Drenagem linfática auxilia na diminuição dos sintomas da TPM e menopausa

Compartilhe
drenagem linfática
A Drenagem Linfática ajuda a eliminar substâncias que atrapalham o bom funcionamento de determinada região do corpo, reduzindo sintomas incômodos.

Todas as mulheres que convivem com os sintomas da TPM ou da menopausa sabem como eles são incômodos, podendo causar inchaços, cansaço, dores de cabeça, sensibilidade, fora os calorões e outros sintomas, mas esses problemas podem ser diminuídos com sessões de drenagem linfática.

Essa técnica é um tipo de massagem terapêutica que serve para diversos casos, ela previne celulite, ajuda na limpeza de toxinas que formam nódulos de gordura no organismo, acaba com o inchaço corporal e aumenta a oxigenação da pele em pouco tempo. Além disso, a drenagem linfática faz a pele ter uma aparência mais saudável, permite a melhor circulação do sangue e para mulheres que sofrem com os sintomas da TPM e da menopausa ela possibilita a normalização dos hormônios, gerando uma sensação de bem-estar e diminuição dos sintomas.

Como funciona o sistema linfático?

O sistema linfático tem funcionamento semelhante ao sistema circulatório. Com uma grande rede de vasos que estão espalhados por todo o corpo e coletando líquidos dispersos, que por sua vez, são infiltrados e lançados na corrente sanguínea. Aí é que entra a drenagem linfática, fazendo com que esses líquidos sejam coletados pelas estruturas responsáveis por essa função.

A drenagem consiste em uma massagem feita por meio de leves pressões e que só deve ser feita por profissionais com qualificação como fisioterapeuta, esteticista ou um terapeuta com aptidão para essas funções, pois as massagens precisam ser feitas com toques suaves para que se alcance os líquidos perdidos, se for feita muita pressão, acontece a obstrução dos vasos e não há resultados. Apesar de todos os benefícios, não adianta fazer apenas uma sessão e parar, pois nenhum tratamento é milagroso. Por isso, é preciso dar continuidade e combiná-la com outros fatores, como uma alimentação regrada.

reposicao-hormonal

Deixe um comentário
Print Friendly, PDF & Email