

Enfim, aproveite todos os benefícios e praticidades em se ter um negócio familiar, todavia, tenha o cuidado para não perder a mão e justa medida nas atitudes para com os outros.

Você tem ou já trabalhou em um negócio familiar? Comente como é ou foi a sua experiência.

 

Deixe um comentário
Print Friendly, PDF & Email

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui