A importância da ressonância magnética

Compartilhe
a-importancia-da-ressonancia-magnetica
Qual é a importância da ressonância magnética para a manutenção da saúde? Entenda os motivos que fazem desse exame, a técnica mais confiável em relação a diagnósticos.

A importância da ressonância magnética para a saúde é de um valor incalculável, pois muitos dos diagnósticos médicos partem do embasamento das imagens fornecidas pela RM (ressonância magnética). É sem sombra de dúvidas o exame mais eficiente e eficaz utilizado pelos especialistas atualmente.

Entretanto, toda essa eficiência tem um preço, isso porque, para acompanhar o avanço tecnológico e a demanda crescente das necessidades específicas, o custo para montar esse equipamento, torna-se bastante expansivo e, com isso o valor cobrado pelo exame acaba refletindo devido ao alto investimento.

Todavia, é um investimento que se faz necessário, pois essa técnica é a única capaz de captar detalhes de qualquer órgão, em qualquer plano, e sem que a pessoa tenha que se movimentar, para colaborar na captação das imagens. Isso graças ao campo magnético que consegue obter com muita nitidez a imagem, seja ela em plano axial, sagital e/ou coronal.

O que é ressonância magnética?

A especialista Débora Carvalho Meldau define o exame de ressonância magnética como:

“A ressonância magnética consiste em uma técnica que possibilita determinar propriedades de uma substância correlacionando-se a energia absorvida contra a frequência, na faixa de megahertz (MHz) do espectro eletromagnético, definindo-se como sendo uma espectroscopia. Mais simplificadamente, a ressonância magnética é um método de diagnóstico que possibilita a observação em alta definição das estruturas internas do organismo.”

-Débora Carvalho Meldau.

Além do grande destaque na área de diagnósticos em alta definição, veja a seguir a importância da ressonância magnética para a saúde da mulher.

reposicao-hormonal

A importância da ressonância magnética para a saúde da mulher

Quando o assunto é a saúde do sexo feminino a RM é de grande relevância, pois ela é capaz de entregar resultados mais detalhados e fidedignos para os especialistas avaliarem e/ou constatarem suas suspeitas. Um bom exemplo de entrega, é no auxílio do diagnóstico do câncer de mama, ao contrário da mamografia, a ressonância possui uma maior sensibilidade para detectar alterações, chegando à 100% de confiabilidade.

Vale destacar que é um processo indolor e, que acaba sendo o “tira-teima” quando os outros exames de imagem não entregam fidedignidade em seus resultados. Para as mulheres que possuem próteses de silicone, é o método investigativo que melhor realiza a sondagem da região, bem como colabora para avaliação do pós-operatório e nos prognósticos.

“Este se trata de um exame indolor que não gera nenhum tipo de prejuízo à saúde do paciente. A ressonância magnética inicia-se posicionando o paciente na mesa acoplada ao aparelho de ressonância, que desliza para o interior do tudo aberto em ambas as extremidades, que por sua vez, emitirá pulsos de energia das ondas de rádio, percorrendo todo o corpo do paciente ou somente uma região específica, elaborando um mapeamento da área examinada.”

-Débora Carvalho Meldau.

Algumas anomalias detectáveis pela ressonância:

Segurança é saúde!

É muito recorrente a pessoa ficar assustada na hora de realizar o exame, todavia, o que não sabe, é que a ressonância magnética é a técnica que menos apresenta frequência de efeitos colaterais. Usando contraste ou não ela é de longe a menos agressiva para com o organismo.

O contrate usado em suas sondagens é o gadolínio, e ao contrário do iodo, que possui um alto índice de efeitos colaterais e possíveis reações alérgicas, ele é mais seguro. A RM também não utiliza radiação ionizante como as suas concorrentes, fator que também colabora para diminuir possíveis impactos na saúde.

a-importancia-da-ressonancia-magnetica
Mulher realizando uma ressonância magnética.

Recomendações para quem vai realizar o exame:

  • Em alguns casos é solicitado jejum de 4 a 6 horas;
  • Vá ao banheiro antes de iniciar a sondagem;
  • Pessoas portando objetos metálicos devem removê-los antes de fazer o exame;
  • Caso tenha claustrofobia cuidado, pois a ressonância magnética pode desencadear uma crise em você;
  • Pessoas com marca-passo, ou qualquer outro reparo metálico no organismo devem avaliar o cenário com os seus médicos e com os responsáveis;
  • Caso você sofra de ansiedade comente com o responsável antes de iniciar o processo;
  • Caso apresente algum desconforto há uma campainha para acionar o técnico;
  • Em alguns casos será solicitado a ingestão, ou a aplicação intravenosa de contraste para melhor na nitidez da imagem;
  • Durante o exame mantenha-se acordado;
  • Fique atento as instruções dos técnicos responsáveis pelo RM;
  • Mantenha-se imóvel durante toda a realização do exame;
  • Após a realização da ressonância a pessoa pode retomar as suas atividades sem qualquer impedimento.

Gostou de compreender a importância da ressonância magnética? Você já realizou esse exame? Como foi a sua experiência? Deixe o seu comentário. Participe!

Deixe um comentário
Print Friendly, PDF & Email

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui