Os 8 maiores mitos sobre sexo após os 40

Compartilhe
mitos-do-sexo-apos-os-40-anos
Descubra os oitos mitos que assolam as pessoas com mais de 40 anos sobre o sexo.

Muitas mulheres que estão chegando ou que passaram dos 40 anos podem ver a vida sexual como um tabu e acabam acreditando em certos mitos do sexo após os 40 anos. Você já passou por isso? Se sim, saiba que esse pode ser um grande empecilho para exalar toda a sensualidade que só uma mulher experiente já viveu.

Praticar sexo é saudável e não há idade para sentir e dar prazer ao parceiro ou parceira. Por isso, é hora de quebrar os mitos do sexo após os 40 anos e descobrir que a experiência só tem a somar na relação íntima.

Separamos hoje alguns mitos que costumam permear a mente das mulheres que estão nesta fase da vida, para que você possa esclarecer suas dúvidas. Continue a leitura e confira!

Mito nº 1: a mulher se sente indesejável

Na verdade, essa máxima vai muito além do fato de ter 40 anos ou não. Uma mulher bem resolvida e com boa autoestima passa pelas quatro décadas com a certeza de que sua experiência e sabedoria a fazem ainda mais bela e sensual. Caso seja o seu caso e se você não está bem consigo mesma, não importa a idade: procure um médico, um psicólogo ou um psiquiatra para que suas questões internas sejam resolvidas.

Após os 40, muitas mulheres se sentem mais seguras e sabem o que querem, tanto na vida profissional, quando em suas relações pessoais e, mais ainda, no sexo. Por isso, elas afirmam que a relação sexual fica ainda melhor depois dessa idade e que se sentem ainda mais sensuais e desejadas por seus parceiros. Portanto, quebramos o primeiro de oito mitos do sexo após os 40 anos.

Mito nº 2: conforme envelhecem, as pessoas não precisam de sexo

Mais um mito. O sexo após os 40 é uma relação como muitas outras e deve ser mantida na rotina e na frequência que o casal se sentir melhor e satisfeito. Pensar que conforme os anos vão passando a necessidade de sexo diminui é um grande equívoco, já que cada pessoa tem sua fisiologia e a idade não impede em nada que se tenha uma vida sexual ativa ou vontade de praticar sexo frequentemente. Com isso, lá se vai o segundo de oito mitos do sexo após os 40 anos.

O que pode acontecer, segundo especialistas, é a libido diminuir um pouco quando a mulher entra no climatério (nessa idade, aproximadamente). Isso acontece, pois a taxa de hormônio cai e isso pode afetar o estado psíquico e mental, diminuindo o desejo sexual. Porém, hoje, no mercado, existem tratamentos naturais que podem ajudar a libido e diminuir os sintomas da menopausa.

reposicao-hormonal

Mito 3º: não é preciso se preocupar com a gravidez

Apesar de algumas mulheres terem passado pela menopausa depois dessa idade, muitas delas podem pensar que, após o climatério, não é preciso se preocupar com o controle de natalidade. Porém, é bom ficar atenta: procure seu médico e peça um exame de sangue que medirá o nível do hormônio do folículo estimulante.

Muitas mulheres acabam não se prevenindo durante este período e o mínimo do hormônio presente no corpo feminino pode ser capaz de torná-la fértil. Também é importante saber: a menopausa ainda não é completa e oficial se você não completou um ano sem a chegada da menstruação. Assustada? Não fique! Esse é o terceiro de oito mitos do sexo após os 40 anos que cai por terra!

mitos-do-sexo-apos-os-40-anos
Os mitos sobre sexo após os 40

Mito nº 4: sexo após os 40 não provoca orgasmo

O orgasmo e o prazer não são em nada relacionados à idade. Muito se ouve dizer que mulheres que nunca tiveram orgasmos não os terão após os 40, o que pode ser caracterizado como um mito. Muitas vezes, as mulheres mudam suas percepções de prazer e algumas delas até relatam ter mais orgasmos ou sentir mais prazer após certa idade, por conta também da experiência que adquirem na cama e por saberem como se satisfazer com ou sem um parceiro. Chegamos na metade! Lá se foi o quarto de oito mitos do sexo após os 40 anos.

Mito nº 5: é preciso fazer reposição hormonal para sentir prazer novamente

A grande inimiga das mulheres, a menopausa, pode trazer algumas dúvidas para as mulheres que devem ser sanadas sempre que aparecerem. Os hormônios sintéticos têm alguns riscos e não garantem a volta da libido. É um mito pensar que a reposição hormonal resolverá seus problemas. A mulher pode procurar métodos alternativos para fugir dos sintomas indesejados do climatério.

descubra-em-qual-fase-da-menopausa-voce-esta

É sempre importante procurar terapias que visam a qualidade de vida e o tratamento natural dos sintomas da menopausa proporcionando mais saúde ao corpo e humanizando a relação das mulheres com essa fase da vida. Diga adeus para o quinto de oito mitos do sexo após os 40 anos.

Mito nº 6: o homem não passa por diminuição do desejo

Claramente são as mulheres que sofrem mais com a desregulada taxa de hormônios, o que pode trazer problemas nos ovários, calores constantes e mudanças de humor. Porém, engana-se quem pensa que os homens também não passam por isso. A chamada andropausa também pode caracterizar perda de desejo e pode ser um pouco mais difícil de estimular o corpo masculino para a relação sexual.

Lembrando que os homens não passam pela infertilidade, na maioria dos casos, portanto, se você ainda não atingiu a menopausa e seu parceiro tiver mais de 40 anos, é preciso se prevenir da gravidez indesejada. Esse foi o sexto de oito mitos do sexo após os 40 anos.

Mito nº 7: a mulher de 40 está cansada demais para fazer sexo

O desejo sexual não tem hora para aparecer e, quando aparece, não há cansaço que impeça que a relação aconteça. E isso certamente se aplica a homens e mulheres com mais de 40 anos. O cansaço pontual, como um dia desgastante no trabalho, pode sim ser um fator que pesa na hora de iniciar o sexo, mas não deve ser uma constante que atinge todos os casais em todos os momentos. Olha o sétimo de oito mitos do sexo após os 40 anos que jamais foi uma verdade!

Mito nº 8: as mudanças no corpo feminino inibem a vontade de ter relações sexuais

Mais uma vez, a falta de confiança e de autoestima não está ligada à idade, mas sim por problemas psíquicos ou traumas que podem ser resolvidos com o profissional certo. Após os 40, perder peso pode ficar mais difícil e algumas gordurinhas localizadas podem se acumular, o que seria uma verdadeira paranoia em algumas mulheres mais jovens, não é mesmo?

Porém, as mulheres experientes sabem que a sensualidade vai muito além das estrias, celulites ou quilinhos extras. Isso pode deixá-las ainda mais confiantes e fazer com que encarem o sexo com ainda mais vontade. Não é à toa que os 40 são conhecidos como a idade da loba!

O sexo após os 40 pode ser ainda mais satisfatório e frequente do que as relações entre pessoas com menos idade. O que deve se ter em mente é que, sim, o corpo muda, as percepções são outras e a experiência só traz maturidade e torna essas pessoas ainda mais decididas e preparadas para as relações pessoais.

Gostou do nosso texto de hoje? Deixe seu comentário abaixo, compartilhe sua experiência conosco!

Deixe um comentário
Print Friendly, PDF & Email

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui