Anosmia – você sabe como tratar a perda de olfato?

Compartilhe
aroma-cheiro
A anosmia é um problema nasal caracterizado pela perda de olfato.

A perda de olfato é chamada de anosmia. Esse distúrbio pode ser um problema por si só, ou pode ser apenas um sintoma de algumas doenças como o resfriado. Por exemplo, quando você sente o nariz entupido por conta de uma gripe. Esse pode ser um tipo de anosmia, porém ele é caracterizado como parcial, pois é causado por pequenas lesões nos nervos nasais. A perda de olfato pode surgir de duas formas, sendo elas:

  • Parcial – pode ser causada por um resfriado que resulta em lesões nasais, ou obstrução das vias por conta da carne esponjosa.
  • Permanente – até hoje não existe uma cura, e geralmente as lesões causadas nos nervos olfativos são bem mais graves.

Esse distúrbio pode afetar não apenas o olfato, como também o paladar. A língua tem a capacidade de diferenciar os gostos doces, amargos, salgados, azedos e glutamato. Como não é possível identificar a diferença entre duas substâncias parecidas, o portador de anosmia não saberá como diferenciá-las.

Causas da anosmia

As causas da anosmia podem ser diferentes, podendo durar muito ou pouco tempo dependendo da forma que foi causada. As causas mais comuns para a perda de olfato são:

reposicao-hormonal

Já as causas mais graves podem ser:

Além dessas causas o envelhecimento e o fumo habitual podem causar a perda de olfato. Pessoas com mais de 60 anos têm mais chances de desenvolver essa perda olfativa. Em torno de 50% das pessoas entre 65 e 80 anos sofrem uma diminuição olfativa considerável.

Diagnóstico da perda de olfato

Quando a anosmia é causada por resfriados ou alergias ela pode desaparecer por si só em questão de dias. Se persistir mais de 15 dias procure um médico especialista. Os médicos que podem indicar o tratamento indicado é o clínico geral, ou o otorrinolaringologista. Se você notar que a perda de olfato ocorreu por conta de uma série de causas, anote e fale para seu médico, pois o tratamento dependerá da forma que a anosmia surgiu.

Para realizar o diagnóstico completo os possíveis exames que o médico poderá solicitar são: raio-x do crânio, endoscopia nasal através de um aparelho, ressonância magnética, exame de sangue e até um exercício para identificar quais cheiros e odores a pessoa consegue identificar.

Tratamento

Como foi dito anteriormente, o tratamento da anosmia depende da sua causa inicial. Então veja abaixo como funciona o tratamento e/ou cura de cada causa:

Revestimento nasal interno

Se a causa do seu nariz entupido for um resfriado ou sinusite, dentro de alguns dias passará. Alguns fatores podem ajudar a curar a perda de olfato nesses casos como o uso de descongestionantes, antibióticos, spray nasal, reduzir a exposição às substâncias que causam alergia. Além desses também é importante diminuir o hábito de fumar, pois ele pode ser uma se não a principal causa para esse problema.

anosmia-saudável

Oclusão na passagem nasal

Se a causa da anosmia for algum bloqueio na passagem nasal, o tratamento deverá ser realizado através de procedimentos cirúrgicos. Como por exemplo a carne esponjosa, tumores e pólipos nasais. Esses podem ser possíveis causas de bloqueio de ar causando anosmia. E a única forma de tratá-la é através da retirada por procedimento cirúrgico.

Anosmia em idosos

Por conta da idade é muito normal que ao passar do tempo ocorra a perda olfativa, principalmente a partir dos 65 anos. Porém não existe um tratamento ou cura para a anosmia em idosos.

Já sabe que um nariz entupido pode significar muito mais que um resfriado, não é ? Deixe seu comentário abaixo!

Deixe um comentário
Print Friendly, PDF & Email

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui