Saiba como proceder em caso de primeiros socorros

Compartilhe
primeiros-socorros

É de extrema importância saber como prestar os primeiros socorros em caso de emergência. Os primeiros minutos depois do acidente são os mais importantes, pois ali será definido o seguimento do tratamento, dependendo da gravidade, e o que levou a vítima aquele estado. Cada acidente tem um procedimento diferente, e o papel do socorrista nessa situação é ter autocontrole, fazer que a vítima permaneça acordada e certificar-se que o problema não se agrave.

Entendendo a situação

Cada caso é único, então procure manter a calma, não se apavore e tente entender o que aconteceu. Fique próximo da vítima, procure mantê-la acordada, e peça ajuda para pessoas que estão por perto.

Avalie a gravidade do acidente, procure permanecer em um lugar seguro que não cause mais lesões a vítima, e cuidado com os movimentos bruscos. Mantenha curiosos afastados para que não atrapalhem o trabalho do socorrista, e assim que possível ligue para emergência. Durante a chamada de emergência, procure ser claro, e transmita as informações corretas, informe a condição da vítima e o local onde se encontram, enquanto aguarda a ambulância inicie os procedimentos para garantir que a situação não se agrave.

Transportando a vítima em primeiros socorros

O ideal é que o paciente seja atendido no local do acidente para que tenha uma melhor avaliação e recuperação, e não agravar mais a situação do mesmo. Caso seja necessário, leve-o para um lugar mais seguro, onde possa dar início aos procedimentos. Um dos principais cuidados que devem ser levado em conta nesse momento é que o paciente deve ser movido o mínimo possível.

Os ferimentos podem ser menos graves, dependendo da resistência física e corporal do paciente, mas se necessário imobilize regiões fraturadas para evitar agravamentos, e utilize uma maca para o transporte da vítima.

Na falta de uma, improvise com um cobertor enrolado numa tábua ou dois bastões e duas camisas. Se necessário peça ajuda para carregar a maca. Se o socorrista estiver sozinho, e o paciente estiver em condições estáveis, levante-o e segure em sua cintura, apoie o braço da vítima atrás de seu pescoço, e leve ele até um local seguro.

teste-da-menopausa

Suprimentos utilizados nos primeiros socorros

Confira na lista abaixo os suprimentos indispensáveis, na hora de iniciar os procedimentos dos primeiros socorros:

  • Gaze esterilizada, para limpar ferimentos;
  • Esparadrapo, é usado para proteger curativos, ou imobilizar fraturas;
  • Água oxigenada, para auxiliar na esterilização de ferimentos;
  • Álcool, para esterilizar ferramentas usadas no procedimento;
  • Algodão, é usado para auxiliar a saída de sangue de qualquer ferimento, junto com o esparadrapo;
  • Luvas de látex, são usadas para não infeccionar qualquer ferimento, ou passar bactérias presentes em suas mãos;
  • Termômetro, utilizado para medir a temperatura do paciente no local, e auxiliar nos procedimentos;
  • Tesoura, pode ser usada para fazer pequenos corte, para tirar qualquer objeto que possa estar machucando o paciente, como caco de vidros.

Avaliação da vítima

A primeira avaliação é chamada de exame primário, onde o socorrista avalia a situação geral da vítima. Veja abaixo os principais procedimentos a serem realizados:

  • Desobstrua as vias respiratórias inclinando a cabeça da vítima para liberar a passagem de ar mais facilmente. Mas tome cuidado com o pescoço e a mandíbula, tenha certeza que não há nenhum risco, principalmente quando houver atropelamento, acidente automobilístico ou queda de altura;
  • Analise o estado de consciência da vítima, verifique se ela responde aos estímulos mecânicos, e verbais. Dê pequenos beliscos, e sacuda seus ombros. Pergunte se ela se recorda o que aconteceu, se ela sabe onde está, e se sabe seu nome;
  • Caso a vítima não responda a nenhum desses procedimentos, é hora de avaliar a existência de uma parada respiratória ou parada cardíaca, se o resultado for positivo, comece imediatamente a reanimação cardiorrespiratória, até que chegue a ambulância;
  • Caso a vítima responda aos procedimentos, e apresente condição estável, é hora de ir para a segunda avaliação. Análise se há alguma alteração no couro cabeludo, e a parte frontal do crânio. Toque ou apalpe o corpo da vítima, em partes como, braços e antebraços, clavícula, tórax, região abdominal, pulso e pernas, da virilha aos pés;
  • Verifique a existência de uma fratura, se sim, tome cuidado e evite que o acidentado se mova, e procure mexer o mínimo possível no paciente.

Aprenda a fazer a massagem cardiorrespiratória

Se o paciente estiver inconsciente e sem respirar, ligue imediatamente para a emergência e informe o ocorrido, logo em seguida inicie a massagem cardiorrespiratória, inclusive em casos de AVC, para aumentar as chances de sobrevivência. Apoie suas mãos uma sobre a outra, e com a base de suas mãos inicie a compressão sobre o tórax do paciente. Use o peso do seu corpo como apoio para compressão. Repita o procedimento até a emergência chegar no local.

primeiros-socorros

Curtiu o post? Comente aqui em baixo se já passou por algo parecido, como auxiliou o paciente, e se tem alguma dica, pode deixar aqui nos comentários também.

Deixe um comentário
Print Friendly, PDF & Email

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui