Sexo tântrico: que tal tentar algo novo no relacionamento?

Compartilhe
sexo-tantrico

O relacionamento caiu na rotina? Quer dar um presente diferenciado ao seu parceiro (a)? Que tal tentar o sexo tântrico? Conheça mais sobre ele e descubra os prazeres desta prática aqui, no Saudável e Feliz!

Sexo tântrico e suas origens

A palavra Tantra é originária do sânscrito, e significa enraizadamente tecido ou trama. Na linguagem do ocidente, recebeu a conotação de doutrina, no sentido de que vários ensinamentos das práticas sexuais e espirituais se entrelaçam.

No contexto hindu, a sexualidade e a espiritualidade são vistas como portas para o desenvolvimento pessoal, ou seja, como forma de crescimento e aproveitamento, em relação a si mesmo e ao universo no geral, auxiliando nos prazeres e no equilíbrio vital, até mesmo com mais saúde.

A energização tântrica

Todos os seres vivos são feitos de energia, dentro de suas classificações (vegetal, animal e mineral), segundo o tantra. Considerava-se também em décadas passadas que o ser humano era por si só um “todo completo”, onde teria sido criado sexualmente andrógeno e fora divido em dois seres, só conseguindo atingir o ponto sexual mais alto com sexo oposto que o correspondesse, como “a outra metade”.

Hoje em dia algumas pessoas se descobriram e se permitiram mais, vendo que podem sentir atração e prazer não só com o sexo antagônico, mas com o mesmo sexo.

Ainda segundo o tantra, o ser humano está conectado com a rede de energia universal, sendo assim, a prática do sexo possibilita esta troca enérgica necessária para alcançar o equilíbrio necessário.

A troca de energética durante a prática sexual (que no sexo tântrico não busca alcançar o orgasmo e sim o prazer prolongado e extremo) faz com que o homem tenha uma descarga elevada de energia, ao alcançar o orgasmo, e a mulher recarrega a energia de seu par, tendo múltiplos orgasmos.

Técnicas do sexo tântrico

O sexo tântrico busca trazer um novo ponto de vista, com uma sensação erótica rica, causando uma capacidade reflexiva profunda e a sensibilidade extrema de vida, sendo uma experiência inovadora e atemporal.

Sem pressa e em sintonia

sexo-tantrico
Massagem tântrica

Disponibilize ao menos um dia semanal para fazer uma massagem tântrica em seu parceiro (a). É mais recomendado que seja pela manhã, depois de uma noite confortável de sono. Antes de iniciar, recomenda-se que o casal esteja na mesma sintonia, trabalhando conjuntamente a respiração, equilibrando as energias, segundo a especialista Judy Kuriansky.

Conheça seu parceiro (a)

Toque todo o corpo de seu acompanhante, pois assim é possível encontrar as partes mais sensíveis e prazerosas para o outro, trabalhando a pele e o relaxamento, descobrindo novos lugares.

Esqueça o tempo

A massagem tântrica não acontece se a pessoa estiver apressada ou sob pressão. É necessário desfrutar da experiência e do meio, sem focar tanto no resultado final.

“Estar em posição de receber a massagem é especialmente benéfico para o homem, que aprende a controlar e prolongar o seu prazer. Ele deve ficar de meia hora até uma hora apenas curtindo os toques, sem ejacular. É uma brincadeira que funciona como um treinamento”

— Gabriel Saanandra (coordenador da CIA do Ser)

Gostou das técnicas do sexo tântrico? Já praticou ou tem curiosidade de praticar? Deixe seu comentário aqui no Saudável e Feliz.

Deixe um comentário
Print Friendly, PDF & Email

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui