Sexo oral: como fazer seu par feliz de forma saudável?

Compartilhe
sexo-oral

De acordo com estudos feitos pela State of University of New York, nos Estados unidos, o sexo oral faz bem para a saúde feminina e masculina. Descubra como esta prática pode interferir no corpo.

O que é exatamente o sexo oral?

Esta é uma atividade sexual, envolvendo apenas o contato entre a boca e os órgãos genitais dos parceiros, podendo fazer estímulos com a língua ou a garganta. Quando é feito em homens, é chamado cientificamente de felação, e se feito em mulheres, é denominado cunilíngua.

No Brasil, 66,8% dos homens praticam sexo oral, já as mulheres, 63,4%, de acordo com o Projeto de Sexualidade do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas de São Paulo.

Cientistas americanos chegaram à conclusão de que o esperma contém cortisol em sua composição, que é um hormônio capaz de aumentar o sentimento afetivo e de regular o sistema nervoso, melhorando o humor.

4 principais dúvidas sobre o sexo oral

1. Relação sexual oral só pode ser prazerosa para quem recebe?

Mito! Algumas pessoas gostam de fazer, por sentirem-se estimuladas em ver o parceiro (a) demonstrar prazer, já outras, fazem somente para agradar o par ou acabam nem fazendo. Se você se inclui nas pessoas que não gostam de praticar, pode utilizar outros meios para que a situação fique mais agradável, como utilizando mel, calda de chocolate, ou qualquer guloseima que agrade seu paladar.

2. Algumas pessoas têm vergonha do sexo oral?

Verdade! Existem vários motivos para que algumas pessoas tenham vergonha deste momento íntimo, como a vergonha de seu corpo, do cheiro, ou a incerteza se o parceiro ou parceira realmente está afim de fazer. O ideal é conversar com o par, para que tudo flua naturalmente e todos estejam de acordo na situação.

3. Sexo oral com camisinha dá menos prazer?

Depende! Pois é! Por não ter contato direto com a pele, existe a possibilidade que o prazer seja menor, porém, o fato de estar sempre se sentindo protegido, sem riscos de DSTs, pode ser muito mais prazeroso.

4. A dieta masculina interfere esperma?

Verdade! Quando o homem é adepto a uma alimentação rica em frutas, por exemplo, e bebe bastante água, o líquido espermático tem consistência, gosto e odor mais amenos. Já para os homens com hábitos alimentícios pouco saudáveis, o esperma possui sabor ruim e consistência forte.

Sexo oral e proteção

Especialistas apontaram que de cada dez mulheres atendidas por ginecologistas, sete admitem não usar camisinha para fazer sexo oral nos seus respectivos parceiros.

Já no caso da prática de ato sexual utilizando a boca na região íntima feminina, fica ainda mais complicado para se obter proteção, já que a camisinha feminina não protege contra a contaminação de doenças.

Ambos os casos são preocupantes, pois isso pode propiciar doenças como: sífilis, gonorreia e herpes. Uma pequena área lesionada já permite a entrada de vírus, e pequenas feridas na boca, como aftas por exemplo, são muito comuns. Até mesmo vírus HIV pode ser transmitido através de sexo oral, e mesmo as chances de contaminação sendo menores, é sempre importante estar atento.

“O pH da boca (neutro e-ou levemente ácido) e o contato somente com a superfície do pênis ou da vagina diminuem os riscos de contágio. Mas, mesmo apesar de pequeno, o perigo existe.”

— Rosa Maria Neme, ginecologista.

Podemos observar então que quem pratica sexo oral em homens tem uma forma de proteção eficaz, mas para quem faz em mulheres, têm de usar meios alternativos.

Meios alternativos para proteção em quem faz sexo oral em mulheres

Sexo-oral

A ginecologista Rosa Maria Neme aponta como um jeito de proteger-se de DSTS orais o uso de papel filme.

“Mesmo a camisinha feminina não vai proteger, então, a dica é utilizar o papel filme (o mesmo usado na cozinha para embalar alimentos) para cobrir a vagina e não existir o contato direto da boca com a pele…O papel deve fazer a cobertura de toda a região da vagina. A boca só pode entrar em contato com o plástico, e não com a vulva” — alega a doutora.

Outra dica apontada pela mesma é usar a camisinha masculina na mulher.

“Cortar a camisinha ao meio e colocá-la sob a vulva pode ser uma alternativa. O lado positivo é que elas apresentam sabores e até texturas diferenciadas, fatores que favorecem a utilização.”

O sexo oral pode fazer bem para o humor se praticado de forma correta, desfrute do momento! Tem algum apontamento a fazer sobre este tema? Deixe seu comentário aqui no Saudável e Feliz!

Deixe um comentário
Print Friendly, PDF & Email

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui