Chocolate meio amargo protege contra estresse e depressão

Compartilhe
chocolate meio amargo
O chocolate estimula a liberação de endorfina e serotonina no corpo, regulando o sistema nervoso, trazendo sensação de relaxamento e bem-estar.

De acordo com nutricionistas, o chocolate meio amargo, ou seja, com 55% de cacau, é um aliado importante contra algumas doenças emocionais.

Pesquisas comprovam que esse alimento pode ajudar no combate contra a depressão e estresse, principalmente a depressão que pode aparecer de forma leve ou mais intensa em algumas pessoas e dependendo do caso é quase imperceptível.

O chocolate meio amargo ou amargo pode não ser o favorito dos chocólatras, mas é quem faz a diferença quando o assunto é benefícios à saúde, pois possui compostos como a feniletilamina, elemento da paixão, que age como antidepressivo natural, além de fazer bem para o coração e amenizar os sintomas da TPM.

Contém cafeína, que é uma substância estimulante e anandamida, conhecida como a substância da felicidade, pois possui alto poder analgésico e antidepressivo.

Chocolate meio amargo ou ao leite?

O chocolate meio amargo contém menos gordura e mais energia que o chocolate ao leite, no entanto não deve ser consumido com exagero, pois mesmo assim, continua possuindo bastante calorias.

Embora apresente diversos benefícios quando consumido sem exageros o chocolate pode levar a sérias alterações de humor, indo desde a euforia inicial à carência desse alimento no organismo.

Estudos apontam ainda que pessoas que consomem muito chocolate podem apresentar sérios sintomas depressivos, por isso o ideal é que ele seja consumido moderadamente.

Para obter os efeitos benéficos recomenda-se que seja ingerido um quadradinho, de aproximadamente 30g, regularmente. Hummmm que vontade de abrir uma barra agora!

Deixe um comentário
Print Friendly, PDF & Email